Carros e Motos

No Japão, Kicks é atualizado e tem versão híbrida que faz 23 km/l

Publicado em

SUV compacto aposta em novas tecnologias no Japão para manter seu apelo
Divulgação

SUV compacto aposta em novas tecnologias no Japão para manter seu apelo

A Nissan apresentou a linha 2023 do Kicks japonês com novidades em seu sistema híbrido. Agora, o Kicks e-Power terá novas baterias, com maior capacidade e um motor elétrico mais potente. Quando seu passaporte for efetivamente carimbado para o Brasil, deverá iniciar as vendas no mercado nacional apenas depois de 2024.

Em 2020 o Kicks e-Power asiático trazia um motor a combustão de três cilindros, com 1,2 litro, de 79 cv e 10,5 kgfm de torque. Aliado a ele, funcionava um motor elétrico de 128 cv e 26 kgfm de torque, com baterias tinham 1,57 kWh. Na nova linha, a Nissan aumentou a potência do motor elétrico para 135 cv e o torque passou a ser de 28,5 kgfm, com baterias de 2,06 kWh.

Leia Também:  Número de motoristas mulheres profissionais sobe em 17,5%, diz Detran

Segundo a Nissan, essa atualização irá permitir que o Kicks e-Power seja 6% mais econômico que o modelo equipado com a primeira geração do sistema híbrido .

Além disso, o Kicks e-Power 2023 será oferecido com o opcional de tração integral, algo inédito para o modelo. Agora o modelo contará com o aviso de colisão frontal em de série, com um sensor instalado na dianteira do veículo.

A Nissan afirma ter realizado atualizações no sistema e-pedal, que permite condução com apenas o pedal do acelerador, e agora, fará desacelerações mais suaves.

Novas combinações de cores são a novidade para o interior do Kicks japonês
Divulgação

Novas combinações de cores são a novidade para o interior do Kicks japonês

O interior recebeu atenção especial, e o console central foi redesenhado e ganhou uma nova alavanca de câmbio, além de novas combinações de cores para os bancos.

O modelo parte de 2,798,400 yen (R$ 110 mil) na versão de tração dianteira, enquanto a opção de tração integral custa R$ 129.154 na conversão direta. No Brasil a Nissan ainda não oferece nenhum modelo híbrido, mas oferece o Leaf, que é 100% elétrico.

Leia Também:  Engenheira transforma seu Fusca 72 em um carro 100% elétrico

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carros e Motos

Novos faróis da Ford podem projetar placas de trânsito nas estradas

Published

on


Repare no símbolo projetado no piso, o que mostra o princípio do funcionamento do novo sistema
Divulgação

Repare no símbolo projetado no piso, o que mostra o princípio do funcionamento do novo sistema

Se você acha que conhece bem a última tecnologia de exibição frontal conhecido como HUD – Head-Up Display que reúne informações como distância percorrida, falha de bateria e até alertas para limite de velocidade, permitindo que os motoristas continuem olhando pelo para-brisa sem desviar a atenção, conheça a mais nova invenção da Ford.

Ao contrário do HUD tradicional, que projeta as informações no para-brisa, a mais recente da tecnologia da Ford projeta informações cruciais, como sinais de trânsito e condições de via na estrada que se estende à frente deles.

Baseado em uma nova geração de faróis de LED , o conjunto óptico além de iluminar, projeta dados na pista como direções a seguir, limites de velocidade, além de poder ser usado para ajudar aqueles que estão fora do carro, como pedestres, iluminando cruzamentos ou ajudando os motoristas a contornar os ciclistas, garantindo que o carro não passe muito perto.

Leia Também:  Engenheira transforma seu Fusca 72 em um carro 100% elétrico


Como se isso não bastasse, outras informações úteis que podem ser transmitidas para a estrada incluem dados meteorológicos , como um símbolo de floco de neve quando as estradas podem estar congeladas, dados de tráfego e guias para ajudar os motoristas a avaliar se uma vaga de estacionamento é grande o suficiente antes de tentar parar o carro.

A Ford enfatiza que sua versão da tecnologia ainda está em fase de desenvolvimento e pode não estar disponível em todos os mercados do mundo devido a diferentes regulamentações.

Outra empresa que inventou um sistema parecido foi a Mercedes-Benz. O Digital Light, incorporado em 2016, está disponível a partir do Classe C 2022 em alguns países.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA