Segurança

PCES prende casal suspeito de falsificar documentos para criminosos

Publicado em

O Departamento Especializado de Investigações Criminais (Deic), em ação conjunta com a Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC), prendeu, no último dia 9, um homem de 27 anos e uma mulher de 25 anos, no bairro Novo México, em Vila Velha. Eles são suspeitos de integrar uma organização criminosa que fabricava carteira de identidade (RG) e carteira nacional de habilitação (CNH), cujos papéis são supostamente oriundos de uma mesma gráfica.

Os documentos eram fabricados para diversos Estados da federação, além do Espírito Santo, também atendia Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. Detalhes sobre as prisões e sobre a investigação foram divulgados em entrevista coletiva, nessa quinta-feira (23), na Chefatura de Polícia Civil. 

As investigações tiveram início em fevereiro deste ano. A Polícia Civil percebeu que estava havendo uma grande apreensão de Carteira de Identidade e CNH falsas. Uma apuração foi iniciada, até chegar a um casal, que residia no bairro Novo México, em Vila Velha.

De acordo com o chefe da Divisão Especializada de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio (DRCCP), delegado Gabriel Monteiro Duarte, a equipe policial ao chegar ao endereço descobriu uma fábrica clandestina de produção de cédulas de identidade e CNHs. “Quando nos deparamos com esse material percebemos a perfeição que tinha o papel utilizado pelos criminosos e entendemos que se o papel não é o original que chega à polícia, trata-se de um material de altíssima qualidade”, relatou.

Leia Também:  Operação integrada resulta em apreensão de armas e munições no Norte do ES

Durante as diligências no interior do imóvel do casal, foram apreendidos 26 documentos, incluindo o RG de um traficante procurado no Estado.

Gabriel Monteiro explicou o modus operandi da organização criminosa: o criminoso foragido enviava uma foto 3×4 e os criminosos pesquisavam em bancos de dados nomes aleatórios, mas que não tinham espelho ou foto no sistema policial, sendo assim, inseriram os dados e com equipamentos de altíssima qualidade confeccionavam RG ou CNH perfeita, só sendo perceptível com exame de Perícia Técnico Laboratorial. O casal também produzia documentos falsos para estelionatários aplicarem golpes em instituições bancárias e até na Justiça, pois os criminosos não são capturados pela polícia.

Os policiais ao consultarem os antecedentes criminais da mulher de 25 anos, descobriram que ela tinha em seu desfavor um mandado de prisão por tráfico de drogas oriundo do Estado de São Paulo, já o homem de 27 anos tinha passagens por extorsão mediante sequestro.

O casal foi autuado em flagrante delito pelos crimes de receptação, falsificação de documentos públicos e por maquinários de falsificação, sendo encaminhados para a unidade prisional, ficando à disposição da Justiça.

Leia Também:  Guardas municipais de Cachoeiro recebem coletes à prova de bala mais resistentes

As investigações continuam para identificar e prender quem é o indivíduo intermediador dos criminosos e estelionatários, já o papel moeda será encaminhado para a perícia para saber se é o original usado pela polícia, caso não seja, o material vai passar pelo teste de luz negra e apurar como o casal consegue produzir o papel de altíssima qualidade.

Texto: Brenda Corti, estagiária da Seção de Imprensa e Comunicação Interna (Sicoi)

Assessoria de Comunicação Polícia Civil

Comunicação Interna – (27) 3137-9024

[email protected]

 

Informações à Imprensa:

Matheus Zardini / Olga Samara  

(27) 3636-1574 / (27) 99297-8693 / (27) 3636-1536 / (27) 99846-1111

[email protected]

 

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Segurança

Polícia Civil prende mandante de tentativa de homicídio em Sooretama

Published

on

A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Delegacia Regional de Linhares, realizou, na última sexta-feira (07), a prisão de um homem de 20 anos durante operação policial na cidade de Sooretama. O indivíduo estava com mandado de prisão por uma tentativa de homicídio ocorrido em janeiro de deste ano, no bairro Canaã, também em Sooretama.

As investigações apontam que o suspeito era o mandante do crime que foi motivado por questões relativas aos atritos gerados pela prática do crime de tráfico de entorpecentes. “O suspeito ofereceu uma arma de fogo para um adolescente de 17 anos para assassinar a vítima. Durante a ação criminosa, o adolescente efetuou cinco disparos contra a vítima, que conseguiu sobreviver aos ferimentos”, contou o titular da Delegacia de Polícia de Sooretama, delegado Fabrício Lucindo. 

O adolescente já havia sido apreendido em outra operação realizada pela PCES e está no Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases) Norte. Já contra o suspeito, foi cumprido o mandado de prisão e ele foi encaminhado, posteriormente, ao sistema prisional. 

Leia Também:  Ação conjunta prende suspeito de porte ilegal de arma de fogo em Pinheiros

Texto: Adriana Nascimento Amaral, Policial Civil – Seção de Imprensa e Comunicação Interna (Sicoi).

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024
[email protected]


Matheus Zardini / Olga Samara  
(27) 3636-1574 / (27) 99297-8693 / (27) 3636-1536 / (27) 99846-1111

Fonte: Polícia Civil ES

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA