Estado

Mais de 100 móveis são produzidos por internos do sistema prisional

Publicados

em


Internos da Penitenciária Estadual de Vila Velha III, no complexo de Xuri, em Vila Velha, trabalham a todo vapor para produzir diversos móveis e itens decorativos que irão compor toda a estrutura da nova Associação dos Amigos dos Autistas do Estado do Espírito Santo (Amaes), a ser implantada em Cariacica.  Mais de 100 itens em madeira estão em produção na unidade prisional.

Entre os materiais estão mesas, cadeiras, estantes, bancos, armários, bancadas, e até jardim vertical. A parceria com a Amaes fortalece o projeto da Marcenaria Jequitibá, onde sete detentos trabalham como marceneiros. A previsão é entregar os móveis no final deste mês.

Antes de iniciar a produção, internos e servidores responsáveis pelo projeto discutem como será o layout dos móveis para o melhor aproveitamento da madeira, que é doada por entidades parceiras. A Amaes, colaborou com insumos, como ferramentas, cola e parafusos.

Para a subsecretária de Ressocialização da Secretaria da Justiça, Regiane Kieper do Nascimento, o projeto da marcenaria visa à qualificação profissional dos internos como alternativa para a reinserção social.

Leia Também:  Vice-governadora participa do Congresso de Artesãos Capixabas em Guarapari

“Buscamos desenvolver projetos que qualificam os internos para o mundo do trabalho. A profissão de marceneiro está escassa no mercado, por ser uma profissão que demanda um currículo amplo e uma necessidade de tempo para formação. Na Marcenaria Jequitibá os internos participantes do projeto aproveitam o tempo em cárcere para aprender o ofício, se qualificar para montar o próprio negócio ou ser um prestador de serviço, de acordo com as necessidades do mercado”, explica Regiane Kieper.

 O interno Vanderlei Inocêncio está há pouco mais de dois anos no projeto e hoje coordena e repassa seus conhecimentos para os demais internos participantes. Ele diz que quando entrou na Marcenaria, nunca havia mexido com madeira. “Cheguei na marcenaria sem saber nada e, hoje, faço projeto, construo, pego a madeira e transformo num móvel. Sou muito grato por aprender a cada dia e poder repassar o que eu sei para os demais internos”, diz Vanderlei Inocêncio.

Já Felipe Diego aprendeu a dar mais valor à profissão de marceneiro ao entrar para o projeto. “Entrei no projeto com o intuito de mudar de vida e aprimorar a profissão que aprendi com o meu avô, que era marceneiro. Desde então, vejo a profissão com outros olhos e sei que posso conquistar muitas coisas. Sonho em abrir minha própria marcenaria”, destacou Felipe Diego.

Leia Também:  Atleta de embaixadinhas realiza sonho no Kleber Andrade

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sejus
Sandra Dalton / Karla Secatto
(27) 3636-5732 / 99933-8195 / 98849-9664
[email protected]

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Governador anuncia oferta de mais de 15 mil procedimentos oftalmológicos na região sul do Estado

Publicados

em


O governador do Estado, Renato Casagrande, esteve, neste sábado (16), nos municípios de Alegre e Marataízes, para anunciar a oferta de mais de 15 mil procedimentos oftalmológicos na região sul. A previsão é que sejam realizadas 4.056 consultas, 8.970 exames e 2.946 cirurgias nos próximos três meses, com investimento do Governo do Estado na ordem de R$ 2,57 milhões. Serão contemplados os 26 municípios que compõem a macrorregião Sul, representando aproximadamente 670 mil pessoas assistidas.

A ação faz parte do Programa Saúde Fácil, que tem o objetivo de reduzir a demanda reprimida, dando celeridade aos atendimentos especializados e descentralizando os serviços da Região Metropolitana.

Em sua fala, o governador ressaltou a importância da disponibilização dos procedimentos na área da saúde. “Estou feliz, pois esse tipo de serviço é o que mais gosto de realizar, atendendo as pessoas que mais precisam. Estamos fazendo 30 mil procedimentos oftalmológicos. Pessoas que esperavam anos por uma consulta e que não enxergavam por causa de uma simples cirurgia. Todas as cidades da região sul e do Caparaó vão poder fazer os procedimentos aqui no Alegre. Em Marataízes, também estamos iniciando os serviços para suprir a demanda reprimida de procedimentos oftalmológicos na cidade”, afirmou Casagrande.

Para colocar os procedimentos em prática, a Secretaria da Saúde (Sesa) credenciou duas empresas que atuam na área por meio dos Editais 003/2019, 003/2021 e 004/2021. A demanda será atendida nas sedes de cada instituição, sendo uma em Alegre e a outra em Marataízes. O Estado já disponibiliza serviços de oftalmologia mediante contratualização da Sesa com o Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim (HECI).

Leia Também:  Estado antecipa dose de reforço contra Covid-19 para trabalhadores da Saúde

De acordo com o superintendente regional da Saúde da Região Sul, José Maria Justo, a iniciativa garantirá maior conforto aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e agilizará o atendimento. “Essa contratação permite que todos os pacientes sejam atendidos na nossa região, evitando o deslocamento para locais distantes. Além disso, garantiremos resolutividade para toda carteira de oftalmologia. Com isso, incorporando, integrando e planejando uma oferta suficiente para as demandas do sul capixaba”, observou.

O prefeito de Alegre, Nemrod Emerick, o Nirrô, agradeceu por mais essa ação do Governo do Estado. “O Saúde Fácil é uma conquista que o senhor traz para Alegre. O governador escolheu Alegre para ser referência em cirurgias oftalmológicas da região sul e agradeço muito por essa escolha. Precisamos da união de todos os alegrenses para fortalecer a nossa cidade. Hoje quem ganha é todo o povo do Alegre”, declarou.

Estiveram presentes nas agendas, o senador da República, Fabiano Contarato; o deputado federal Neucimar Fraga; os deputados estaduais Vandinho Leite, Bruno Lamas, Coronel Alexandre Quintino, Emilio Mameri, Marcos Mansur e Luciano Machado; os prefeitos Cacalo (Muqui), Ninho (Dores do Rio Preto), Antônio Galhano (Bom Jesus do Norte), Dito (Muniz Freire), Tininho Batista (Marataízes), Tiago Peçanha (Itapemirim) e Dorlei Fontão (Presidente Kennedy); além de secretários municipais, vereadores e lideranças da região.

Leia Também:  Dia D da Campanha de Multivacinação para crianças e adolescentes é neste sábado (16)

Como acessar aos procedimentos

Para ter acesso aos procedimentos oftalmológicos ofertados pelo Governo do Estado na Região Sul de Saúde, o cidadão deve procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da sua residência para ser avaliado pelo médico, que poderá, no ato da consulta, encaminhar o paciente em conformidade com a Autorregulação Formativa Territorial (ARTF) para a especialidade pretendida. Já os pacientes que possuem a solicitação e aguardam o agendamento, serão contatados nos próximos dias e receberão mais informações sobre o seu procedimento.

A ação faz parte do “Mutirão de Cirurgias Eletivas” anunciado pelo governador Renato Casagrande e pelo secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, no mês de julho. O objetivo é reduzir a demanda reprimida ocasionada durante a pandemia do novo Coronavírus (Covid -19) e assegurar que o tempo de espera seja de acordo com a necessidade de cada paciente.

O mutirão é realizado em 26 unidades hospitalares de norte a sul do Estado, sendo 13 hospitais da rede própria e 13 hospitais contratualizados. A expectativa é que sejam feitos até dezembro deste ano 250 mil exames, 150 mil consultas e 50 mil cirurgias.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Governo
Giovani Pagotto
(27) 98895-0843

Assessoria de Comunicação da Sesa
Syria Luppi / Kárita Iana / Luciana Almeida / Thaísa Côrtes / Danielly Schulthais/ Ana Cláudia dos Santos
[email protected]  

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA