Política

PLC inclui geógrafos em carreira do Executivo

Publicado em

Tramita no Legislativo estadual uma proposta que inclui os bacharéis em geografia entre os profissionais admissíveis para a carreira de analista do Executivo. O Projeto de Lei Complementar (PLC) 35/2022, de autoria dos deputados Gandini (Cidadania) e Sergio Majeski (PSDB), altera a Lei Complementar (LC) 1.005/2022.

A referida LC alterou a LC 633/2012, que reestrutura a carreira de Analista do Executivo. A modificação, sancionada em abril, aumentou de 24 para 37 as opções de formação superior para ingresso na função. Os parlamentares basearam a proposta em uma demanda encaminhada pela Associação dos Geógrafos Brasileiros (AGB) e da Associação dos Geógrafos Profissionais do ES (Aprogeo-ES).

“O profissional com esta formação pode exercer satisfatoriamente as atribuições estabelecidas na lei, tais como pesquisar dados e proceder estudos comparativos, elaborar relatório, estudos e pesquisas e pareceres, bem como analisar, diagnosticar e acompanhar e avaliar programas, projetos e ações”, justificam os autores na matéria.

Atualmente a carreira de analista do Executivo admite profissionais com as seguintes formações: administração; ciências contábeis, sociais, econômicas e da computação; direito; antropologia; artes cênicas, plásticas e visuais; arquivologia; biblioteconomia; comunicação social; educação física; história; letras; literatura; museologia; música; nutrição; pedagogia; psicologia; serviço social; turismo; arquitetura e urbanismo; engenharias civil, elétrica, ambiental, mecânica, florestal, agronômica, química e cartográfica/agrimensura e da computação; estatística; análise de sistemas; e sistemas de Informação. 

Leia Também:  Dia da Água: Cipe Rio Doce realiza semana de debates

Tramitação

A matéria foi lida na sessão ordinária de segunda-feira (5) e vai receber parecer das comissões de Justiça.
 

Fonte: Assembléia Legislativa do ES

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cidades

Prefeito de Marataízes exonera quatro secretários municipais e mais 15 comissionados

Published

on

O prefeito em exercício de Marataízes, Jaiminho Machado, exonerou, em uma canetada só, quatro secretários municipais.

A lista foi publicada no diário oficial desta sexta-feira (12).

Além deles, consta na lista João Antonio Neto, o Joãozinho, gerente de gestão, que estava lotado no gabinete e também já exerceu cargo em primeiro escalão.

Em importância menor dentro da escala administrativa, também foram exoneradas outras 15 pessoas, entre diretores e outros.

Todos os nomes exonerados foram nomeados pelo então prefeito afastado Tininho Batista e eram colaboradores desde o seu primeiro mandato como prefeito.

Um dos secretários exonerados é Robson Abreu Silva que respondia por três secretarias.

Confira os secretários exonerados:

ANDERSON GOUVEIA DE OLIVEIRA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE DEFESA SOCIAL E SEGURANÇA PATRIMONIAL

ROBSON SEYR – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER

ANTÔNIO CARLOS SADER SANT’ANNA –  SECRETÁRIO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE

ROBSON ABREU SILVA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE PESCA E AQUICULTURA

ROBSON ABREU SILVA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA DE INTERIOR

Leia Também:  Hartung usa reunião do PMDB para confirmar pré-candidatura

ROBSON ABREU SILVA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE AGRICULTURA, AGROPECUÁRIA E ABASTECIMENTO

JOÃO ANTONIO NETO – GERENTE DE GESTÃO ADMINISTRATIVA

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA