Esporte

Pré-olímpico de polo aquático será em fevereiro de 2021

Publicados

em


.

A Federação Internacional de Natação (FINA) publicou em seu site oficial a nova data do Campeonato Pré-Olímpico masculino de Polo Aquático. O torneio, inicialmente marcado para março desse ano, chegou a ser remarcado para dezembro. Mas, na tarde desta terça-feira (2), a entidade confirmou que a competição vai mesmo ocorrer entre os dias 14 e 21 de fevereiro de 2021, em Roterdã, na Holanda.

O diretor de Polo Aquático da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), João Santos, considerou a definição positiva. “Para dezembro, o Brasil estaria em desvantagem, já que a Europa está voltando às atividades antes. Nosso tempo de treino não seria adequado, sobretudo pelo fato de os atletas estarem parados há muito tempo. O tempo de treinamento precisaria ser maior. Para fevereiro, a gente consegue ter mais fôlego e condições de se equiparar às seleções que vamos ter de enfrentar”, explicou.

Em contato com a Agência Brasil, o técnico da equipe, André Avallone, foi na mesma linha do dirigente. “A Federação foi muito sensível nessa definição. O Hemisfério Norte está em outra velocidade na recuperação dos danos da covid-19. Nós, aqui no Sul, ainda estamos sofrendo demais com o vírus. Então, eles foram muito prudentes. Agora vamos esperar as orientações sobre os protocolos de segurança e de saúde e a definição do calendário de jogos daqui do Brasil. A partir daí poderemos definir os treinamentos e as etapas de preparação para chegarmos nessa tão sonhada vaga olímpica”, disse Avallone.

Leia Também:  Adhemar Ferreira da Silva é homenageado pela World Athletics

No sorteio realizado previamente pela FINA, no início desse ano, antes dos dois adiamentos, o Brasil havia caído no Grupo A, com Georgia, Canadá, Montenegro, Grécia e um representante da Ásia ainda a ser definido. No Grupo B estariam Croácia, Holanda, Rússia, Alemanha, Argentina e o outro representante da Ásia. Os três melhores do pré-olímpico se classificam para os Jogos de Tóquio.

Edição: Sergio du Bocage

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Roland Garros terá público limitado a 60% da capacidade do estádio

Publicados

em


.

O tradicional torneio de tênis de Roland Garros, em Paris (França), será aberto ao público, mas com limitação entre 50 a 60% da capacidade do complexo esportivo. Em nota oficial, a  Federação Francesa de Tênis (FFT) explicou que a decisão de permitir a presença de espectadores no torneio está de acordo com as medidas restritivas do Ministério do Esporte do país, que visam evitar a disseminação do novo coronavírus (covid-19). O evento está programado para o período entre 21 de setembro e 11 de outubro. 

“Tendo em vista as informações atuais e projetadas sobre a saúde e em conexão com as autoridades públicas com as quais trabalhamos para definir as melhores condições para receber nosso público, a FFT favorece uma opção de organização responsável que limita a capacidade do estádio a vários espectadores, com o princípio de um indicador global, atualmente em vigor nos cinemas ou teatros”, diz em nota da entidade.

Os ingressos começarão a ser vendidos aos sócios da FFT a partir da próxima quinta-feira (9), e para o  público em  geral no dia 16 deste mês. A FFT ainda deixa em aberto a possibilidade o aumentar ou reduzir a venda de bilhetes, levando em consideração o cenário da covid-19 no país.

Leia Também:  Fluminense avança e Vasco é eliminado da Taça Rio

O Grand Slam de Roland Garros foi o primeiro a ser adiado em decorrência da pandemia. Tradicionalmente o torneio é disputado no mês de maio, desde 1891, em Paris. Torcedores, assim como jogadores e suas respectivas comissões, deverão cumprir protocolos de segurança sanitária que serão divulgados futuramente pela FFT.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA