Turismo

Parques e atrações na Flórida reabrem para visitantes com regras de segurança

Publicados

em


source

Algumas das maiores atrações da Flórida, nos Estados Unidos, voltaram a receber turistas depois de terem suspendido as suas operações para evitar um maior contágio do novo coronavírus (Sars-Cov-2) entre turistas e funcionários.

Leia também: A magia vai voltar! Parques da Disney em Orlando já tem data de reabertura

Parque Legoland na flórida antes da pandemia do novo coronavírus
Divulgação

Além de anunciar a abertura de suas atrações, medidas de proteção e segurança para turistas e funcionários também foram divulgadas

Atrações como o Westgate River Ranch, Safari Wilderness, Bok Tower Gardens e o LEGOLAND Florida Resort começaram a reabrir suas portas após medidas de  prevenção e segurança contra o novo coronavírus terem sido implementadas nos locais.

O Westgate River Ranch, destino para os turistas que querem se conectar com a natureza, acampando em uma das diversas cabanas que ficam espalhadas entre os 1.700 hectares do parque, já funciona desde o dia 22 de maio. Já o Safari Wilderness também já retomou suas operações, com os turistas podendo dirigir os seus próprios carros pelas instalações das atrações.

Leia Também:  Do luxo à ruína: hotéis luxuosos que foram completamente abandonados

Por fim, o Bok Tower Gardens, terceiro maior jardim dos Estados Unidos, e o Resort temático LEGOLAND anunciaram a sua reabertura para esta segunda, dia 1 de junho.

Leia também: Covid-19: Universal Orlando Resort anuncia data de reabertura dos hotéis

Visando não criar focos de contágio, cada atração criou um plano de reabertura, que inclui medidas como a entrada controlada de pessoas, pagamento sem dinheiro em notas ou moedas, práticas de distanciamento social e limpeza frequente das áreas.

Pessoas participando do safari na flória
Divulgação

As atrações respeitarão as medidas de distanciamento social e práticas de higiene para contaminações entre os funcionários e os turistas.

O LEGOLAND Florida Resort foi mais além em suas medidas de precaução, diminuindo a capacidade do parque pela metade e obrigando que os turistas e funcionários realizem testes de medição de temperatura antes de entrar no parque. Quem apresentar uma febre que supere a temperatura de 38° C será impedido de entrar no parque .

Além disso, mais de 200 estações de higienização das mão foram instaladas em todo o parque, que fica na Flórida Central, incentivando turistas e funcionários a realizarem a higienização das mãos com frequência.

Leia Também:  Conheça a Jungle Cruise, atração que inspirou o novo filme da Disney

Leia também: Las Vegas poderá reabrir cassinos no próximo mês, diz governador

Algumas atrações e a interação com personagens no parque continuarão suspensas, visando seguir as recomendações de distanciamento social e práticas de higiene.

Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

10 filmes e séries internacionais com cenas gravadas no Brasil

Publicados

em


source
 A cena Warrior Falls (foto), de
Reprodução

A cena Warrior Falls (foto), de “Pantera Negra”, foi inspirada em maravilha natural brasileira




A sétima arte é uma maneiras muito eficaz para se conhecer novos lugares sem sair de casa. Além disso, muitos pontos turísticos ficaram famosos por cenas icônicas em filmes e séries . O Brasil já foi cenário de filmes e séries de sucesso internacional e que mostraram ao mundo tanto as belezas naturais, quanto as grandes cidades brasileira.


Seja como destino de lua de mel, mundo pós-apocalíptico ou cenário de perseguição, o Brasil foi ambientação de cenas e momentos cinematográficos emblemáticos. Alguns destes cenários brasileiros chegaram até a representar mundos fictícios, como planetas e nações de super-heróis! 

Confira a seguir algumas produções com cenas filmadas no Brasil e atualize a lista de destinos nacionais a conhecer em suas próximas viagens.

1- Velozes e Furiosos 5: Operação Rio


A franquia cinematográfica “Velozes e Furiosos” coleciona uma legião de fãs. Em 2011, foi a vez de trazer as perseguições e cenas de ação para o Rio de Janeiro. Na época das gravações, parte do elenco veio ao Brasil para gravar algumas cenas. Entre os locais visitados pelo elenco para fazer as gravações estão a Praia de Ipanema, Corcovado e o bairro da Lapa, alguns dos principais pontos turísticos da cidade.

No entanto, apenas uma pequena parte do filme foi rodada no país, apesar do título. A maioria das cenas foram gravadas em Porto Rico porque a produção por lá seria menos custosa do que aqui. Talvez isso explique o motivo pelo qual os “brasileiros” do filme falam espanhol.

2- Anaconda


O filme “Anaconda” é uma produção estadunidense com apoio do Brasil que trouxe para o país nomes como Jennifer Lopez, Ice Cube e Jon Voight para gravar a história de um grupo que desembarca na Amazônia para fazer um documentário.

Foram usadas como locações a cidade de Manaus, no Amazonas, além de trechos da floresta amazônica e do Rio Negro. As assustadoras cobras gigantes, no entanto, estão longe de fazer parte da biodiversidade local: as usadas no filme são robôs!

3- 007 Contra o Foguete da Morte


O Brasil é um dos mais de 40 países já visitados por James Bond na franquia 007. Em 1979, foi a vez do Rio de Janeiro se tornar alvo de missões do agente, na época interpretado por Roger Moore. Os bondinhos do Pão de Açúcar, um dos cartões postais da cidade, ambientaram a cena de porradaria entre ele o inimigo Jaws (Richard Kiel). Bond ainda é visto em diversos momentos no topo do Pão de Açúcar. Esta não é a única referência direta ao Brasil na trama, já que o agente também vai para a floresta amazônica em busca da base secreta de Hugo Drax (Michael Lonsdale).

4- A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 1


A saga Crepúsculo fez um sucesso estrondoso no mundo inteiro. Quando foram reveladas as gravações da parte final da franquia no Brasil, os fãs locais ficaram muito animados! Na primeira parte de “A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 1”, Edward (Robert Pattinson) e Bella (Kristen Stewart) vão para o Rio de Janeiro para passar a lua de mel.

Leia Também:  Destino dos famosos: Os parques de diversão em Orlando

Apesar de serem pessoas reservadas no filme, o casal escolheu o fervo do Rio de Janeiro para começar as comemorações. Os dois passeiam pelas ruas do bairro da Lapa, um dos marcos da vida noturna da cidade maravilhosa. O local é repleto de bares, restaurantes e casas noturnas, sendo considerado o berço da boemia carioca. 

Depois de toda curtição na capital, os dois passam a noite de núpcias em um refúgio tropical em Paraty, cidade perfeita para se isolar no Rio de Janeiro . Lá, eles ficam em um casarão tropical localizado na Praia da Costa, uma das 33 praias do Saco do Mamanguá, uma das regiões mais tranquilas e belas do local. O Mamanguá possui uma área de mangue e biodiversidade bem preservada, o que agrada quem gosta de estar cercado de natureza e quer relaxar.

Uma curiosidade sobre esta locação específica é que, em 2017, o dono da casa onde Edward e Bella passam a lua de mel foi condenado a mais de três anos de prisão por infrações ambientais, já que o imóvel estava erguido em uma área preservada. A Justiça ordenou que o imóvel fosse demolido.

Você viu?

5- As Panteras


Em 2019, “As Panteras” ganhou um reboot nos cinemas. A missão que abre o longa se passa no Rio de Janeiro, dando destaque à cidade maravilhosa. Na cena, a personagem de Kristen Stewart seduz sua primeira isca ao som de “Pantera”, música de Anitta especialmente para o projeto.

A vista de cima do trecho da praia de Ipanema destaca o glamour que será conferido ao longa (e empolgou os fãs do Brasil). Infelizmente a cena não foi realmente gravada por aqui e foi apenas reproduzida em CGI, mas não deixa o momento menos empolgante.

6- Vingadores: Guerra Infinita


Tanto “Guerra Infinita” como “Ultimato” possuem cenas em Vormir, o planeta desértico que abriga a jóia da alma. O que muita gente não sabe é que a estética do local foi inspirada por uma das atrações turísticas naturais mais belas e procuradas do Brasil: os lençóis maranhenses.

Se olhar com cuidado, é possível encontrar similaridades entre os padrões de areia no Maranhão e os de Vormir. A cena passou despercebida por conta, principalmente, da quantidade de efeitos visuais aplicados na cena para dar o tom galáctico daquele mundo. As cenas não foram gravadas in loco, mas os estúdios da Marvel enviaram uma equipe para gravar a paisagem, enquanto os atores mantiveram as gravações em chroma key.

7- Pantera Negra


O mesmo processo de gravação de paisagens e gravações posteriores com atores aconteceu em “Pantera Negra”. Outra maravilha brasileira foi utilizada como inspiração para a arena de luta e local onde ocorre a cerimônia de coroação do Rei T’Challa, interpretado por Chadwick Boseman, que morreu aos 42 de câncer, em 2020 .

As chamadas Warrior Falls foram inspiradas nas Cataratas do Iguaçu, em Foz do Iguaçu. A atração já foi  eleita como uma das novas sete maravilhas da natureza  e possui em torno de 270 quedas de água, que se espalham entre a região do Paraná e na Argentina. O Parque Nacional do Iguaçu dá acesso às cataratas do lado brasileiro e oferece diversas atividades radicais; além de abrigar o único hotel cinco estrelas do Brasi l.

Leia Também:  Conheça a Jungle Cruise, atração que inspirou o novo filme da Disney

8- Ensaio Sobre a Cegueira


Com Mark Ruffalo, Julianne Moore e Alice Braga no elenco, a adaptação do livro de mesmo nome do autor José Saramago, lançada em 2008, teve cenas rodadas em São Paulo e em Osasco. Os cenários imaginam essas cidades como um mundo pós-apocalíptico: a cidade aparece vazia, com lixos espalhados e carros batidos, fazendo alusão aos efeitos causados pela cegueira repentina na população.

Boa parte do filme se passa em instalações militares fictícias, mas cenas importantes mostram o Centro Antigo da capital paulista. O filme passa por cenários como o Minhocão, Viaduto do Chá, a fachada do Edifício Alexandre Mackenzie (conhecido como Shopping Light ou Prédio da Light), a lateral do prédio da prefeitura e até mesmo a Ponte Estaiada, na Marginal Pinheiros. Em Osasco, foi usado o pátio de trens da estação Presidente Altino, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

9- Black Mirror


O Centro Antigo de São Paulo também brilha no episódio Striking Vipers, da quinta temporada de “Black Mirror”. A paisagem urbana é de extrema importância para o tom do episódio, o que dá preferência a edifícios e viadutos. Os detalhes amarelos do Viaduto Santa Efigênia e os prédios em tons pastéis do Viaduto Plínio Queiroz ganham cenas de destaque.

O enquadramento das colunas do Edifício Louvre, localizado em frente à Biblioteca Mário de Andrade, na Praça da República, rouba a cena e se torna um frame marcante do episódio. O topo do Edifício Copan, clássico prédio modernista da cidade que serviu como cenário para o jogo de luta jogado pelos personagens, fecha o episódio.

Além disso, o  episódio de Black Mirror mostra restaurantes paulistanos , boates e bares. É o caso da balada de música eletrônica The Year, na Vila Leopoldina; O Seen Restaurant & Bar, restaurante com vista de 360º no alto da cidade, próximo à Alameda Santos; e o Jericoacoara Bar, bar na Avenida Nove de Julho muito conhecido por suas porções, caldos e variedade de drinks.

10- Sense8


A Avenida Paulista é o destaque de uma das cenas mais emblemáticas da série “Sense8”, criada pelas irmãs Wachowski para a Netflix. No entanto, a avenida mais querida dos paulistanos foi apresentada em uma ocasião importante para a cidade: durante uma das Paradas do Orgulho LGBTQIAP+ . A parada de São Paulo é considerada a maior do mundo, superando o berço do evento, em São Francisco.

Na série, os oito protagonistas ficam no topo de um trio elétrico cheio de balões com as cores da bandeira, com direito a muita música e aglomeração! O momento foi bastante marcante tanto para a comunidade queer local como para o arco LGBT da série.

Em dias habituais, a Avenida Paulista é um dos centros artísticos, econômicos, gastronômicos e de lazer da cidade — tanto que há um decreto que determina que ela fique fechada para carros aos domingos.

Os quase três quilômetros da avenida abriga shoppings, lojas, restaurantes, centros culturais e museus, como o Museu de Arte de São Paulo (MASP), o Sesc Avenida Paulista (que conta com um mirante de onde é possível ver a cidade) e o Instituto Moreira Salles (IMS).

Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA