Carros e Motos

Kinto lança serviço de assinatura para veículos seminovos

Publicados

em


Kinto
Divulgação

Kinto

Foi se o tempo que assinatura de carros era exclusivamente voltada a carros zero-quilômetro. A Kinto , uma empresa do grupo Toyota está lançando o serviço com foco nos veículos seminovos.

De acordo com a empresa, as  mensalidades podem variar conforme o modelo do veículo, sempre da marca Toyota , bem como a versão e quilometragem que dependendo do pacote da mesma podem ser até 25% menore s do que as dos mesmos automóveis novos.

Ao resolver optar pelo plano de assinatura de veículo seminovo, o cliente precisa ir até uma das concessionárias credenciadas da marca Toyota ou, se assim preferir, acessar o site e escolher o período do serviço de aluguel que pode ser de 12 ou 24 meses e escolher o pacote de quilometragem mensal de 800 Km ou 1.500 Km.

Leia Também:  Testamos a BMW R 1250GS Adventure Triple Black

Uma das vantagens , assim como quem assina um pacote de modelo novo, está na inclusão de serviços como manutenção preventiva, assistência 24 horas,  IPVA, carro reserva (quando necessário) e seguro com cobertura para terceiros.

Segundo a companhia, os carros de passeio são oferecidos no máximo 40 mil km rodados, enquanto picapes até 80 mil km e vem de frotas atendidas pelo Kinto One Fleet , outro serviço da empresa.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carros e Motos

Veja uma coletânea de histórias envolvendo o Jeep Grand Cherokee

Publicados

em

Jeep Grand Cherokee 2011 sobe no palco do Javits Center, em Nova York (EUA), durante apresentação do modelo
Divulgação

Jeep Grand Cherokee 2011 sobe no palco do Javits Center, em Nova York (EUA), durante apresentação do modelo

A criação da fama de um veículo sempre foi um espetáculo à parte. Fazendo um mergulho em fatos da história do Jeep Grand Cherokee é possível entender porque ele é reconhecido como um poderoso SUV. No ano de 2011, por exemplo, eu pude participar da conferência de lançamento do SUV, totalmente renovado.

O evento foi no Javits Center, um grande e famoso centro de convenção em Manhattan, Nova York. Um exemplar prata do Jeep Grand Cherokee veio rodando e subiu, como um astro, as escadas até o palco.

Foi criada toda uma estrutura para suportar os 2,1 mil kg e o 268 cv do modelo. A subida foi facilmente completada e a proposta foi mostrar indoor o funcionamento da suspensão a ar, das rodas independentes e molas helicoidais.

Leia Também:  Ford apresenta nova geração da picape esportiva Ranger Raptor 2023

Há 44 anos, o nome Cherokee praticamente se tornou uma marca própria. Entretanto, no ano passado, o chefe da Nação Cherokee afirmou que deseja que modelo da Jeep deixe de usar o nome de sua tribo.

A Stellantis , atual dona da marca, afirmou que “o nome foi escolhido cuidadosamente e cultivado durante anos para homenagear o povo nativo americano por sua bravura”.

Outro ponto interessante é que o Grand Cherokee passou sob a direção de grupos distintos. Além da Stellantis, que de quem herdou o nome Jeep, foi administrado pelas marcas Chrysler (montadora original) e Daimler .

Voltando ao presente, a Jeep confirmou que seu próximo lançamento no Brasil será o novo Jeep Grand Cherokee 4xe. Ele tem um sistema híbrido plug-in com uma potência combinada (gasolina e elétrico) de 380 cv e um consumo médio de 23,7 km/l.

Nada mau, mas o preço deve ser superior a R$ 400 mil. Um modelo para poucos mas, com a versão híbrida , representa mais um capítulo da série de histórias do Grand Cherokee .

Leia Também:  BMW revela novo veículo de competição, que poderá ir para Le Mans

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA