Mulher

Precisando de ajuda no amor? Confira 5 simpatias com frutas para se dar bem

Publicados

em


source

Alto Astral

Precisando de ajuda no amor? Confira 5 simpatias com frutas para se dar bem
Reprodução: Alto Astral

Precisando de ajuda no amor? Confira 5 simpatias com frutas para se dar bem

Ah, o amor… é capaz de proporcionar experiências incríveis e momentos inigualáveis, mas também pode trazer muitos problemas! Se você anda desanimada com a sua vida amorosa e quer resolver essa questão definitivamente, nós vamos te ajudar agora mesmo.

Com auxílio do mundo místico, ensinaremos cinco simpatias com frutas infalíveis para mudar completamente a sua sorte no amor. Basta fazê-las com muita fé e dizer adeus aos dias de azar!

Amando e sendo amada

Fruta : Uva.

Coma três uvas e guarde as sementes. Escreva o seu nome e o do seu amor em um pedaço de papel branco e coloque com as sementes dentro de um saquinho de pano branco costurado à mão. Deixe-o embaixo do seu travesseiro por 13 dias. Todas as noites, ao se deitar, reze um Credo em intenção a Santo Antônio. A partir do décimo quarto dia, carregue o saquinho sempre com você. Fique com ele pelo tempo que achar necessário.

Ficando mais atraente

Frutas: Laranja e mamão.

Bata um copo de suco de laranja e meio mamão no liquidificador. Dê 13 goles, dizendo: “Com a força deste tônico, hei de ficar mais atraente”. Faça uma oração ao santo de sua devoção, agradecendo por sua saúde e beleza. Esta simpatia só pode ser feita uma vez por semana. Além de eficaz, também é muito gostosa!

Leia Também:  Os incríveis significados por trás de 9 animais místicos

Evitando inveja no amor

Fruta: Limão.

Você viu?

Com um limão nas mãos, repita sete vezes o encantamento “limão, limão, fruto azedo e doce da terra. Livrai minha relação do mau-olhado e da maldade de quem anda nesta terra!”. Depois, espete sete tachinhas (dessas usadas para fixar recados em painéis de cortiça) nesse limão e, em seguida, coloque a fruta embaixo da sua cama, deixando-a lá por três dias. Ao término desse período, jogue-a no lixo. Você pode repetir a simpatia sempre que achar necessário.

Atenção: Faça a simpatia de noite, pois o limão pode manchar a pele quando entra em contato com o sol.

Encontrando sua alma gêmea

Fruta: Maçã .

Corte uma maçã vermelha ao meio e raspe bem a sua polpa. Escreva a seguinte frase em um papel branco: Alma gêmea, alma gêmea, por onde anda você? Apareça em minha vida, pois preciso te conhecer. Passe o papel em um pouco de mel e coloque na maçã, unindo as duas partes com fita verde, que simboliza a esperança. Erga a maçã com a mão direita e recite em voz alta o Salmo 102, pedindo ao seu anjo da guarda que ajude você a encontrar sua alma gêmea. Depois, enterre a maçã em um vaso de flor.

Leia Também:  O ex ligou querendo voltar: veja como se livrar dessa cilada

Usando o poder da maçã do amor

Fruta: Maçã.

Pegue uma maçã bem vermelha e que não tenha manchas escuras na casca. Usando uma faca, faça um buraco em uma das extremidades da fruta, arrancando a polpa. Coloque a maçã em cima de um pires e ponha uma vela vermelha no orifício que acabou de abrir. Em seguida, derrame um pouco de mel em cima de tudo e acenda a vela, com cuidado para não se machucar. Enquanto ela queima, diga: “Que esta maçã me traga o amor e que este mel sirva de louvor para o amor”. Então, repita três vezes a frase “Eu tenho muita sorte no amor”. Quando a vela terminar de queimar, jogue tudo o que usou no ritual no lixo, inclusive o pires.

Fonte: João Bidu

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mulher

77% das mulheres sofrem alteração na menstruação durante a pandemia

Publicados

em


source
77% das mulheres sofrem alteração na menstruação durante a pandemia
Sora Shimazaki

77% das mulheres sofrem alteração na menstruação durante a pandemia











A pandemia do novo coronavírus tem causa diversos impactos na saúde coletiva. Entre eles, está a alteração na saúde íntima das mulheres, como mudanças nos  ciclos menstruais e aumento dos sintomas da TPM.

Desde o começo da pandemia, um grupo de pesquisadores da  Universidade Federal de Lavras (UFLA) analisou os impactos da pandemia de covid-19, no Brasil, sobre a saúde mental  e o ciclo menstrual de mulheres em fase reprodutiva. Os resultados mostram que 97% das mulheres relataram o surgimento de novos sintomas relacionados à saúde mental e/ou alterações em seus ciclos menstruais (77%). 

As mudanças mais citadas foram: alteração no número de dias do ciclo menstrual, número de dias de menstruação, fluxo menstrual, coloração e odor da menstruação, além de apresentarem escapes menstruais (sangramentos fora de época). Além disso, muitas também relataram mudanças na Tensão Pré-Menstrual (TPM) e na libido (que, para a maioria delas, diminuiu).

Leia Também:  77% das mulheres sofrem alteração na menstruação durante a pandemia

“Minha menstruação e TPM estão mais intensas”

Clélia Maria de Oliveira e Silva
Arquivo pessoal

Clélia Maria de Oliveira e Silva

A cientista social e terapeuta Clélia Maria de Oliveira e Silva (38) relata que sempre teve um ciclo regulado sem o uso de anticoncepcional. “Desde a pandemia muitas coisas mudaram aqui. Percebi uma mudança não só no fluxo, mas toda a TPM, dores e sentir ficaram mais intensas. Sinto que estou mais ansiosa e eufórica”, relata.

Você viu?

“Sempre fui muito regrada e tinha um fluxo leve, que durava dois a três dias. Minha saúde ginecológica era ok. No primeiro ano da pandemia eu engordei muito (10 quilos) e com isso eu comecei a sofrer com desconfortos em geral.

A consultora esotérica Viviane Juruna (38) conta que também está passando por essas alterações. “Tenho candidíase, meu fluxo aumentou e eu nunca sei o dia que vou menstruar”. Ela está aguardando o resultado de exames para averiguar se isso é realmente um reflexo da pandemia ou algo a mais.

Quem também sentiu a TPM bagunçar as emoções foi a terapeuta corporal holística Bruna Gomes Correia (28), que atualmente vive em Portugal. “Eu sinto que ficou muita coisa (para lidar). Eu tenho cólicas fortes todos os meses, já tive três infecções urinárias e candidíase, coisas que não eram um problema antes da pandemia”, desabafa.

Segundo o ginecologista e obstetra César Patez, não é preciso ter tido uma infecção pelo vírus para notar alterações no ciclo menstrual, uma vez que viver durante uma pandemia já é uma experiência estressante e pesada o suficiente. “Sabemos que isso pode afetar negativamente os padrões de menstruação, alterar a duração dos ciclos, provocando uma TPM mais acentuada e menstruações mais dolorosas”, diz.

Ele também aconselha que mulheres com sintomas a mais de três meses devem buscar ajudar profissional. “Caso a mulher apresente um ciclo menstrual alterado por mais de 90 dias, como ciclos muito curtos, muito longos ou sangramento excessivo, procure um ginecologista o mais rápido possível. Investigar os motivos dessa variação é fundamental para iniciar um tratamento desde o início da doença. Assim, sua saúde e fertilidade ficarão seguras”, completa.

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA