Esporte

Paraná é derrotado pelo Guaraní por 2 a 1 na Vila Capanema

Publicados

em


O Paraná foi derrotado para o Guarani, por 2 a 1 nesta terça-feira (24), pela 23ª rodada da Série B do Brasileiro, na Vila Capanema. Com o resultado o Tricolor fica na 13ª posição, com 29 pontos conquistados, o próximo confronto é diante do Operário, sexta-feira (27), às 19h15, no estádio Germano Kruger.

O jogo começou com os dois times se estudando bastante e com poucas chances de gol. A primeira boa oportunidade da partida surgiu aos 27 minutos, quando o lateral Paulo Henrique arriscou de longe e o goleiro fez a defesa. Aos 31 minutos, o Guarani abriu o placar em um chute de fora da área. O Tricolor tentou a reação ainda na primeira etapa, Matheus Matias finalizou de longe a bola desviou em Thiago Alves e entrou, porém o atacante paranista estava em posição irregular.

A equipe paranista voltou melhor para a segunda etapa. Aos 22 minutos saiu o empate, Fabrício fez lindo lançamento para Wandson, o atacante dominou e finalizou, 1×1. Com o gol o Paraná Clube foi pra cima, Bruno Lopes e Léo Castro tiveram oportunidades, mas a bola não entrou. Aos 48 minutos o time visitante fez o segundo e venceu a partida.

  Ponte Preta vence o Guaraní por 2 a 0 e volta para o G -4

Leia Também:  Com gols de pênaltis, Bragantino vence o Ceará por 2 a 1 na Arena Castelão

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Luxemburgo faz análise do time e incentiva para próxima partida

Publicados

em


Apesar do resultado negativo, o Vasco permaneceu na mesma posição na tabela, com 32 pontos. Vanderlei declarou que a atuação da equipe durante os 90 minutos, não foi convincente. Disse ainda que o maior prejuízo foi ter perdido para um adversário que está lá embaixo na tabela e ressaltou que a equipe terá que buscar esse resultado negativo de alguma forma.

– Era um confronto direto. O prejuízo é que perdemos para um adversário que está lá embaixo na tabela. E com uma vitória hoje avançaríamos para 35 pontos e ficaríamos muito próximos do nosso objetivo inicial. Não tivemos uma atuação convincente. O segundo tempo, com um jogador a menos, a equipe se dedicou, correu bastante, mas não foi o suficiente para conseguirmos o resultado. Mas é uma situação que poderia acontecer. Vamos ter que buscar esse resultado negativo em casa de outra maneira – disse Vanderlei Luxemburgo.

Restando nove partidas para o fim do Campeonato Brasileiro, o Vasco ainda tem seus objetos a cumprir. Vanderlei Luxemburgo tranquilizou a todos dizendo que o resultado da partida não muda em nada a situação da equipe e que todos irão continuar correndo atrás dos seus objetivos.

  Após empate com Bragantino Vasco treina para próximos confrontos

Leia Também:  Internacional vence o Fotaleza e fica a um ponto do topo do Brasileirão

– Ainda temos nove jogos e essa conta que estamos fazendo é de 12 jogos. Se tivéssemos ganhado hoje, não terminaríamos a competição, nem teríamos ficado na Primeira Divisão. Perdemos hoje e também não muda nada. Nós continuamos correndo atrás da manutenção da equipe na Primeira Divisão.

Confira outros trechos da entrevista:

Expulsão do Henrique

– Eu ainda não vi o take. Preciso ver o take para fazer uma análise e não falar bobagem. Perder um jogador no primeiro tempo é sempre muito ruim. Mas gostaria de dar uma olhada para interpretar. Tem lances que você tem a intenção de dar a cotovelada e tem lances que você não tem, mas acontece, é algo do jogo. Por isso gostaria de dar uma olhada e falar sobre o que aconteceu.

Substituições na partida

– Eu tenho um lateral jogando no meio-campo, que já jogou algumas vezes de lateral-esquerdo. Por que eu vou trocar um jogador ainda no primeiro tempo? E como ele atuou bem na lateral, não teve nenhum problema ali, eu preferi deixar do que fazer a substituição. Depois eu fiz a substituição vendo o que o Coritiba ia fazer.

  Vasco trabalha forte com foco na partida contra o Sport

Leia Também:  Sport | Deyvson assina primeiro contrato profissional

Volta de Benítez

– Ficou claro que ele precisa de mais jogo. Você não tem como levar 15 dias preparando o jogador, porque não dá tempo. Você tem que usar o jogador, como usei. Vamos ver agora na representação para ver como vamos preparar o time para quarta-feira. Vamos ver o que podemos fazer.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA