Cidades

Ponte Carim Tanure, em Cachoeiro, interditada para obras a partir desta terça-feira (2)

Publicados

em

A ponte Carim Tanure, em Cachoeiro de Itapemirim, estará interditada desta terça-feira (2), a partir das 7h, até sexta-feira (5). O bloqueio se dará para que seja realizada a instalação de guarda-corpos definitivos na via, que liga a avenida Pinheiro Júnior, no bairro Ibitiquara, à rua Sete de Setembro, no Centro, próximo à praça Jerônimo Monteiro.

Com isso, as estruturas provisórias de madeira, colocadas após a enchente de janeiro, serão substituídas por metalon, um material metálico leve e resistente. O trabalho será executado por uma empresa contratada pela Secretaria Municipal de Obras (Semo).

Posteriormente, também serão instalados guarda-corpos definitivos na ponte João dos Santos Filho – que liga a rua Doutor Deolindo, no bairro Baiminas, à rua Moreira, no bairro Independência (em frente ao Supermercado Carone) – e na ponte de pedestres que serve de travessia entre a avenida Beira Rio, em frente à rua Pedro Dias (Guandu), e a rua Samuel Levy, no bairro Aquidaban.

“Estávamos apenas aguardando a produção das estruturas de metalon pela empresa para colocá-las na ponte. Enquanto isso, a ponte contava com os guarda-corpos de madeira e recebia manutenção constante”, explica o secretário municipal de Obras, Paulo Miranda.

Leia Também:  Prazos processuais ficam suspensos durante o recesso forense

“A instalação desses guarda-corpos de metalon, que representam um grande avanço nas obras de recuperação pós-enchente, darão mais segurança aos pedestres. Mesmo durante a pandemia, estamos atuando em ações essenciais para os cachoeirenses”, destaca o prefeito Victor Coelho.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

BRK Ambiental de Cachoeiro mantém excelência em Sistema de Gestão Integrado

Publicados

em

Concessionária dos serviços de água e esgoto de Cachoeiro de Itapemirim, a BRK Ambiental manteve a certificação do seu Sistema de Gestão Integrado (SGI), o que atesta que a empresa emprega padrões internacionais de qualidade, de proteção do meio ambiente e de compromisso com a saúde e a segurança dos seus funcionários. A auditoria de supervisão da certificação ocorreu em junho, por auditor da Fundação Vanzolini, centro de referência internacional para organizações que buscam alcançar e manter padrões elevados de desempenho.

O processo de certificação é cíclico, com auditorias realizadas uma vez por ano e a recertificação atestada a cada três anos. A recertificação anterior ocorreu em 2018. Desta vez, a auditoria foi realizada para comprovar que Sistema de Gestão Integrado da BRK Ambiental continua com seu nível de excelência.

A auditoria de supervisão atestou a gestão nos processos administrativos e operacionais da empresa. “A excelência operacional é um dos nossos compromissos, e atuar com segurança e integridade são elementos que norteiam o trabalho dos nossos profissionais. Esta certificação funciona como um selo de garantia da qualidade dos nossos serviços, da saúde e da segurança dos funcionários, além do cuidado com o meio ambiente. Demonstra o cuidado da BRK Ambiental nesses três aspectos que são fundamentais para o desenvolvimento sustentável de uma organização”, ressalta o diretor da BRK Ambiental, Bruno Ravaglia.

Leia Também:  Governador Casagrande entrega 60 leitos de internação em Cachoeiro e, finalmente, Hospital do Aquidabã sai do papel e começa funcionar

O analista da Qualidade da concessionária, Wescley Macedo, explica que o monitoramento assegura o cumprimento das normas NBR ISO 14001:2015 (Sistema de Gestão Ambiental), OHSAS 18001:2007 (Sistema de Gestão de Saúde e Segurança) e NBR ISO 9001:2015 (Sistema de Gestão da Qualidade) pela BRK Ambiental. “Atualmente, também estamos trabalhando a migração da norma OHSAS 18001:2007 para a ISO 45001:2018, que é uma norma internacional mais moderna em relação à saúde e à segurança dos funcionários. Já atendemos a essa norma e estamos refinando os processos para buscar a certificação, o que deve ocorrer no próximo ciclo de recertificação, em 2021”, finaliza o analista da Qualidade.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA