Política

Mameri cobra informação sobre volta de cirurgias

Publicados

em


.

O vice-presidente da Comissão de Saúde, deputado Dr. Emílio Mameri (PSDB), reiterou o pedido para que o colegiado seja informado oficialmente pela Secretaria de Estado de Saúde sobre a retomada das consultas e cirurgias eletivas na rede pública. O assunto foi abordado na reunião da comissão realizada na manhã desta terça-feira (11). 

Mameri afirmou que, diante da expectativa de manutenção da tendência de redução dos casos de Covid 19 no estado, o que se tem visto “a conta gotas” são informações na mídia capixaba sobre o retorno gradual dos atendimentos eletivos.”Mas até o momento esta Comissão (de Saúde) não tem nenhuma informação oficial sobre isso, apesar de já termos solicitado que isso seja feito”, cobrou.

O presidente do colegiado, Doutor Hércules (MDB) informou que, no próximo dia 19, está prevista reunião com o secretário de Estado de Saúde, Nésio Fernandes, para que ele possa informar com mais detalhes o que está sendo planejado para o retorno gradual dos atendimentos e procedimentos eletivos.

Cooperativa de saúde

Leia Também:  Ruy Guedes é o vice do prefeito Victor Coelho na disputa pela reeleição em Cachoeiro

Na reunião desta terça, o colegiado recebeu o presidente da cooperativa que administra a rede Unimed Vitória, médico Fernando Ronchi. Ele falou sobre os procedimentos adotados e atendimentos realizados durante a pandemia.

“Uma das primeiras providências foi criar um cadastro de reserva com 900 profissionais de saúde, entre médicos e enfermeiros, para reforçar nossas equipes. Boa parte deles foi convocada”, relatou. Segundo Ronchi, a rede investiu em capacitação dos recursos humanos, com a realização de treinamentos para 2007 profissionais, com  mais de 6 mil horas em capacitação de médicos e colaboradores”.

Sobre o atendimento, o médico informou que, durante a pandemia, a Unimed Vitória já realizou mais de 1.800 internações por Covid-19 e mais de 1.600 pacientes teriam sido curados da doença.

Ronchi falou ainda sobre iniciativas relacionadas a teleconsultas na área de clínica médica e pediatria, ampliação do serviço 0800 e criação de chat para comunicação entre os cooperados. Desde 17 de março, a rede conta com uma central de atendimento exclusiva para casos suspeitos de Covid 19 e até 21 de julho registrou mais de 15 mil ligações com monitoramento. 

Leia Também:  Regulamentada lei das fake news em epidemias

Além da capital, outros 19 municípios são atendidos pela Unimed Vitória, alcançando 320 mil usuários, com faturamento anual de R$ 1,3 bilhão. O sistema reúne 2.500 médicos cooperados, 2.600 empregados e, além de suas unidades próprias, 344 prestadores de serviços por meio de parcerias com hospitais, clínicas e centros diagnósticos conveniados à rede.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

CPI dos Maus-Tratos apura denúncia de zoofilia

Publicados

em


.

A CPI dos Maus-Tratos contra os Animais localizou, na noite da última quinta-feira (17), um homem em situação de rua que foi denunciado por zoofilia. Após quatro dias de busca, o servidor da CPI, Juarez Lima – acompanhado de três agentes da Guarda Municipal de Vila Velha – foi até o endereço de um imóvel abandonado no bairro Glória, onde localizou dois filhotes de cachorro, um deles amarrado por um fio de nylon de 70 centímetros.

“Nós conversamos com diversas pessoas, que não quiseram se identificar, que afirmaram que o morador de rua age de forma violenta com os animais e também pratica sexo com eles. No local, encontramos dois vasilhames de água e ausência de alimentação. Resgatamos os dois filhotes de cachorro, mas não encontramos o corpo da cadela que seria a mãe deles. Em um vídeo enviado à CPI, aparece a cadela morta com indícios de prática de zoofilia. O homem negou abusar dos animais”, declarou o servidor da CPI, Juarez Lima.

Os animais foram resgatados e colocados em local seguro até que os fatos sejam apurados.“O suspeito foi qualificado e os órgãos competentes estão sendo oficializados sobre os fatos para que sejam tomadas as medidas cabíveis. Como não houve flagrante, estamos pedindo ao município de Vila Velha que providencie uma avaliação psicológica do suspeito e à delegacia que avalie a necessidade de internação compulsória”, informou a presidente da CPI, deputada Janete de Sá (PMN).

Leia Também:  Nos campos de Ecoporanga a luta continua

A CPI dos Maus-Tratos contra os Animais recebe denúncias pelo e-mail [email protected] 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA