Economia

Poupança tem pior rendimento em três décadas no último ano

Publicados

em


source
Queda na rentabilidade da caderneta de poupança é a maior desde 1991
Maria Clara Matturo

Queda na rentabilidade da caderneta de poupança é a maior desde 1991

Investimento querido pela população, a poupança apresentou o pior índice de rendimento em 31 anos, segundo um levantamento feito pela Economática. No ano passado, a caderneta apresentou rendimento negativo em 6,37%, ou seja, a cada R$ 1.000 depositados, o investidor perdia R$ 63,70.

Esse é o pior valor desde 1990, quando foi registrado resultado negativo de 22,44%. O investimento também apresentou negatividade pelo terceiro ano consecutivo. Desde 2019, a poupança vem perdendo força em relação à inflação, que atingiu 10,06% em 2021.

Os dados mostram, no entanto, que a poupança apresentou rentabilidade maior que investimentos na Bolsa de Valores. As sucessivas quedas do índice Ibovespa após precauções do mercado financeiro fez com que o investimento fechasse o ano com – 19,98%.

Leia Também:  Crédito imobiliário cresceu 21% em 2021, chegando a R$ 140,6 bilhões

Já o CDI, que tem se destacado nos últimos anos por sua rentabilidade, encerrou 2021 com rentabilidade negativa de 5,12%. Especialistas acreditam que o avanço da pandemia de Covid-19, principal no começo do último ano, provocou receio em investidores e, consequentemente, queda na rentabilidade dos investimentos.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Investimentos externos no Brasil crescem 104% em 2021

Publicados

em


source
Investimentos externos ao Brasil subiu 104%
Sophia Bernardes

Investimentos externos ao Brasil subiu 104%

O fluxo de investimentos externos no Brasil atingiu US$ 58 bilhões no ano passado, uma alta de 104% se comparado a 2020. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (19) pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Os números fazem o Brasil retomar a sétima posição do ranking de países que mais recebem investimentos. Em 2020, o país ocupou a oitava posição, após perder US$ 28 bilhões em investimentos.

Embora o número positivo em 2021, o Brasil ainda não conseguiu atingir os níveis registrados pré-pandemia. Em 2019, por exemplo, o fluxo de investimentos no país atingiu US$ 65 bilhões.

Países, como os Estados Unidos e China, registraram ótimos índices de investimentos e seguem entre os líderes de preferência dos investidores. Os EUA registraram crescimento de 114% em investimentos, atingindo a marca de US$ 323 bilhões.

Leia Também:  Fraudadores usam 0800 para roubar dados bancários e cartões de crédito

O país asiático registou US$ 179 bilhões em investimentos, alta de 20% se comparado a 2020. O índice é recorde já apresentado pelos chineses.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA