Política

Matéria muda nome de rota turístico-religiosa

Publicados

em


Sancionada em 29 de outubro de 2020, a Lei 11.209, que cria a Rota Caminho dos Jesuítas e a declara como de relevante interesse histórico e cultural, pode ser alterada. A proposta é mudar o nome da rota para “Os Passos de Anchieta”, conforme solicitação feita pela Associação Brasileira dos Amigos dos Passos de Anchieta (Abapa).

A medida prevista no Projeto de Lei (PL) 581/2020 foi apresentada pelo deputado Dr. Rafael Favatto (Patri), autor da lei que criou a Rota Caminho dos Jesuítas, trecho de 105 quilômetros em faixa litorânea que compreende praias capixabas de Vitória, Vila Velha, Guarapari e Anchieta.

O trajeto coincide com o percurso já existente denominado Os Passos de Anchieta, anualmente percorrido por milhares de locais e turistas, religiosos ou não. Favatto sustenta que a alteração demonstra respeito à história e ao excelente trabalho que a Abapa, uma organização da sociedade civil de interesse público (Oscip), realiza nos campos do turismo, educação e cultura.

O parlamentar anexa à justificativa do PL os argumentos apresentados pelo presidente da organização. “Os Passos de Anchieta é um projeto de reconstituição da rota percorrida pelo padre, hoje santo, José de Anchieta, regularmente a cada quinze dias, de 1587 a 1597, entre o atual município de Anchieta, à época aldeia Temiminó de Rerigtiba (Lugar das Conchas) e o Colégio de São Tiago (atual Palácio Anchieta), em Vitória”, ilustra Eustáquio Palhares.

Leia Também:  Autismo: luta pela inclusão é tema de reportagem

Palhares ainda aborda a importância histórica, turística e cultural do trajeto e esclarece que padre Anchieta foi o único jesuíta a realizar esse percurso periodicamente. “Os jesuítas percorreram todo o litoral do Espírito Santo. Mas a rota do Padre Anchieta era percorrida exclusivamente por ele, não há registro de outro religioso percorrendo-a. Anchieta era um jesuíta. Nem todos jesuítas eram Anchieta. Não é um “caminho dos jesuítas”. É o Caminho de Anchieta, Os Passos de Anchieta”, enfatiza o presidente da Abapa.

Tramitação

A matéria será analisada pelas comissões de Justiça, Turismo e Finanças. antes de seguir para votação no Plenário. 
 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Carlos Dinho é o novo secretário de Agricultura de Marataízes

Publicados

em

Foto: arquivo Jornal Espírito Santo Noticias

Em mais uma movimentação político/administrativa, o prefeito Tininho Batista (PDT) definiu o novo secretário de Agricultura, Agropecuária, Abastecimento e Pesca de Marataízes. O ex-vereador Carlos de Freitas Fernandes, mais conhecido como Carlos Dinho, é o titular da pasta.

Carlos Dinho, que tem fortes ligações com o interior do município, teve seu nome sacramentado nesta sexta-feira (15), e já publicado no Diário Oficial.

Com isso, o agora ex-secretário Marciones Nunes de Souza assume o cargo comissionado de Gerente de Gestão Administrativa, lotado na Secretaria Municipal de Governo.

A entrada de Carlos Dinho no primeiro escalão do governo mostra que o prefeito de Marataízes Tininho Batista vem optando por escolhas técnicas e políticas. Antes dele, o vereador reeleito Erimar Lesqueves também assumiu a Secretaria de Assistência Social, Habitação e Trabalho.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  PcD: Lei isenta taxa de inscrição em concurso
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA