Tecnologia

NGL é anônimo mesmo? Veja detalhes do app que viralizou no Instagram

Publicado em

Confira como funciona o NGL
Reprodução

Confira como funciona o NGL

A brincadeira de enviar mensagens anônimas pelos stories do Instagram viralizou na rede social, mas é comum que alguns usuários ainda fiquem em dúvida sobre o que é o NGL – sigla que aparece no link colado –, como funciona essa caixa de perguntas e o quão anônima é, de fato, essa interação.

Lançado em novembro de 2021 no estado da Califórnia, o NGL é uma plataforma interativa que permite que usuários enviam mensagens de maneira anônima para uma pessoa. Apesar de não ser uma ferramenta oficial do Instagram, o aplicativo foi criado para ser usado junto à rede social, permitindo assim que um perfil, após vincular sua conta ao recurso, possa receber mensagens anônimas de qualquer um de seus seguidores.

Disponível gratuitamente para iOS e Android, mas contando com compras dentro do app, ele é a abreviação de Not Gonna Lie (não vou mentir, em tradução livre) e tem como proposta criar uma interação saudável entre alguém que deseja enviar um elogio, fazer uma declaração ou realizar uma pergunta para outra pessoa, sem ser identificado.

Como funciona o app NGL?

Ao baixar o aplicativo do NGL em seu dispositivo Android ou iOS, o usuário cria uma conta, vinculando o @ do seu Instagram. Em seguida, a plataforma gera um link exclusivo, que ele deve compartilhar em seu Story – e que pode ter a frase “send me anonymous message” (me envie uma mensagem anônima, em tradução livre) trocada para qualquer outro tipo de interação, como “fale o que você acha de mim” ou “me envie uma pergunta”.

Leia Também:  iPhone 14 Pro pode ganhar always-on display como em celulares Android

Feito isso, os seguidores do perfil poderão clicar no link e enviar suas dúvidas ou declarações, que irão aparecer de forma anônima para o usuário no aplicativo do NGL, em uma aba chamada Inbox.

Nessa área, em que apenas o próprio perfil tem acesso, o usuário poderá visualizar e responder às mensagens. E, se quiser, compartilhá-las de volta no Stories do Instagram, para que seus seguidores também vejam os envios e as dúvidas respondidas.

Posso descobrir quem me enviou uma mensagem pelo NGL?

Oficialmente, não, mas há algumas brechas. Apesar de ser um app gratuito, o NGL possui alguns níveis de assinatura (em um teste de contratação, o plano oferecido para mim foi de R$ 48,90/semana), em que o usuário recebe dicas de quem enviou as mensagens. Apesar de não revelar diretamente quem é o perfil, ele informa dados como tipo de dispositivo usado pela pessoa e localização aproximada do aparelho.

O NGL é seguro?

Ao criar um perfil no NGL, o usuário precisa utilizar sua @ do Instagram, que fica vinculada à conta da plataforma. Isso quer dizer que, nesse processo, alguns dados da sua rede social são compartilhados com o aplicativo.

Segundo o NGL, esses dados dizem respeito apenas a IDs de usuários (seu número de identificação no Instagram), mas o app também pode compartilhar com outras empresas ou organizações informações como identificadores de dispositivo.

Leia Também:  Igual MSN? Twitter testa ferramenta para adicionar status aos posts

Diante disso, cabe ao usuário escolher se sente confortável em fornecer esse material ao aplicativo. De qualquer forma, caso já tenha vinculado a conta e se arrependido, o aplicativo diz ser possível solicitar a exclusão dos dados.

Já em relação ao uso do próprio app, é importante ressaltar que o NGL afirma que todas as mensagens enviadas à plataforma são moderadas por uma inteligência artificial, de modo que eles conseguem filtrar e barrar textos que contenham linguagem prejudicial e bullying.

É possível fazer denúncias no app?

Sim! Mesmo que uma mensagem passe pela moderação e chegue até o usuário, o perfil pode realizar uma denúncia, bloquear o remetente e até enviar um e-mail para a equipe de segurança do app em busca de ajuda adicional.

Existem outros apps parecidos com o NGL?

Plataformas interativas que permitem o envio de mensagens anônimas não são novidade na internet. Redes como o Formspring, Ask.fm e Curious Cat são exemplos de sites e aplicativos que ficaram famosos com essa proposta, deixando que os usuários se identificassem, ou não, ao enviarem uma pergunta para um perfil.

A proposta do NGL, no entanto, é um pouco diferente dessas outras plataformas, já que o app sozinho não funciona como uma rede social, estando 100% atrelado ao Instagram e funcionando quase como uma ferramenta adicional do app.

Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tecnologia

iPhone 14 deverá manter armazenamento base de 128GB, segundo analista

Published

on

 

Sucessor do iPhone 13 Pro (foto) deve ser anunciado com opções diferentes de armazenamento
Bruno Ignacio

Sucessor do iPhone 13 Pro (foto) deve ser anunciado com opções diferentes de armazenamento

Com a iminente chegada do iPhone 14, o hype de muitos surge lado a lado de especulações. A informação mais recente vem diretamente de Jeff Pu, analista da Haitong International Securities. Ele acredita que os modelos Pro do smartphone da Apple serão lançados com um armazenamento a partir de 128GB. Isso vem em contraste com o que foi sugerido pela empresa de pesquisas TrendForce, cuja previsão é de opções iniciais com 256GB.

De acordo com o que disse em uma nota para investidores, Jeff Pu crê que o novo modelo Pro do iPhone 14 terá capacidades de armazenamentos parecidas com o que foi visto no 13. Ou seja, 128GB, 256GB, 512GB e 1TB.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG 

“Com base em nossa recente pesquisa da cadeia de suprimentos, mantemos nosso plano de build do iPhone 14 para ser 91m em 2S22, contra os 84m do iPhone 13 em 2S21, pois não há nenhum problema significativo na cadeia de suprimentos. O próximo item a focar será o preço do iPhone 14 e o tempo de espera quando chegar ao mercado. Em termos de especificações, adicionamos 128GB de armazenamento à linha Pro”, disse Jeff Pu.

Leia Também:  Disputa entre Gradiente e Apple pela marca iPhone avança no STF

Além disso, vale apontar que opiniões recentes do analista Ming-Chi Kuo, sugerem que o iPhone 14 Pro e 14 Pro Max podem ser os únicos a receber o novo chip da Apple . Assim, o aguardado Apple A16 não daria as caras nos modelos intermediários do smartphone, como o iPhone 14 e 14 Max, que ficariam com o A15.

A previsão é que os celulares cheguem às lojas em setembro, mas ainda falta aquela confirmação oficial da empresa da maçã.

iPhone 14 e suas possíveis novidades

Aos poucos, mais rumores e possibilidades surgem sobre a próxima linha de smartphones da Apple. Em março desse ano, por exemplo, foram descobertos  desenhos industriais que sugerem o adeus ao famoso notch. Algo já usado por empresas como a Samsung e a Xiaomi.

Outro ponto de destaque seria a utilização do always-on display no sucessor do iPhone 13 . Uma função aguardada pelos entusiastas, mas que pode chegar exclusivamente aos modelos mais caros do telefone. Esse recurso permite que alguns dados considerados importantes como hora e notificações estejam sempre a mostra, mesmo com a tela desligada.

Por último, em junho, Ming-Chi Kuo relatou em sua página do Medium, que o iPhone 14 deverá ter uma câmera frontal mais competente com foco automático. Tudo  trabalhado em conjunto com a Sony e a LG , segundo o analista.

Você está animado para os novos smartphones da Apple?

Com informações:  MacRumors.

Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA