Polícia

Pontos de coleta seletiva são vandalizados em Guaçuí

Publicado em

Por | 00.00.

Vários pontos de entrega voluntária (PEV’S) espalhados por Guaçuí vêm sendo alvo da ação de vândalos. Usados para a coleta seletiva de lixo que pode ser reciclado, dos 20 equipamentos, sete já foram cortados ou rasgados.

O secretário municipal de Meio Ambiente, Werinton Soroldoni, que lamentou os atos de vandalismo, lembra que os PEV’s são patrimônio público. “Entendo ser uma questão que envolva a punição de eventuais autores, caso sejam identificados, afinal, estão danificando um bem público, de todos nós, e isso é crime”, destacou.

É isso mesmo, vandalismo é crime e tem punição prevista em lei. De acordo com o artigo 163, do Código Penal brasileiro, o autor do delito fica sujeito a prisão e multa, por danos ao patrimônio público. A pena varia de seis meses a três anos de detenção. O item III do artigo qualifica, como crime, “destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia (…) contra o patrimônio da União, Estado, Município, empresa concessionária de serviços públicos ou sociedade de economia mista”.

Para o secretário, a melhor forma de combate a atos assim é a conscientização. “No entanto, acredito na educação. Temos trabalhado neste sentido quanto à educação ambiental, especialmente, com as escolas, mas o processo é lento”, disse Werinton.

Leia Também:  PM recupera veículos roubados em Cachoeiro

 

Conscientização

Mais do que destruindo patrimônio público, que danifica um ponto de entrega voluntária, está prejudicando diretamente o ganha pão de 13 famílias. É que quem faz a coleta do que é deixado nos PEV’s é a Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Guaçuí (Asguamar). Por mês, são recolhidos, em média, 15 toneladas de material que antes iria para o aterro municipal. “Esses atos de vandalismo são muito ruins. Além de acabarem com os pontos de referência para as pessoas saberem onde jogar o lixo que pode ser reciclado, pode acabar machucando quem faz a coleta”, destaca Carlos Daniel Pereira Gomes, diretor financeiro da Associação.

Para Daniel, além da depredação, outro problema que os catadores enfrentam é a falta de conscientização de algumas pessoas sobre o tipo de material que pode ser descartado. “Tem gente que joga de tudo, caco de vidro, restos de madeira, móveis. Já tiramos até um animal morto”, conta ele. No próprio PEV é informado o que pode ser colocado no local, como recipientes e garrafas de vidro (inteiros), plástico e papéis, por exemplo.

Leia Também:  Ferro velho e casa pegam fogo em Marataízes

Coleta seletiva

A coleta seletiva em Guaçuí conta com o trabalho da Asguamar. Por meio de parceria, fruto de um contrato celebrado – com base em um termo de referência, amparado por lei – a Prefeitura de Guaçuí remunera a Associação pela prestação de serviço ambiental, com base no trabalho de visitas porta a porta, coleta do lixo seco, separação, prensagem e venda para a indústria recicladora.

O valor repassado mensalmente à Asguamar alterna entre R$ 5 mil e R$ 8 mil. O cálculo foi feito com base na mesma rota e distâncias percorridas pela equipe de varrição da Prefeitura. É pago, ainda, um bônus de R$ 77,00 para cada tonelada de material prensada e vendida. Desse modo, a associação retorna para o processo produtivo o que seria descartado.

fonte http://www.aquinoticias.com/

COMENTE ABAIXO:

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Polícia

Após listar investimentos em Cachoeiro,Victor Coelho e vereadores declaram apoio a Casagrande

Published

on

O prefeito Victor Coelho reuniu, nesta segunda (08), treze vereadores de Cachoeiro de Itapemirim com o objetivo de dialogar, apresentar resultados dos investimentos do Governo do Estado no município e formalizar o apoio dos parlamentares à candidatura à reeleição do governador Renato Casagrande.

Após destacar os investimentos que o Governo do Estado tem feito nos últimos quatros anos, em diversas áreas, em Cachoeiro, o prefeito ouviu cada vereador e, em comum acordo, firmaram o compromisso de apoio à reeleição do atual governador do Espírito Santo.

Durante a sua fala, o prefeito Victor Coelho frisou que é fundamental que esse momento de união permaneça para o bom desenvolvimento de Cachoeiro.

“Foram quatro anos de muitas conquistas e não podemos abrir mão de continuar avançando. Casagrande foi um grande parceiro de Cachoeiro durante a nossa gestão, com investimentos expressivos em áreas como segurança, infraestrutura e saúde. Somente em obras, somamos mais de meio bilhão de reais em recursos já garantidos para Cachoeiro. Para citar apenas dois grandes investimentos que já estão garantidos, temos a duplicação da Rodovia do Frade, no valor de R$ 200 milhões, e a macrodrenagem da Linha Vermelha, no valor de R$ 56 milhões, só na primeira etapa”.

Leia Também:  Ferro velho e casa pegam fogo em Marataízes

“Agradeço essa oportunidade da Câmara de Cachoeiro ser ouvida. Como presidente da Câmara confirmo o meu apoio a Casagrande e vejo que a maioria dos colegas vereadores também estão aqui hoje para confirmar esse apoio. Cachoeiro ganhou muito nos últimos quatro anos, com obras que esperamos por muito tempo”, disse Brás.

“Aqui em Cachoeiro, Casagrande tem nosso apoio à reeleição, pois destinou muitos repasses para Cachoeiro. Nunca tivemos investimentos tão expressivos em obras, como no governo Casagrande. Agora, com Ricardo Ferraço, um cachoeirense como candidato a vice-governador, sei que o olhar para as demandas de Cachoeiro vai ficar ainda mais fortalecido”, salientou o vereador Allan Ferreira, líder do governo na Câmara.

Dentre os investimentos estaduais em Cachoeiro contabilizados em mais de meio bilhão de reais estão a reforma do Palácio Bernardino Monteiro (R$ 2,2 milhões), a construção do novo Hospital do Câncer de Cachoeiro de Itapemirim (R$ 7,8 milhões), a pavimentação de estradas rurais com blocos de concreto no Distrito de São Vicente (R$ 12,8 milhões), a reabilitação da Avenida Jones dos Santos Neves (R$ 10,9 milhões) e recapeamento em vias urbanas (R$ 15 milhões).

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA