Estado

PCES disponibiliza busca por desaparecidos por meio de aplicativo de mensagens instantâneas

Publicados

em


.

A Policia Civil adotou mais uma iniciativa no enfrentamento ao novo Coronavírus (Covid-19). A partir de agora, a busca por pessoas que estão desaparecidas há mais de 30 dias poderá ser feita com a ajuda de aplicativo de mensagens instatâneas. O objetivo é evitar a aglomeração de pessoas na Seção de Necrópsia do Departamento Médico Legal (DML).

“Com essa medida, espera-se reduzir em até 90% o atendimento presencial neste setor”, afirmou o chefe do DML,  Wanderson de Souza Lugão.

A medida vai permitir que os peritos que atuam na Seção de Necrópsia realizem o atendimento inicial usando  o aplicativo. “Os familiares poderão enviar pelo aplicativo, a data do desaparecimento, características físicas e outras informações pertinentes e os peritos efetuarão  a pesquisa nos registros de Cadáveres Não Identificados.  Caso seja necessário, a família será convidada a comparecer ao DML, para proceder a identificação”, afirmou o chefe do DML.

Ele ainda ressalta que não serão divulgadas fotos de cadáveres e nem de locais de crime pelo aplicativo. “Essa medida visa a preservar a vítima e as famílias. Portanto, a confirmação da identidade será feita por meio de análise das impressões digitais ou exame de DNA, caso necessário”, enfatizou.

Leia Também:  Banestes prorroga por mais dois anos validade de concurso público

Para os casos de desaparecimentos há menos de 30 dias, Lugão orienta que os familiares liguem para (27) 3137-9127 ou dirijam-se ao DML.

Texto: Fernanda Pontes

Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024
Agente de Polícia Fernanda Pontes
[email protected]

Atendimento à Imprensa:
Olga Samara/ Camila Ferreira
(27) 3636-1536/ (27) 99846-1111/ (27) 3636-9928 / (27) 99297-8693
[email protected]

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Governador assina Ordem de Serviço para conclusão das obras do Centro de Formação Camponês

Publicados

em


.

O governador do Estado, Renato Casagrande, assinou, nesta quinta-feira (21), em evento virtual, a Ordem de Serviço para conclusão das obras do Centro de Formação Camponês, situado no município de São Gabriel da Palha. A obra é de responsabilidade da Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti), com investimento de R$ 1.520.000,00. A administração do Centro ficará por conta da Associação de Pequenos Agricultores do Estado do Espírito Santo (APAGEES).

Em sua fala, o governador Casagrande destacou que essa é a primeira solenidade de assinatura de Ordem de Serviço feita de forma virtual, em decorrência da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). “Gostaria muito de estar presente em São Gabriel da Palha, mas como o momento não permite, estarei no município, se Deus permitir, para entregar essa obra. É uma alegria poder estar junto do movimento dos agricultores. É um projeto que iniciamos lá atrás, em nosso primeiro mandato e vamos concluí-lo”, disse.

A obra foi paralisada em 2016 em decorrência de inconformidades do projeto – feito inicialmente por profissional da comunidade –, em relação às normas de acessibilidade, bem como às normas técnicas do Corpo de Bombeiros. O projeto foi refeito pela Secretaria em 2019 e aprovado pela Prefeitura de São Gabriel da Palha e pelo Corpo de Bombeiros. A expectativa é de que o Centro de Formação Camponês seja concluído até janeiro de 2021.

“É muito bom podermos dar sequência. Tomei uma decisão ao assumir o Governo, que foi de não paralisar nenhuma obra que estava em andamento. É uma hora difícil para nós. Tivemos hoje uma reunião com o presidente da República [Jair Bolsonaro], em que pedimos a sanção do Projeto de Lei que ajuda os Estados e municípios. É preciso que a gente se reprograme, mas estou fazendo um esforço gigantesco para dar continuidade às obras que estavam em andamento”, garantiu Casagrande.

Leia Também:  Nova cartilha traz orientações sobre créditos emergenciais para empresas durante a pandemia

A secretária de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional, Cristina Engel, destacou a importância da obra e lembrou que o Centro vai ser erguido no local onde existia a sede da Associação, que foi demolida para construção da nova sede. “Com isso, eles ficaram durante todo esse tempo sem um local próprio, sem a antiga e sem a nova sede. Por isso, retomar essa obra, que será um local onde a Associação pretende oferecer cursos, promover eventos e trazer a comunidade que trabalha na agricultura para possibilitar a qualificação delas, para nós é uma grande honra. Estamos felizes em poder fazer essa contribuição”, afirmou.

Cristina Engel também comentou sobre o trabalho de cooperação executado entre a Secti e a APAGEES para retomada da obra: “Também deve ser destacado o esforço da APAGEES. A Associação lutou muito para que essa obra fosse retomada. Os associados foram extremamente colaborativos em tudo que nós precisamos. E essa cooperação mútua tornou possível a assinatura da Ordem de Serviço”, pontuou a secretária.

Participaram da solenidade, realizada por meio de videoconferência, a prefeita de São Gabriel da Palha, Céia Ferreira, além do deputado federal Josias Da Vitória e dos deputados estaduais Renzo Vasconcelos e Raquel Lessa.

Centro de Formação Camponês

O espaço vai abrigar as atividades da Associação de Pequenos Agricultores do Estado do Espírito Santo (APAGEES) e é um projeto que visa a fortalecer a população de todo o Estado, por meio da disponibilização de uma estrutura adequada para receber estes cidadãos e que permita resgatar e valorizar a identidade local, bem como oferecer cursos de capacitação/formação, principalmente para mulheres e juventude.

Leia Também:  Banestes prorroga por mais dois anos validade de concurso público

Os cursos serão voltados especialmente para as áreas de meio ambiente, água, agroecologia, sementes crioulas, comercialização/agroindústria, além de eventos relacionados à cultura.

Além disso, o objetivo do Centro de Formação Camponês, que será administrado pela própria APAGEES, é de proporcionar um ambiente adequado à integração da comunidade por meio da cultura e do esporte. 

O espaço será composto por áreas para atividades sociais, alojamento, área externa para prática de esportes, além de área de convívio.

A APAGEES

A Associação de Pequenos Agricultores do Estado do Espírito Santo desenvolve várias atividades com o objetivo de apoiar e ajudar os camponeses de todo o Estado. A Associação realiza diversas formações e capacitações para as famílias camponesas em diversas áreas profissionais ligadas ao campo.

A APAGEES apoia e fortalece as feiras livres e atividade culturais, além de fomentar parcerias com outras organizações, relação com os trabalhadores da cidade, entre outras atividades. A Associação trabalha para incentivar a produção e comercialização de alimentos saudáveis, a relação campo/cidade e o fortalecimento e permanência das famílias camponesas no campo com dignidade e qualidade de vida.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Governo
Giovani Pagotto
(27) 98895-0843

ssessoria de Comunicação da Secti
Samantha Nepomuceno
(27) 3636-1822 / (27) 3636-1819
[email protected]

 

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA