Economia

Pandemia custou 3,7 trilhões de dólares aos trabalhadores do mundo todo, diz ONU

Publicados

em

 

 

source

Brasil Econômico

Fila de desempregados em agência no RS
Reprodução / CUT

Fila de desempregados em agência no RS

A crise econômica da  Covid-19 custou aos trabalhadores em todo o mundo 3,7 trilhões de dólares perdidos, o que equivaleria a mais de 20 trilhões de reais, de acordo com a OIT (Organização Internacional do Trabalho), a agência multilateral da ONU, especializada nas questões do trabalho. Isso porque, segundo os dados levantados, o ano de 2020 teve cerca de 9% de horas de trabalho a menos que em 2019.

Esse impacto é, aproximadamente, quatro vezes maior que o sofrido pelos trabalhadores nas crises de 2008 e 2009.

De acordo com a OIT, as mulheres e os trabalhadores mais jovens sofreram o impacto da perda de empregos e da redução de horas. O organismo também alertou que as pessoas nos setores mais afetados pela crise – como hotelaria e varejo – correm o risco de ficar para trás quando a economia se recuperar.

Você viu?

De acordo com o órgão, os níveis de desigualdade social correm o risco de aumentar ao ponto de se tornarem uma característica definidora da recuperação econômica da Covid-19. A agência disse que os governos em todo o mundo precisam tomar medidas urgentes para apoiar as populações mais frágeis, econômica e socialmente.

Leia Também:  EBC dá prejuízo de R$ 550 mi por ano e deve ser privatizada neste ano, diz Faria

Recortes da crise

A crise no mercado de trabalho afetou mais as mulheres que os homens. O novo relatório mostrou que, além das trabalhadoras serem mais propensas a perder o emprego, elas têm mais dificuldade de se recolocar no merecado de trabalho. O estudo também mostrou que os jovens sofreram o impacto da pandemia intensamente, tanto na saída da força de trabalho quanto no atraso pela busca do primeiro emprego.

A OIT disse que a implementação gradual da vacina de Covid-19 pelo mundo é um horizonte de melhora no mercado de trabalho. No entanto, a agência afirmou que a contínua crise econômica levará a uma perda de 3% das horas de trabalho em 2021 no mundo inteiro em comparação com o final de 2019. Essa queda é equivalente a 90 milhões de empregos em tempo integral.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Ninguém acerta dezenas e Mega-Sena acumula para R$ 27 milhões

Publicados

em


source
Mega-Sena está acumulada em R$ 27 milhões
ESTADÃO CONTEÚDO

Mega-Sena está acumulada em R$ 27 milhões

Ninguém acertou os seis números sorteados pela Caixa Econômica Federal neste sábado (06), no concurso 2350 da Mega-Sena. As dezenas sorteadas foram:

25 – 28 – 29 – 34 – 41 – 45

Com isso, o sorteio da próxima quarta-feira(10) tem prêmio estimulado em R$ 27 milhões.

Como apostar online na Mega-Sena

Para aqueles que apostarem pela internet, não é possível optar pela aposta mínima de R$ 4,50. No site da Caixa, o valor mínimo para apostar na Mega-Sena é de R$ 30, tanto com uma ou mais apostas.

Para fazer uma aposta maior, com 7 números, e ter uma chance maior de ganhar, o preço sobe para R$ 31,50. Outra opção para atingir o preço mínimo é fazer sete apostas simples, que juntas têm o mesmo valor, de R$ 31,50. Os bolões, disponíveis online, são outra opção viável.

Você viu?

Como funciona a Mega-Sena

O concurso é realizado pela Caixa Econômica Federal e o vencedor pode receber milhões de reais se acertar as seis dezenas. Os sorteios ocorrem pelo menos duas vezes por semana – geralmente, às quartas-feiras e aos sábados. O apostador também pode ganhar prêmios com valor mais baixo caso acerte quatro ou cinco números, conhecidas como Quadra e Quina , respectivamente.

Na hora de jogar, o apostador pode escolher os números ou tentar a sorte com a Surpresinha . Esse modelo consiste na escolha automática, realizada pelo sistema, das dezenas jogadas.

Outra opção é manter a mesma aposta por dois, quatro ou até oito sorteios consecutivos, conhecida como Teimosinha.

Premiação

Os prêmios costumam iniciar em, aproximadamente, R$ 3 milhões para quem acertar as seis dezenas. Dessa forma, o valor vai acumulando a cada concurso sem vencedor.

Também é possível ganhar prêmios ao acertar quatro ou cinco números dentre os 60 disponíveis no volante de apostas. Para isso, é preciso marcar de seis a 15 números do volante.

O prêmio total da Mega-Sena corresponde a 43,35% da arrecadação. Deste valor:

  • 35% são distribuídos entre os acertadores dos seis números sorteados;
  • 19% entre os acertadores de cinco números (Quina);
  • 19% entre os acertadores de quatro números (Quadra);
  • 22% ficam acumulados e distribuídos aos acertadores dos seis números nos concursos terminados em zero ou cinco; e
  • 5% ficam acumulado para a primeira faixa (Sena) do último concurso do ano de final zero ou cinco.
Leia Também:  Etanol sobe nas bombas, impactado pelo aumento da gasolina e atraso na safra

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA