Estado

MAES reabre com exposição Vix Estórias Capixabas na próxima quinta-feira (03)

Publicados

em


Após quatro anos de reforma arquitetônica, o Museu de Arte do Espírito Santo Dionísio Del Santo (MAES) reabre as portas renovado para o público capixaba, a partir da próxima quinta-feira (03). Para a reabertura, o grande destaque ficará por conta da exposição “Vix Estórias Capixabas”, que trará obras de 23 artistas locais, nacionais e internacionais contemporâneos e que se relacionam com as obras de Eupídio Malaquias (1919-1999) e Dionísio Del Santo (1925-1999) – esse último artista, inclusive, dá nome ao museu. 

 Na quinta-feira (03), haverá uma solenidade de abertura, às 16 horas, com a presença do governador do Estado, Renato Casagrande, e do secretário de Estado da Cultura, Fabricio Noronha. O evento irá respeitar todos os protocolos sanitários e de distanciamento social, por conta do novo Coronavírus (Covid-19). Já as visitas, abertas de 04 de novembro até 03 de março de 2021, poderão ser feitas de forma presencial e também seguindo as medidas sanitárias obrigatórias, presentes na Portaria nº 100-R, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

 De acordo com o secretário de Estado da Cultura, Fabrício Noronha, “a proposta para o museu reaberto é uma maior integração com o Centro da cidade, seus moradores e fazedores da cultura, a partir da arte e para além dela. A exposição Vix celebra os 22 anos do Maes e vai contar com uma reunião muito interessante de artistas e um extenso programa de arte-educação, ampliando, assim, o alcance do conceito e dos debates da mostra”, destaca.

 Segundo a diretora do Maes, Ana Luiza Bringuente, após uma série de reformas que levaram o período de quatro anos, o local recebeu obras de acessibilidade, adequação da Reserva Técnica, ampliou área expositiva e criou espaços de convivência que se somam às exposições e ações educativas.

 “O museu passou por uma reestruturação no espaço expositivo, na reserva técnica onde fica acomodado o seu acervo. Esperamos que o Maes proporcione o estímulo à pesquisa, sem contar as ações dos projetos educativos que contemplem toda a sua diversidade, pois é um patrimônio feito para ser revisitado. A expectativa é que as ações do museu cheguem a todas as camadas sociais e que sociedade saiba que o museu pertença a elas. Temos o entendimento que a arte tem de ser para todos”, afirmou Ana Luiza Bringuente.

 Outro destaque após a reforma arquitetônica é a abertura de novas janelas ao redor do segundo andar e a abertura de uma claraboia envidraçada, situada na parte superior do museu, que permite a iluminação natural ao espaço expositivo e o torna permeável à paisagem do Centro.

 Exposição coletiva “Vix Estórias Capixabas”

 Numa mescla entre o contemporâneo e o tradicional, ressaltando a história da cidade e do museu, a exposição coletiva “Vix Estórias Capixabas” foi elaborada a partir de obras de dois artistas capixabas presentes no acervo do museu – o serígrafo Dionísio Del Santo, que dá nome ao museu, e o pintor Eupídio Malaquias –, e que estarão reunidas com propostas artísticas de mais 23 artistas contemporâneos locais e de outros Estados. 

Leia Também:  Banco de leite do Himaba registra baixo estoque neste início do ano

 Para Ana Luiza Bringuente, “é uma grande honra saber que vamos utilizar parte do conceito de dois artistas que não estão mais vivos, Eupídio e Dionísio Del Santo, e que estabelecem relações com um grupo enorme de artistas contemporâneos, que fazem parte do nosso acervo, ou seja, que é patrimônio do nosso Estado. É com ele que a gente está dialogando e isso é muito importante em ser dito”, acrescenta. 

 A mostra tem curadoria artística do pesquisador e historiador da arte Júlio Martins. De acordo com o texto do curador presente no catálogo da exposição, “a VIX Estórias Capixabas reinaugura o MAES e celebra 22 anos do museu, com reflexões acerca da historiografia da arte local, aspirando revisões, reescritas inclusivas, visibilidade e inserção nas narrativas de alcance nacional”.

 Formato on-line

 A exposição vai contar com uma vasta programação on-line, como ações de formação de professores, palestras e ciclo de encontros com artistas e pesquisadores, por via das redes sociais e ferramentas de videochamadas, com a criação de salas de conferência para os participantes. Haverá também um vídeo que apresentará, virtualmente, a exposição em que a Secretaria da Cultura (Secult) e o MAES irão transmitir em suas redes sociais, e pela TV Educativa (TVE), alcançando inclusive a TV aberta.

 De acordo com a diretora do MAES, será utilizado todas as redes sociais e canais de retransmissão para a ampla divulgação deste material, sem contar que todo esse conteúdo ficará disponível posteriormente para pesquisas futuras.

 “O Maes é um espaço cultural do Estado que, de alguma maneira, tem que prover formas para alcançar todas as camadas sociais, nas mais diversas regiões do Estado, e a gente precisa pensar em todas as medidas alternativas de alcance. Por isso, a internet cumpre esse papel de forma parcial e vamos investir nesse formato igualmente para o registro como legado para estudantes e pesquisadores da arte. Sobre a parceria pela TVE, a nossa expectativa é que a transmissão do vídeo pela TV aberta chegue a um número maior de pessoas”, enfatiza Ana Luiza Bringuente.

 Visitação presencial

 Em virtude da pandemia e visando à segurança de todos, do público e das pessoas que trabalham no Museu, as visitas presenciais poderão ser agendadas de modo prévio pela internet pelo e-mail [email protected]. Mais informações pelo telefone (27) 3132-8393.

 Para grupos de visitantes espontâneos, de até cinco pessoas, não será necessário o agendamento prévio em uma agenda pelos períodos da manhã e da tarde. Para grupos entre cinco e dez pessoas, o agendamento prévio é obrigatório e será confirmado por e-mail pela equipe do museu. Ambas as visitas deverão ser feitas reunindo, no máximo, dez pessoas e divididas internamente em dois grupos de cinco. Para entrar no MAES, será obrigatória a utilização de máscara e álcool em gel. 

Leia Também:  Estado recebe 1,5 milhão de seringas para vacinação contra a Covid-19

 

Regras e recomendações para visitação de grupos

 – Para entrar no MAES, será obrigatória a utilização de máscara e será disponibilizado álcool em gel para os visitantes;

 – Serão atendido grupos de até 10 pessoas;

 – Grupo de pessoas podem fazer o agendamento prévio pelo email [email protected], e podem tirar dúvidas pelo telefone (27) 3132-8393

 – Reiterando que os grupos reunidos de 10 pessoas serão divididos em dois grupos de 05 para serem atendidos por dois educadores, que vão atuar no espaço;

  – O museu terá um funcionamento reduzido de 10h às 16h, de terça a sexta, e, sábados e domingo, de 12h às 16h, por conta da pandemia, com horários que podem ser redefinidos após o fim do decreto que normatiza as medidas sanitárias obrigatórias.

 

Saiba mais sobre a reforma

 Para aperfeiçoar o espaço disponível do MAES e de adequá-lo às normas de acessibilidade, foi elaborado no ano de 2016 um projeto de reforma, que propõe garantir acessibilidade motora e adequação da Reserva Técnica, conforme padrões museológicos internacionais; ampliar a área expositiva permitindo uma maior flexibilização do espaço para comportar propostas diversas de exposições, além de criar espaços de convivência que se somam às exposições e ações educativas.

 A proposta previu a abertura das janelas do museu para a cidade, considerando parte do projeto de implantação do museu, desenvolvido por Paulo Herkenhoff, em 1995. O projeto teve um investimento de R$ 2 milhões. Sobre acessibilidade, o projeto previu também soluções para portadores de necessidades especiais, como banheiros, elevador e sinalização adequada, além de mobiliário adequado para a guarda do acervo, hoje com, aproximadamente, 600 obras.  

 

Serviço:

Reabertura do Museu de Arte do Espírito Santo Dionísio Del Santo (MAES) + Exposição “Vix Estórias Capixabas”.

Abertura: 03 de dezembro, quinta-feira, às 16 horas.

Visitação: 04 de dezembro, sexta-feira, até o dia 03 março de 2021, quarta-feira.

Agendamento de grupos de até 10 pessoas pelo e-mail [email protected]

Museu de Arte do Espírito Santo Dionísio Del Santo,
Local: Avenida Jerônimo Monteiro, 557, Centro, Vitória.
Telefone para informações (27) 3132 8393.

 

Funcionamento:

Segunda-feira a sexta-feira: das 10h às 16h

Sábados: das 12h às 16h

Domingos e feriados: das 12h às 16h.

 

Artistas presentes na exposição

Além das obras Eupídio Malaquias e Dionísio Del Santo, a exposição vai contar com as obras de Aýla Lourenço, Castiel Vitorino, Cinthia Marcelle, Cristiano Lenhardt, Elisa Queiroz, Fabio Morais, Felipe Barbosa, Gabriel Borem,  Gui Castor,  Hilal Sami Hilal, Julio Tigre, Kevin Simón, Manuel Carvalho, Marcone Moreira, Maurício Salgueiro, MV, Pablo Lobato, Paulo Climachauska, Rafael Pagatini,  Rick Rodrigues, Rosana Paste, Rosindo Torres e Rubiane Maia.

 

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Secult
Aline Dias / Danilo Ferraz / Erika Piskac
(27) 3636-7111/99753-7583/99902-1627
[email protected]
[email protected]
https://www.facebook.com/SecultES/
https://www.instagram.com/secult.es/

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Governo inicia Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19 no Espírito Santo

Publicados

em

 

O Governo do Estado iniciou, nesta segunda-feira (18), a campanha de vacinação contra o novo Coronavírus (Covid-19) no Espírito Santo. Foram disponibilizadas 101.320 mil doses da vacina CoronaVac, do Instituto Butantan, pelo Ministério da Saúde. A primeira capixaba a ser imunizada foi a técnica de enfermagem Iolanda Brito da Silva dos Santos, de 55 anos, que atua no Hospital Estadual Dr. Jayme dos Santos Neves, referência no tratamento de pacientes da doença. A solenidade de início da vacinação teve a presença do governador Renato Casagrande e do secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, dentre outras autoridades.

“Agradeço à Deus pelo início desta caminhada. Quero parabenizar toda a nossa equipe de Governo e também o Governo Federal, que nos enviou esse primeiro lote de vacinas. Tenho que agradecer também a nossa bancada federal, que tem sido parceira e ajudado na disponibilização dos recursos, assim como a Assembleia Legislativa que votou todas as matérias relacionadas a este tema. O meu obrigado também à imprensa que tem feito um trabalho importante de orientação da população”, afirmou o governador.

Para Casagrande, o dia de hoje é histórico, em que as evidências científicas estão aflorando e sendo exaltadas. A vacinação teve início cerca de duas horas após a chegada das vacinas no Aeroporto de Vitória.

“Ficamos tristes todos os dias no final da tarde quando são atualizados os dados do painel Covid-19 e verificamos o número de pessoas que perdem a vida. Oramos para que a gente possa ter uma diminuição na perda de vidas. Infelizmente, quase todo mundo conhece alguém que perdeu a vida por causa dessa doença. Ficamos muito felizes que muitas mortes serão evitadas com essa vacina”, pontuou.

O governador destacou ainda a importância da estratégia do Governo do Estado no enfrentamento à doença. “Desde janeiro estamos investindo nos hospitais com a ampliação de leitos e também na preparação do sistema de saúde, com a compra de insumos e equipamentos. Criamos 250 novos leitos da UTI Covid somente aqui no Jayme dos Santos Neves, que é uma referência em todo País no tratamento de pacientes com a doença. Em outros estados vemos pessoas perdendo a vida sem atendimento hospitalar, o que não ocorreu aqui. Muito obrigado aos profissionais de saúde, de coração. Teremos o ano todo pela frente de muita luta e os municípios terão um papel fundamental na vacinação”, ponderou.

O secretário Nésio Fernandes lembrou a importância da ciência neste momento, bem como do planejamento do Governo do Estado. “Nós médicos somos formados para apostar na ciência, nas práticas de cuidados e nas evidências científicas. Confiem nas vacinas, elas salvam. Não possuem ideologias, possuem ciência. Possuem uma expressão de solidariedade, de amor dos trabalhadores da saúde, dos pesquisadores da saúde para com a comunidade. Eis que hoje, a principal medida que salva vidas, que é a vacinação, tem início no Espírito Santo. Esse momento demonstra também que ter planejamento estratégico e ter liderança assertiva, que nos permitiu chegarmos até aqui”, disse.

Leia Também:  Seleção do Nossa Bolsa 2021 vai usar notas do Enem de 2015 a 2019

Primeira imunizada

Foi no Hospital Estadual Dr. Jayme dos Santos Neves que Iolanda iniciou sua carreira como técnica de enfermagem há oito anos. Casada e mãe de quatro filhos, ela atua também no Hospital Estadual Dório Silva, na Serra, e ficou emocionada ao poder ser imunizada. “Presenciei muitos dias difíceis, mas também felizes porque pude contribuir nos dias de luta. E hoje sou uma das primeiras a viver dias de glória”, disse a trabalhadora da saúde que ainda afirmou “não tenha medo das vacinas”.

Como forma de homenagem a todos os profissionais que estão na linha de frente no combate à doença, foram imunizadas na solenidade: a fisioterapeuta Thaísa Fonseca; o médico Romerson Ribeiro; a enfermeira Eliane Palles; a auxiliar de serviços gerais, Sabrina Bital Martins; e a vacinadora Elizelia Bicalho.

Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19

Com o objetivo principal de reduzir a morbimortalidade causada pela Covid-19, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19 no Espírito Santo terá como população-alvo inicial cerca de 48 mil capixabas. Para alcançar esse objetivo, o Programa Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, estabeleceu como meta vacinal de pelo menos 90% da população-alvo de cada grupo.

Para a primeira etapa da primeira fase, a imunização se dará pelos trabalhadores da saúde (42.273); pessoas maiores de 60 anos residentes em instituições de longa permanência (2.970); pessoas maiores de 18 anos com deficiência residentes em Residências Inclusivas (210) e indígenas aldeados (2.793), em conformidade com os cenários de disponibilidade da vacina.

A coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis da Secretaria da Saúde (Sesa), Danielle Grillo, destacou que, na segunda etapa da primeira fase da vacinação, serão acrescidos o público idoso acima dos 75 anos não institucionalizados (155.760 capixabas).

Leia Também:  Sesp divulga plano operacional das forças de segurança para Enem

“O objetivo é poder imunizar ainda durante a primeira fase toda a população capixaba que pertença ao público-alvo da campanha. Para esta primeira etapa da primeira fase serão atendidos parte dos trabalhadores da saúde, mas com meta de imunização dos mais de 111 mil profissionais do Estado, a depender da disponibilidade dos insumos”, explicou a profissional.

A coordenadora orienta também que a população que tenha sintomas gripais e faça parte do público-alvo aguarde o período de isolamento para comparecer às salas de vacinação. “A recomendação é adiar a vacinação em quatro semanas após o início dos sintomas”, disse Danielle Grillo.

Em relação às próximas etapas de vacinação, a coordenadora ressalta que as informações serão divulgadas pelo Ministério da Saúde. O imunizante a ser administrado será a vacina CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório Sinovac, de forma exclusivamente via intramuscular, em esquema de duas doses, com intervalo de quatro semanas.

É previsto que cerca de dois mil profissionais estarão envolvidos no processo de imunização nas 493 salas de vacinação do Espírito Santo. Os municípios também poderão desenvolver estratégias de ações denominadas “extramuro”, ou seja, não apenas realizadas dentro da sala de vacinação na Unidade de Saúde.

Distribuição da vacina no Estado

As 101.320 doses disponibilizadas pelo Ministério da Saúde da vacina CoronaVac foram encaminhadas à Central Estadual de Rede de Frio da Secretaria da Saúde, em Vitória. A partir desta terça-feira (19), as doses serão destinadas às Centrais Regionais de Saúde de Cachoeiro de Itapemirim, Colatina e São Mateus para distribuição aos municípios capixabas, que iniciaram a distribuição aos municípios do interior do Estado. Também nesta terça, os municípios de Vitória, Vila Velha, Cariacica e Serra receberão as doses para iniciar a campanha.

O Governo do Estado investiu na compra de 80 equipamentos de refrigeração que serão distribuídos aos municípios capixabas. Além disso, realizou adaptação nos caminhões frigoríficos e furgões das Regionais de Saúde com novo isolamento térmico e climatização, que estão prontas e serão utilizados para a logística de distribuição.

Fotos galeria: Rodrigo Araujo/Governo-ES e Wing Costa/Secom

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Governo
Giovani Pagotto
(27) 98895-0843

Assessoria de Comunicação da Sesa
Syria Luppi / Kárita Iana / Paula Lima / Luciana Almeida / Thaísa Côrtes / Danielly Schulthais
[email protected]

 

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA