Política

?No que depender de mim, o PMDB estará com Casagrande para o governo e Hartung para o Senado?

Publicados

em

A frase é de senador peemedebista Ricardo Ferraço.

Por | 11.05.2014

Ilauro Oliveira

Foto: internet

Novamente o senador Ricardo Ferraço (PMDB) veio a público defender a continuidade do Governo Renato Casagrande (PSB). Em entrevista ao jornal A Gazeta, edição deste final de semana, o peemedebista disse que se depender dele, Paulo Hartung (PMDB) será candidato a senador.

 

“Casagrande teve a gestão aprovada por 60% na pesquisa publicada no jornal A Gazeta, as pessoas estão achando que ele vai bem. É uma boa avaliação. Já lá atrás eu senti esse desejo hegemônico pela reeleição de Casagrande e vindo não só desses 57 prefeitos. Estou nesse alinhamento, neste sentimento. No que depender de mim, o PMDB estará com Casagrande para o governo e lançando Hartung para o Senado. Esse é o cenário que mais nos fortalece”.

 

Ao citar a necessidade de fortalecer o Espírito Santo, sem a divisão de lideranças políticas, ele lembrou as ameaças que ainda rondam o estado em nível federal.

 

Leia Também:  Proposta cria a Rota da Serra das Torres

“Tem gente imaginando que o Espírito Santo navega em mar de almirante, só que o governo federal está articulando a redução da alíquota de ICMS, há a briga dos royalties do petróleo e a súmula que dá fim a incentivos fiscais locais no Supremo Tribunal Federal. Isso tudo tem enorme capacidade de desorganizar o ES”.

 

Ricardo negou que tenha rompido com Hartung, mas mandou um recado direto ao dizer que a reconstrução do ES não foi tarefa de uma pessoa só, e sim uma tarefa coletiva: “A reconstrução do Estado não é obra individual de ninguém, é obra coletiva. Não é hora de pagar para ver e estimular uma briga e luta política fratricida, a qualquer custo e que traga prejuízos ao Espírito Santo”.

 

 

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Escola: PL exige diploma de educação física

Publicados

em


Tornar o ensino de educação física na educação infantil e nos ensinos fundamental e médio prerrogativa exclusiva de profissionais com curso superior de licenciatura na área. Esse é o objetivo do Projeto de Lei (PL) 250/2021, elaborado pelo deputado Pr. Marcos Mansur (PSDB). 

De acordo com a iniciativa, a medida se estende a escolas públicas e particulares. O diploma profissional deverá ter sido expedido por instituição reconhecida e registrada no Ministério da Educação e Cultura (MEC) e devidamente registrado no respectivo conselho de classe.

“Muitas escolas que atuam na etapa da educação básica não possuem profissionais com licenciatura em educação física orientando ou ministrando as atividades programadas para esse componente curricular, que é obrigatório para toda a educação básica, nos termos da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB)”, argumenta o autor na justificativa do projeto.

O deputado reforça que o desenvolvimento da capacidade física e das habilidades motoras são fundamentais para se evitar uma série de déficits motores e de outras limitações nos âmbitos cognitivo, socioafetivo e emocional em crianças e adolescentes. 

Leia Também:  Alesinha: 21 mil interações em três meses

“Não se deve prescindir dos conhecimentos específicos da área da educação física para aplicação na faixa etária dos educandos das etapas da educação básica”, afirma.

Em caso de aprovação e sanção da proposta, a lei derivada passa a valer a partir da sua publicação em diário oficial. As escolas, entretanto, terão o prazo de dois anos para se adequar à nova realidade. 

Tramitação

A proposição foi lida na sessão ordinária da última segunda-feira (14) e encaminhada para as comissões de Justiça, Educação e Finanças.
 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA