Segurança

Polícia Civil orienta sobre o uso da Delegacia On-line para registro de ocorrências

Publicados

em

A Polícia Civil do Espírito Santo tem adotado medidas de segurança para policiais e cidadãos, neste período de restrição, devido à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). Uma das ações é a ampliação do leque de ocorrências que podem ser registradas por meio da Delegacia On-line.

Em funcionamento desde 2006, a DeOn se tornou um importante recurso para quem deseja registrar um Boletim de Ocorrência sem sair de casa. O sistema registrava, até a semana passada, boletins de furto e roubo de objetos, perda e extravio de documentos e ocorrência para fins de direitos civis. Com as novas orientações de isolamento social, a DeOn passou por mudanças e, a partir desta segunda-feira (23), pode ser utilizada para registrar quase todos os casos, sem a necessidade de ir até uma delegacia física.

O cidadão que precisar registrar um Boletim de Ocorrência deve acessar http://delegaciaonline.sesp.es.gov.br , clicar no botão vermelho à esquerda da tela, com a inscrição “Registre sua Ocorrência”, preencher os dados e seguir o passo a passo. Após o registro, o Boletim Eletrônico de Ocorrência será analisado e o cidadão recebe um número de protocolo por e-mail, com as orientações para validar o Boletim, junto à delegacia que ficará responsável pela investigação.

Leia Também:  Equipe da CEPE participa de ação solidária em Vila Velha

“Cada caso vai ser analisado pelo delegado que receber o registro, e o cidadão será orientado caso seja necessário comparecer a uma unidade policial, para anexar documentos ou provas à ocorrência. Ele também será informado se for uma situação em que não cabe investigação por parte da Polícia Civil. O objetivo com esta medida é diminuir o fluxo de pessoas nas Delegacias”, afirmou o delegado geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda.

Alguns casos não podem ser registrados on-line: homicídios, sequestros, estupros e furtos e roubos de veículos não são aceitos pela DeOn. Para todos os outros registros, é necessário ser maior de 18 anos e possuir um e-mail válido. A Delegacia On-line só aceita registros de fatos que aconteceram no Espírito Santo.

Além disso, é importante lembrar que o computador usado para o registro do Boletim pode ser rastreado, e a comunicação falsa é crime, previsto no Artigo 340 do Código Penal Brasileiro. O valor do Boletim Eletrônico de Ocorrência é o mesmo do Boletim de Ocorrência registrado em uma delegacia física, pois se trata de um documento oficial.

Leia Também:  9º Batalhão apreende drogas em Cachoeiro de Itapemirim

“As Delegacias físicas continuam funcionando e atendendo à população, mas a orientação é que as pessoas só se dirijam até uma unidade policial em casos de extrema necessidade e respeitando as regras de prevenção, como evitar contato físico e higienizar as mãos. Além disso, se houver um crime em andamento, ou situação de flagrante, o correto é acionar a Polícia Militar, por meio do Ciodes 190”, explicou Arruda.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

Suspeito de tentativa de homicídio é preso por policiais civis em Águia Branca  

Publicados

em


.

Policiais civis da Delegacia de Polícia (DP) de Águia Branca, com o apoio da 14ª Delegacia Regional de Barra de São Francisco, prenderam, nessa quinta-feira (02), um homem de 24 anos, suspeito de uma tentativa de homicídio ocorrida no início do ano. O mandado de prisão preventiva foi cumprido no Córrego São João, na zona rural do município.

 

A vítima, um homem de 31 anos, foi atingida por dois disparos de arma de fogo, no dia 14 de janeiro deste ano, no Córrego Bela Vista, na zona rural de Águia Branca. Em relação à motivação do crime, o titular da DP, delegado Leonardo Forattini,informou que os dois trabalhavam juntos.

 

“No dia do fato, a vítima havia comentado com o empregador que o investigado havia saído mais cedo do trabalho. O patrão questionou o suspeito sobre o assunto. Diante disso, o detido não gostou e, como ele era acostumado a levar uma arma para o trabalho, ele foi até o armário, pegou a arma e efetuou os disparos contra a vítima”, relatou o delegado.

Leia Também:  Comandante-geral realiza visita técnica ao CPO Serrano

 

Além desse crime, o detido também é investigado por um homicídio ocorrido no dia 09 de junho deste ano, de acordo com a perícia. “No dia seguinte, o corpo da vítima, um homem entre 40 e 50 anos, foi encontrado carbonizado no Assentamento 16 de Abril, zona rural de Águia Branca. A motivação e demais informações sobre o crime estão sendo investigadas”, disse o responsável pelas investigações.

 

O delegado informou ainda que o detido já tem outras passagens pela polícia. “Ele foi detido em março por porte ilegal de arma de fogo, mas pagou fiança e foi liberado”, disse.

 

O suspeito foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Domingos do Norte, onde permanece à disposição da Justiça.

 

Texto: Fernanda Pontes

 

Assessoria de Comunicação Polícia Civil

Comunicação Interna – (27) 3137-9024

Agente de Polícia Fernanda Pontes

[email protected]

 

Atendimento à Imprensa:

Olga Samara/ Camila Ferreira
(27) 3636-1536/ (27) 99846-1111/ (27) 3636-9928 / (27) 99297-8693

[email protected]

Leia Também:  Equipe da Defa prende suspeito de aplicar golpe do 'falso sobrinho' em idosa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA