Esporte

Mancini busca por time ideal, mesmo depois de usar 25 jogadores em quatro jogos

Publicados

em


Dos jogadores de linha à disposição, apenas quatro não foram escalados pelo treinador:

  • Michel Macedo, lateral-direito, que ficou no banco em todas as partidas;
  • Roni, volante, reserva nos três últimos jogos;
  • Ángelo Araos, meia, relacionado pela primeira vez no duelo contra o América;
  • Matheus Davó, atacante, que sequer foi relacionado.

Até agora, apenas três atletas foram titulares em todos os duelos com Vagner Mancini: o lateral-direito Fagner, o volante Xavier e o meia Mateus Vital.

– Todos estão nos planos. Na minha chegada, disse que a primeira função do treinador é recuperar todos os jogadores. É muito fácil chegar e pedir jogadores. Você vai onerar uma conta que já existe e colocar em xeque quem está no clube. Já fui atleta e passei por tudo isso. Uma das primeiras funções é recuperar jogador. Em duas semanas, vi evolução nos atletas dentro da maneira que eu quero – disse Mancini na última terça-feira.

  Com um jogador a menos Ceará vence o Corinthians de 2 a 1

Leia Também:  Brasileirão Assaí: com gol no fim, Sport supera o Bahia em Salvador

Ainda sem ter repetido escalação, o treinador corintiano planejava, depois da vitória contra o Vasco, começar a fixar uma equipe. Porém, o mau desempenho na derrota para o América-MG deve provocar mudanças no time para enfrentar o Internacional, neste sábado, às 19h, na Neo Química Arena.

Para o confronto contra o líder do Brasileirão, Mancini contará com as voltas de Fábio Santos, Otero e Gustavo Mosquito, que não podem defender o Timão na Copa do Brasil.

Veja os jogadores utilizados por Mancini e quantos minutos cada um deles atuou com o técnico:

Goleiros

  • Cássio – 270
  • Walter – 90

Laterais

  • Fagner – 360
  • Lucas Piton – 252
  • Fábio Santos – 90
  • Sidcley – 18

Zagueiros

  • Gil – 360
  • Bruno Méndez – 76
  • Marllon – 281

Volantes

  • Xavier – 360
  • Éderson – 205
  • Camacho – 112
  • Cantillo – 18
  • Gabriel – 16

Meias

  • Mateus Vital – 296
  • Cazares – 222
  • Ramiro – 205
  • Gustavo Mantuan – 106
  • Otero – 55
  • Luan – 52

  Corinthians é derrotado pelo Sport na abertura da 12ª rodada do Brasilleirão

Leia Também:  Ponte empata, conquista ponto importante contra o quarto colocado e sai do Z4

Atacantes

  • Everaldo – 209
  • Boselli – 112
  • Léo Natel – 87
  • Jô – 60
  • Gustavo Mosquito – 34

 

COMENTE ABAIXO:

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Roger vira a chave para nova decisão: “Precisamos jogar com autoridade”

Publicados

em


Passada uma decisão, já é hora de outra. O Fluminense já virou a página após a conquista a vaga nas quartas de final da Copa do Brasil e voltou suas atenções para a partida contra o Cerro Porteño, nesta terça-feira, às 19h15, pelas oitavas de final da Libertadores. Para o técnico Roger Machado, o time precisa ter inteligência para entender as nuances da partida, já que o Tricolor tem uma vantagem obtida na vitória por 2 a 0 no jogo de ida do confronto, em Assunção, no Paraguai.

“É buscar o fôlego de novo depois da decisão na Copa do Brasil, em que precisávamos reverter uma vantagem e conseguimos dentro da nossa casa. Agora é focar no jogo da Libertadores e saber que a gente tem a vantagem. É preciso saber jogar com a vantagem, mas não pela vantagem. Há uma diferença grande e isso é importante. Precisamos jogar com autoridade, pois estamos dentro de casa, para que as coisas corram bem para conseguirmos essa vaga”, opinou o treinador.

Prestes a entrar no terceiro jogo de mata-mata consecutivo, Roger falou também como tem trabalhado junto ao elenco a parte psicológica, já que jogos eliminatórios costumas exigir ainda mais mentalmente dos jogadores. Para o treinador, embora atletas profissionais estejam habituados a este tipo de situação, é preciso saber dosar as emoções.

  Fred alcança marca de 180 gols pelo Fluminense

Leia Também:  Renato Augusto faz primeiro treino com o grupo

“O atleta de alto rendimento, no geral, está preparado para esses momentos. Tivemos um curto espaço de recuperação entre os jogos e isso faz com que a gente tenha uma atenção redobrada. Temos que ter aqueles minutos de satisfação depois de uma conquista, como foi a vaga na Copa do Brasil, mas tão logo no outro dia, a partir do início do treino, já devemos começar a projetar e encher novamente os tubos para o próximo jogo decisivo, para que a gente não dê margem para que o adversário ganhe campo no jogo”, comentou.

Após vencer o jogo de ida por 2 a 0, em Assunção, no Paraguai, o Fluminense poderá até perder por um gol de diferença que ainda assim garante a classificação para as quartas de final da Libertadores, para enfrentar o Barcelona de Guayaquil, do Equador.

Foto: Mailson Santana/FFC
Texto: Comunicação/FFC

Seja Sócio e receba conteúdos exclusivos, além de ter descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!

Leia Também:  Vasco é superado pelo Botafogo no Nilton Santos

Fonte: https://www.fluminense.com.br/noticia/roger-vira-a-chave-para-nova-decisao-precisamos-jogar-com-autoridade

COMENTE ABAIXO:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA