Política Nacional

Moro é pré-candidato mais competitivo em 2º turno contra Lula, mas ainda perde

Publicados

em

 

 

source
Sergio Moro
Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Sergio Moro

Após se filiar ao Podemos, o ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro  começou a crescer nas pesquisas de intenção de voto para as eleições de 2022. Com isso, ele se tornou o pré-candidato mais competitivo em um eventual segundo turno contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A diferença é de 48% a 31%, 17 pontos percentuais, o que mostra a larga vantagem do petista, segundo o levantamento PoderData. Mas a situação de Moro é um pouco mais favorável que a do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que perderia para Lula por 54% a 31%, se a eleição fosse hoje.

No caso do atual mandatário, essa distância só aumentou. A pesquisa feita há um mês indicava diferença de 15 pontos percentuais entre os dois.

No levantamento apurado agora, entre segunda (22) e quarta-feira (24), o Poder também testou Lula contra os governadores de São Paulo, João Doria (PSDB), e do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, além do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

Leia Também:  Polícia Federal exonerou um delegado de postos-chave por mês; saiba quem

Leia Também

Contra os tucanos, a diferença seria a mesma dentro da margem de erro – 47% a 24% contra Doria e 50% a 20% com Leite. Os dois disputam as prévias do PSDB , eleição interna que vai definir qual deles irá representar o partido no pleito presidencial.

Já Pacheco é cotado como potencial pré-candidato pelo PSD. Ainda sem se colocar como pré-candidato ao Palácio do Planalto, ele é o que menos pontua contra Lula, com 14% das intenções de voto, enquanto o ex-presidente marca 53%.

A pesquisa PoderData foi feita a partir de 2.500 entrevistas realizadas por telefone, com pessoas espalhadas em 459 municípios das 27 unidades da Federação. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Leia Também:  Município do Espírito Santo movimenta mercado de ovos de codorna e galinha no país

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Enquanto aguarda Alckmin, Lula conversa com PSD e estuda aliança com Pacheco

Publicados

em


source
Ex-presidente Lula em entrevista ao podcast Podpah
PrintScreen/ Youtube Podpah

Ex-presidente Lula em entrevista ao podcast Podpah

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se reuniu com o Adalclever Lopes, coordenador da campanha do prefeito de BH, Alexandre Kalil, na sexta-feira (4). O encontro faz parte dos diálogos que o petista mantém com o partido de Kassab em busca de apoio à sua candidatura . Uma das possibilidades da aliança é que Lula apoie Kalil enquanto o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), entraria como vice da chapa presidencial.

Por enquanto, a única garantia do petista é o apoio do PSD em um eventual segundo turno contra Bolsonaro (PL).

Pacheco seria o plano B de Lula. O petista aguarda a decisão de Alckmin, o favorito para compor a chapa presidencial . O ainda tucano, no entanto, ainda não se decidiu se vai para o PSB para ser vice de Lula ou se disputa o governo de São Paulo pelo PSD.

Parte da cúpula do PT acredita que uma aliança com Pacheco produziria o mesmo efeito que Alckmin como vice, isto é, representaria um aceno ao centro e ao mercado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA