Tecnologia

Netflix fecha acordo com Microsoft para colocar anúncios no streaming

Publicado em

Netflix terá plano com anúncios
Unsplash

Netflix terá plano com anúncios

As propagandas na Netflix estão mais próximas de se tornar realidade. Nesta quarta-feira (13), a empresa comunicou que a Microsoft será sua parceira de tecnologia e vendas de anúncios.  Um novo plano mais barato com publicidade foi a forma encontrada pela empresa para enfrentar uma crise que envolve  queda no número de assinantes e demissões em massa.

“Todas as propagandas exibidas na Netflix estarão disponíveis [para anunciantes] através da plataforma da Microsoft”, diz a empresa de tecnologia, em um post assinado por Mikhail Parakhin, presidente de experiências web.

“Os consumidores terão mais opções para acessar o premiado conteúdo da Netflix”, continua Parakhin. “Os anunciantes que procuram a Microsoft e suas soluções de publicidade terão acesso à audiência da Netflix e a um inventário de TVs premium conectadas”.

Greg Peters, diretor-chefe de operações da Netflix, escreveu que a Microsoft oferece flexibilidade para inovar tanto em tecnologia quanto em vendas, além de oferecer proteções à privacidade dos membros.

“Estamos no começo e temos muito trabalho pela frente. Mas a meta de longo prazo é clara”, acrescenta Peters. “Mais alternativas para consumidores, e uma experiência de marca premium, melhor que a TV linear, para anunciantes”.

Leia Também:  Android 13: Google prepara recurso que carrega jogos mais rápido

Netflix luta para sair da crise

Os tempos são difíceis para a Netflix. Pela primeira vez em uma década, a empresa registrou uma queda em seu número de assinantes. Foram 200 mil usuários a menos entre janeiro e março de 2022, e a expectativa para abril a junho era de outros 2 milhões deixando a plataforma.

Entre os motivos apontados pela companhia, estão a guerra na Ucrânia, a concorrência mais acirrada, a inflação e o compartilhamento de contas.

Sobre esse último fator, aliás, a  Netflix ensaiou a cobrança de uma taxa extra para quem empresta a senha para amigos e familiares que não moram na mesma casa.

Outra medida tomada para enfrentar o crescimento mais lento nas receitas foi cortar pessoal. Pelo menos duas rodadas de demissões aconteceram entre maio e junho. Ao todo, cerca de 450 funcionários foram desligados, a maioria dos EUA e de departamentos de marketing.

Leia Também:  5G deixou internet até 147% mais rápida em outros países

Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tecnologia

Google Meet terá compartilhamento de Spotify e YouTube durante chamada

Published

on

Google Meet ganhará novos recursos
Tecnoblog

Google Meet ganhará novos recursos

O Google Meet ganhou muito destaque nos últimos anos, e vai receber alguns recursos extras para deixar suas reuniões mais legais. Com um novo recurso de compartilhamento ao vivo, dá para ouvir músicas no Spotify, ver vídeos no YouTube ou jogar com outros participantes da chamada. É bem parecido com o SharePlay, da Apple.

O recurso faz parte da fusão do Meet com o Duo, o app de videochamadas do Google (que não tem a mesma fama do irmão profissional).

Esse é um processo bem confuso, aliás: o app do Duo vai virar Meet e ganhar os recursos dele, enquanto o Meet vai ser renomeado para Meet Original e posteriormente descontinuado.

Jogos e streaming no Google Meet

Bagunça à parte, alguns novos recursos foram acrescentados. Um deles é este recurso de compartilhamento ao vivo. Ele ainda está em fase beta.

Durante uma chamada, basta tocar nos três pontos, escolher “Atividades” e selecionar uma das opções. Dá para iniciar uma sessão em grupo no Spotify, por exemplo, jogar Uno! Mobile ou Kahoot!, entre outras possibilidades.

Leia Também:  Claro tem melhor internet móvel, enquanto Vivo lidera fixa, diz estudo

SharePlay da Apple funciona com produtos diferentes

Compartilhar conteúdo de streaming em uma chamada não é inédito. É isso que o SharePlay da Apple faz.

Ele permite usar o FaceTime para compartilhar conteúdos de apps de streaming. Dentre as opções, estão a Apple TV+, o Disney+ e o HBO Max.

Spotify e YouTube não estão nessa lista, o que conta como um diferencial para o serviço do Google Meet.

O compartilhamento ao vivo teria sido bem interessante durante a fase mais crítica da pandemia de Covid-19, quando regras restritas de circulação estavam em vigor.

Mesmo assim, pode ser útil para empresas que adotaram o trabalho remoto ou para quem tem amigos espalhados pelo país ou pelo mundo.


Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA