Cidades

Novos agentes comunitários de saúde iniciam atividades em Cachoeiro

Publicados

em

Nesta quarta-feira (24), 51 novos agentes comunitários iniciaram suas atividades em 24 Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Cachoeiro de Itapemirim. Antes de começarem o serviço, os agentes receberam um treinamento no dia anterior.

O agente comunitário de saúde profissional é responsável por realizar atividades que previnem doenças e promovem a saúde das pessoas. Suas ações são realizadas com base em estratégias de educação, feitas em domicílios ou comunidades, conforme as diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS).

Por conta da pandemia, a entrada desses profissionais servirá como um reforço na busca ativa de moradores que se encaixam nas faixas etárias para vacinação contra Covid-19, além de contribuir para ampliar o número de cadastros para acompanhamento das equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF).

Mais quatro novos agentes iniciarão suas atividades em abril. A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) poderá convocar mais profissionais, de acordo com a necessidade.

“Os agentes comunitários de saúde desenvolvem um trabalho fundamental na rede pública de saúde, contribuindo para ampliar o alcance dos serviços nos mais diversos locais. Neste período tão desafiador que estamos enfrentando, ampliar o número de agentes contribui muito para fortalecer as nossas ações”, afirma o secretário municipal de Saúde, Alex Wingler.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Estado do Rio melhora índices epidemiológicos da covid-19
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Prefeitura de Marataízes devolve pracinha da Bacia das Turcas à população

Publicados

em

A Prefeitura de Marataízes, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Habitação e Trabalho (SEMASHT), concluiu o processo de resgate das pessoas em situação de rua que utilizavam a pracinha da Bacia das Turcas como moradia.

Ao todo 15 pessoas foram resgatadas do local. Todas receberam alimentação, atendimento médico, banho, roupas e documentação. Em seguida essas pessoas foram encaminhadas pelo   Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) ao serviço de assistência social de seus municípios de origem e de lá levadas às suas famílias.

Hoje a pracinha da Bacia das Turcas está desocupada e devolvida à população de Marataízes. O local já foi limpo de todo o material que essas pessoas mantinham lá, mas deverá em breve receber melhorias no visual. Além disso, a Guarda Civil Municipal (GCM) está atenta para evitar novas ocupações neste e em outros locais do Município.

É importante esclarecer que de acordo com a Constituição Federal as pessoas têm o direito de ir e vir, ou seja, podem ficar em qualquer lugar público, porém não podem fazer do local sua moradia. Agindo assim, acabam elas ferindo a legislação, pois restringem o direito de ir e vir de toda a população.

Leia Também:  Governo abre seleção para professores atuarem em cursos do Pronatec prisional
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA