Economia

Montadoras respondem a Bolsonaro: “‘Não queremos subsídio, mas competitividade’

Publicados

em

 

 

source

Brasil Econômico

Presidente da Anfavea justificou a saída das montadoras do país: Custo Brasil muito alto
Chery

Presidente da Anfavea justificou a saída das montadoras do país: Custo Brasil muito alto

Após Bolsonaro dizer que a Ford encerrou suas atividades no Brasil porque queriam subsídios,  o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Carlos Moraes, criticou a politização sobre o anúncio do fechamento das fábricas e disse que o setor não defende novos subsídios.

“A gente não quer subsídios, quer competitividade. Estamos há anos mostrando medidas que precisam ser feitas para melhorar a competitividade no Brasil”, disse Moraes.

Ele já havia dito que a Anfevea fez diversos alertas, desde abril de 2019, pedindo reforma tributária, mostrando comparativos que indicam que o custo de produzir no Brasil é, por exemplo, 18% maior que no México.

Segundo Moraes, não há excesso de subsídios do setor no Brasil. Ele diz que o país teve o Inovar-Auto, que possibilitava que as empresas creditassem 30% do investimento em pesquisa e desenvolvimento, mas foi substituído pelo Rota 2030, que reduziu este percentual para 12,5%.

Leia Também:  Emirates começa a vacinar funcionários

Ele afirma que estes incentivos geraram carros 12% mais eficientes, o que significou uma redução de R$ 7 bilhões anuais de custo de combustíveis dos consumidores, além da redução do impacto ambiental dos carros.

“Há duas formas de se resolver a ociosidade do setor: ou melhoramos a competitividade, resolvemos os problemas estruturais e retomamos o crescimento econômico e ampliamos as exportações, ou fechando fábricas”, completou.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Brasileiros voltarão a entrar nos Estados Unidos

Publicados

em


source

Contato Radar

undefined
Guilherme Dotto

Brasileiros voltarão a entrar nos Estados Unidos

A partir de 26 de janeiro, o presidente dos EUA, Donald Trump, retirará as proibições de entrada para muitos dos cidadãos não americanos que nos últimos dias antes da viagem para o país norte-americano, estiveram no Brasil ou em grande parte da Europa.

Para passageiros partindo do Brasil, a restrição estava valendo desde março de 2020. Em novembro, o governo já considerava suspender as restrições, que estavam impostas em resposta à pandemia, após obter o apoio de membros da força-tarefa contra o vírus e funcionários de saúde pública.

Os novos requisitos de teste para comprovar que está livre do vírus entram em vigor para todos os visitantes internacionais no mesmo dia do termino das restrições.

Você viu?

Mesmo com a decisão de Trump, o presidente eleito Joe Biden não pretende retirar as restrições de entrada no país, como disse sua porta-voz nesta noite (18).

O post Brasileiros voltarão a entrar nos Estados Unidos apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

Leia Também:  Polícia Ambiental homenageia seus policiais em Cachoeiro de Itapemirim

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA