Negócios

Número de novas empresas cresce 18% em Cachoeiro

Publicados

em

Por | 14.01.2013

 

Cachoeiro de Itapemirim registrou crescimento de 18% na criação de novas empresas em 2012. De acordo com a Secretaria Municipal de Fazenda, foram feitas no ano 1.779 inscrições de pessoas jurídicas, 281 a mais do que em 2011.

 

Metade dos novos negócios corresponde a formalizações de empreendedores individuais. São trabalhadores informais, como cabeleireiras e vendedores, que optaram pela legalização de suas atividades para contar com benefícios trabalhistas e previdenciários.

 

Nos quatro últimos anos, foram criadas 5.334 novas empresas em Cachoeiro. Impulsionados por medidas de estímulo, os pequenos negócios são maioria.

 

“Os micro e pequenos empresários da cidade têm tratamento diferenciado garantido por lei municipal, linhas de crédito, entre outros mecanismos e vantagens que incentivam o surgimento de novos negócios”, explica o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ricardo Coelho.

 

De acordo com o secretário, “o governo municipal entende, e já está provado, que a pequena empresa tem maior capilaridade e gera mais empregos”. “Isso reflete na melhoria da economia local e até na arrecadação de tributos para o município. Este ano, vamos avançar ainda mais, inclusive com mais licitações exclusivas para empresas desse porte”, declara.

Leia Também:  Nossocrédito Cachoeiro: R$ 2,5 milhões financiados e novo recorde

 

Formalização é necessidade


Como polo regional de prestação de serviços que é, o município de Cachoeiro precisa ter fornecedores com condições de atender as demandas de grandes projetos industriais do entorno. Isso representa oportunidades para os pequenos negócios, que precisam estar formalizados para aproveitá-las.


“Só vende para grandes empresas quem estiver formalizado. A formalização passou a ser necessidade, por isso a incentivamos. Implantamos, por exemplo, a Sala do Empreendedor, que tem sido importante para facilitar e acelerar o processo de legalização”, explica Ricardo Coelho.

Consulta de viabilidade para abertura de negócios e orientações sobre o programa Empreendedor Individual são outros serviços gratuitos oferecidos pela Sala do Empreendedor, que funciona no Mercado Municipal São João, no bairro Amarelo, das 7h às 13h.

 

 

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Negócios

Economia forte faz Ford lançar no Brasil primeiro carro global

Publicados

em

Por

Por | 05.01.2012

 

BRASÍLIA – AGÊNCIA CONGRESSO – O ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, falou da força da economia brasileira durante o lançamento do novo Ford EcoSport, o primeiro carro da Ford produzido no Brasil, que será exportado para mais de 100 países.

“Esse é um momento especial, vivemos um momento de crise mundial e ao mesmo tempo os investimentos no Brasil crescem. Isso mostra a força do nosso país que hoje é fundamental para a sustentação da economia global”, disse Mercadante, que representou a presidenta Dilma no evento.

 

Criado em Camaçari, na Bahia, o EcoSport de nova geração faz hoje sua pré-estreia mundial também na capital da Índia. Os eventos em Brasília e Nova Déli simbolizam a popularidade que a Ford espera alcançar nos grandes mercados emergentes globais e também o crescente papel que a área de desenvolvimento do produto da América do Sul.

Os investimentos do novo Ecosport fazem parte de um total de R$ 2,8 bilhões que a companhia pretende investir no Nordeste, até 2015

“O lançamento no Brasil e na Índia, dois países da BRICS, mostra a nossa força e importância na economia mundial. Em um momento de crise global continuamos crescendo e vamos investir cada vez mais em pesquisa, engenharia, crédito e incentivo fiscal”, acrescentou o ministro.

O governador da Bahia, Jaques Wagner, também participou do lançamento e falou da importância do investimento para a economia da país e do seu estado.

“O Brasil começou na Bahia e o primeiro carro global da Ford também foi criado lá. A criatividade do nosso povo está nesse projeto que foi liderado por mais de mil engenheiros brasileiros na Bahia. É um orgulho ter um carro vendido em todo mundo com o carimbo do Brasil”, disse o governador.

Leia Também:  Custo médio da construção civil no Espírito Santo encerra dezembro de 2011 estável

Com mais de 700.000 unidades produzidas desde o lançamento em 2003, o EcoSport é um caso de sucesso da indústria automobilística latino-americana. Desde então, tem sido o modelo mais vendido da categoria na região. O Centro de Desenvolvimento do Produto da Ford América do Sul fica localizado no Complexo Industrial Ford Nordeste, em Camaçari, na Bahia. Único do gênero na região, ele conta com mais de 1.200 engenheiros e designers que utilizam o estado da arte da tecnologia, incluindo avançadas ferramentas de design e engenharia baseadas em computação (CAD/CAE), para o desenvolvimento de veículos.


Ele é um dos oito centros de excelência da Ford no mundo e opera conectado em tempo real com outros centros nos Estados Unidos, Europa e Ásia.O complexo foi inaugurado em 2001 e trabalha junto com o Campo de Provas de Tatuí, em São Paulo, onde os novos veículos são testados e certificados. Ele é um dos dois únicos campos de provas existentes na América do Sul e um dos mais modernos do mundo.

Leia Também:  Fruticultura cresce no Espírito Santo

 

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA