Economia

Patrão não deposita seu FGTS? Veja ferramenta que calcula o quanto ele te deve

Publicados

em

 

 

source
FGTS
O Dia

Plataforma ajuda trabalhador a calcular e emitir extrato do saldo do FGTS

Com a pandemia de Covid-19, inúmeros trabalhadores foram demitidos em razão da crise que se instalou no país. Porém, o que muita gente não esperava é ser surpreendido com valores menores no seu saldo do  Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ou até mesmo com inexistência de quantias a receber.

De acordo com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN), mais de 236 mil empresas estão inscritas na Dívida Ativa da União, com dívidas que ultrapassam os R$ 32 bilhões de fundo não depositado.

Em razão disso, o Instituto Fundo de Garantia do Trabalhador (IFGT) lançou a plataforma gratuita FGT para ajudar os trabalhadores a calcularem e emitirem extrato com saldo atualizado mensalmente para controle do que não foi depositado pelas empresas.

A ideia é que os trabalhadores tenham acesso ao valor correto com juros e correção monetária, distribuição de lucros, além da multa de 40% se forem demitidos sem justa causa e 20% no caso da demissão por acordo.

Leia Também:  Venezuelana Aerolíneas Estelar realiza operação pontual no Brasil

O sistema terá uma versão em aplicativo para celular, para os sistemas Android no Google Play. Já no site o link é  fundodegarantia.org.br.

O objetivo de criar a plataforma veio do aumento de demissões no período provocado pela pandemia da Covid-19. Com fechamento de inúmeras empresas e queda no faturamento, trabalhadores tiveram benefícios cortados pela falta de dinheiro.

“Milhares de trabalhadores foram demitidos sem justa causa e deram entrada no Seguro Desemprego, sem contar outros milhares de trabalhadores demitidos com menos de um ano de trabalho. A Caixa Econômica Federal, gestora do FGTS, só mostra o saldo do que é depositado pelas empresas ou empregadores domésticos, e qual é o saldo com Juros e Atualização Monetária, além da Distribuição de Lucro, que começou em 2017, do que não foi depositado”, explica Mario Avelino, presidente do  Instituto Fundo Devido ao Trabalhador.

Ainda segundo ele, quando a empresa está sem recursos, os impostos e encargos trabalhistas são deixados de lado.

“O empresário deixa por último. No caso do FGTS, a multa é muito baixa. Muitas vezes, o empresário primeiro paga os salários, depois os fornecedores e imposto do governo é uma última coisa”, afirma Avelino.

Leia Também:  Decreto de Bolsonaro e Guedes abre caminho para privatização do SUS; entenda

Ferramenta

O trabalhador tem a gratuidade de gerenciar até três contas. Assim, ele lança no site ou no aplicativo do instituto os meses não depositados para recuperar as informações da quantia que não foi paga. Com base nisso, ele pode tentar negociar com a empresa.

Quando o trabalhador não consegue uma resposta do empregador, a única solução para ele que não teve o benefício regularizado é a abertura de uma ação trabalhista. O empregado tem até dois anos para entrar com essa ação na Justiça do Trabalho.

“O FGT será muito útil para quem tem ou pretende entrar com uma ação na Justiça para recuperar perdas no Fundo, sejam trabalhadores e advogados. O trabalhador irá reconstituir o saldo no Fundo a receber para ver se vale a pena entrar com uma ação, e para quem já tem uma ação na Justiça ter o extrato com o saldo sempre atualizado, evitando o custo de um contador ou perito judicial”, explica Avelino.

Caso o prazo passe de dois anos e ele não tenha entrado com uma ação, o trabalhador fica na dependência do governo conseguir cobrar. Se o governo não conseguir, o trabalhador não receberá.

“Por isso, a necessidade do trabalhador que sair da empresa deve tentar regularizar o quanto antes”, finaliza o presidente do instituto.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Burger King dará sanduíche a cliente que for ‘voando’ de vassoura no Halloween

Publicados

em


source

Brasil Econômico

whopper de graça burger king
Divulgação/Burger King

Burger King dará um sanduíche Whopper a quem for de vassoura e máscara em uma unidade do restaurante com drive-thru no Halloween

As já tradicionais promoções especiais do Burger King para o Halloween, o Dia das Bruxas, 31 de outubro, vão acontecer em 2020 no Brasil mesmo diante da pandemia. Pensada para evitar o contato social e exigindo uso de máscara, a promoção deste ano dará um sanduíche Whopper aos clientes que forem a unidades do restaurante que tenham drive-thru ‘voando’ de vassoura.

A ação vai ocorrer nesta sexta-feira, dia 31 de outubro, das 10h às 18h, e o Burger King reforça que o uso de máscara e o respeito ao distanciamento social são imprescindíveis.

A rede de fast-food, que em anos anteriores já fez campanhas como o Halloween dos Boletos, quando a ‘assombração’, os boletos, eram na verdade vales-desconto. Neste ano, por conta da pandemia, o Burger King lembra que só será possível ganhar o Whopper de graça em unidades da rede com drive-thru.

Leia Também:  Athletico-PR e Flamengo fazem duelo de estreia na Copa do Brasil

Como participar da promoção de Halloween do Burger King?

– A promoção de Halloween é válida apenas em restaurantes com Drive Thru;
– Para confirmar se a unidade mais próxima de você faz parte, consulte no site ;
– A participação na  Vassoura Thru  é limitada a um sanduíche por CPF;
– Para participar da ação, será preciso seguir o fluxo normal de compras no drive-thru , aguardando na fila;
– A campanha é válida somente em 31 de outubro, Dia das Bruxas , das 10h às 18h;
– É obrigatório o uso de máscaras de proteção contra o novo coronavírus; e
– É obrigatório seguir as normas de distanciamento social para participar.

A campanha levou a hashtag #VassouraThru a ser um dos temas mais comentados no Twitter nesta segunda-feira (26), e o termo “Burger King” segue como um dos mais usados do país na rede social nesta quarta (28). A expectativa está alta, e, como não podia ser diferente, os memes não param. Confira alguns:

Leia Também:  Fim de semana no 9º Batalhão com cumprimento de mandado de busca e apreensão, recuperação de veículos, apreensão de armas e drogas nos municípios Cachoeiro, Castelo e Vargem Alta    


COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA