Política Nacional

Márcio França ficará “neutro” no 2º turno: “Não estou convencido”

Publicados

em


source
Márcio França
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação

Márcio França não apoiará nenhum candidato no segundo turno

Candidato pelo PSB no primeiro turno, Márcio França não seguiu o posicionamento de seu partido, que apoiará Guilherme Boulos (PSOL), e declarou que ficará “neutro” no segundo turno das eleições para a Prefeitura de São Paulo.

Em nota divulgada em suas redes sociais, o ex-governador afirmou que respeita os candidatos escolhidos pela população, mas que não está convencido de suas propostas para apoiá-los na próxima votação.


Confira abaixo o posicionamento de Márcio França:

MÁRCIO FRANÇA SOBRE O 2º TURNO EM SÃO PAULO

Permaneceremos neutros na eleição do 2º turno em SP.!
Reconhecendo méritos importantes nos 2 candidatos escolhidos para o 2º turno, e seguros de que a soberania popular se expressou . Respeitamos !
Porem, estamos certos que aqueles mais de 728 mil cidadãos, que pensaram como eu, e que deram seu voto ao nosso projeto para dirigir a Capital, não se encontram nas propostas e nos perfis dos candidatos pré-selecionados.
Não faço o que não estou convencido,
Nem meus eleitores .
Não aceito empurrões .
A democracia sempre estará certa e respeito resultados, assim , desejo sorte aos dois candidatos.
Agradeço mais uma vez o apoio do meu partido e de aliados que estiveram conosco na jornada, bem como dos candidatos a vereador e nossos apoiadores, rogando para que agora, por sua própria consciência e percepção, ajudem a eleger aquele que entenderem que poderá nos conduzir bem , nos próximos difíceis 4 anos.
Eleições passam e chegam outras. Estaremos prontos , sempre.
São Paulo merece o melhor .

Leia Também:  Janaína Paschoal ameaça 'arrebentar' deputado que a teria constrangido

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

“Vamos corrigir erros do Covas” na Educação durante a pandemia, diz Boulos

Publicados

em


source
Guilherme Boulos (PSOL) em entrevista ao programa Roda Viva%2C da TV Cultura
Reprodução/Roda Viva/TV Cultura

Guilherme Boulos (PSOL) em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura

O candidato à Prefeitura de São Paulo Guilherme Boulos (PSOL) criticou durante entrevista ao programa Roda Viva , da TV Cultura, nesta segunda-feira (23) as decisões do atual prefeito Bruno Covas (PSDB) na condução da Educação durante a pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

“Nós vamos ter que corrigir os erros do Covas. Vamos dar acesso à internet aos alunos”, afirmou o candidato socialista ao comentar a decisão da gestão municipal de manter os alunos em casa sem considerar se todos tinham condições tecnológicas para continuar estudando.

De acordo com o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), a decisão que ele vai tomar será com base nas decisões de especialistas.

“Eu não sou médico e não tenho condições de dizer se estamos em uma segunda onda ou não. Hoje tem um monte de gente falando isso sem ter registro no CRM (Conselho Regional de Medicina), coisa que o [João] Doria e o [Jair] Bolsonaro estão fazendo”, disse Boulos.

Leia Também:  Boulos diz que vai colocar disciplina anti-racista nas escolas municipais

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA