Política Nacional

Moro defende STF: “Ameaças e notícias falsas não são liberdade de expressão”

Publicados

em


source
Ministro da Justiça Sérgio Moro
Agência Brasil

Ministro da Justiça Sérgio Moro

Ex-juiz e ex-ministro da Justiça, Sergio Moro defendeu o Supremo Tribunal Federal (STF) na tarde desta quinta-feira (28) em seu Twitter. “Campanhas difamatórias contra adversários, ameaças e notícias falsas não têm a ver com liberdade de expressão”, escreveu Moro .

Leia também: Moro usa Zambelli para mostrar que não tinha interesse em vaga no STF

“Um debate que não pode tirar o foco do que importa agora: defender o estado de direito e a vida”, afirmou Moro . Ele se refere às críticas sobre o inquérito de fake news e ameaças contra o STF. 

O inquérito teve uma grande operação nesta quarta-feira (27) e muito os alvos da operação alegaram que ela era uma violação ao direito de expressão. “Meu respeito à democracia, ao Judiciário e às famílias de vítimas da Covid”, concluiu o ex-juiz. 

Moro já foi associado a desejar uma vaga no STF , algo que ele nega. Novos ministros são indicadas pelo presidente após um magistrado da corte se aposentar. 

Leia Também:  Celso Russomano é o pré-candidato entrevistado pelo iG nesta sexta

No início do governo de Bolsonaro, havia a suposição que o presidente poderia indicar Moro para uma das duas vagas do STF que irão abrir durante seu mandato, mas o rompimento entre os dois teria barrado essa possibilidade.

Leia também: “Moro não era ministro, era espião”, dispara Eduardo Bolsonaro em postagem

Veja o tuíte de Moro

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Presidente do STJ manda Queiroz para prisão domiciliar

Publicados

em


source
Márcia Aguiar e Queiroz posando para foto
Reprodução

Mulher de Queiroz, Márcia Aguiar é considerada foragida da Justiça

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, decidiu mandar Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-SP), para prisão domiciliar. A decisão foi tomada pelo magistrado nesta quinta-feira (9) e se estende à mulher dele, Márcia Aguiar, que segue foragida da Justiça.


COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Barroso determina que governo adote medidas para conter covid-19 em indígenas
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA