MINISTÉRIO PÚBLICO ES

MPES promove reunião para debater atendimento da Santa Casa de Iúna

Publicado em

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio do Centro de Apoio Operacional de Implementação das Políticas de Saúde (Caops), promoveu, na quinta-feira (28/07), uma reunião no auditório da Promotoria de Justiça Cível de Vitória para tratar do atendimento prestado pela Santa Casa de Iúna. A reunião, conduzida pela dirigente do Caops, promotora de Justiça Inês Thomé Poldi Taddei, contou com a participação virtual do promotor de Justiça de Iúna Antônio Carlos Gomes da Silva Júnior e as presenças do prefeito municipal Romário Batista Vieira, do secretário municipal de Saúde, Durval Dias Santiago Júnior, do gestor da Santa Casa de Iúna Ary, Leal Faria, dos procuradores do município, Jennifer Boncante e Guilherme Victor de Souza, e do controlador do município, Antônio Gonçalves Junior. 

A promotora de Justiça Inês Thomé Poldi Taddei fez a apresentação das inconformidades constantes do relatório de visita técnica institucional elaborado pela equipe do Caops. Foi informado sobre os objetivos e a metodologia da fiscalização e relacionadas as irregularidades presentes no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), na equipe gestora, na organização administrativa e assistencial, no sistema de registro de informações e de ponto, nas comissões hospitalares, na ausência de Alvará de Licença do Corpo de Bombeiros, dentre outras. 

Leia Também:  Instituições de Longa Permanência de Idosos registram 50 novos casos de Covid-19 e sete óbitos

A fiscalização é amparada na Constituição e nas legislações infraconstitucionais, bem como nas resoluções e portarias do Ministério da Saúde e pactuações no âmbito da Comissão Intergestores Bipartite (CIB/SUS-ES) e Comissão Intergestores Regional (CIR) e tem a finalidade de subsidiar a atuação da Promotoria de Justiça na promoção de ações que possam contribuir para a melhoria da qualidade dos serviços de saúde prestados pelo município. 

“A aproximação e o diálogo com o prefeito e o gestor municipal é fundamental na atuação ministerial buscando sempre a conscientização da importância de se prestar saúde pública de qualidade para a população e para que melhorias aconteçam efetivamente”, destacou Inês Thomé Poldi Taddei.

Durante a reunião, o promotor de Justiça de Iúna Antônio Carlos Gomes da Silva Júnior agradeceu à dirigente Caops e sinalizou com a necessidade de que sejam estabelecidos prazos para que o município implemente cada um dos itens apontados pelas técnicas do Centro de Apoio, todos necessários à regularidade dos serviços de saúde prestados pela Santa Casa de Iúna.

Fonte: Ministério Público do ES

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

MINISTÉRIO PÚBLICO ES

MPES participa da despedida do desembargador Ronaldo Gonçalves do TJES, após 42 anos de magistratura

Published

on

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio do subprocurador-geral de Justiça Judicial, Josemar Moreira, participou na quinta-feira (18/08) da homenagem de despedida do desembargador Ronaldo Gonçalves de Sousa do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES), em razão de sua aposentadoria. Ele recebeu, das mãos de familiares e do presidente do TJES, desembargador Fabio Clem de Oliveira, a comenda Grã-Cruz do Mérito Judiciário, a mais alta honraria da Justiça estadual concedida em razão do seu notável desempenho ao longo de sua carreira jurídica. A homenagem aconteceu durante a sessão do Tribunal Pleno.

Josemar Moreira elogiou Ronaldo Gonçalves pelos 42 anos de serviços prestados à sociedade durante a carreira na magistratura. “Doutor Ronaldo desempenhou um belíssimo trabalho sendo exemplo para todos”. 

Presidente do Tribunal de Justiça no biênio 2020-2021, o desembargador Ronaldo ingressou na magistratura em 1980, tendo atuado em diversas comarcas do interior e na capital. Em 2005, foi promovido ao cargo de desembargador do TJES, onde exerceu a função de supervisor dos Juizados da Infância e da Juventude e membro do Conselho da Magistratura. Também assumiu o cargo de corregedor-geral da Justiça do Espírito Santo de 2015 a 2017, e a função de vice-presidente e corregedor do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES) no biênio 2018-2019.
Em seu discurso, o homenageado falou sobre o momento do adeus. “Despedida é um momento único, milagre em forma de encontro entre o passado e o futuro, ambos habitando um singelo pedaço do tempo presente, se a isso se presta reunir momentos outrora irreuníveis, cabe nestas cândidas palavras um tributo ao que findou e outro ao porvir. Em retrospectiva, nada há de maior realce senão o sentimento de gratidão, que nutro no âmago do meu ser àquelas queridas pessoas que compartilharam comigo esta trajetória de vida”.

Leia Também:  MPES não exige mais o uso de máscaras e a aferição de temperatura nas unidades da instituição

*Com informações do TJES

Fonte: Ministério Público do ES

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA