Jurídico

Justiça Eleitoral realiza 1º encontro do Laboratório de Inovação, Inteligência e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Publicados

em


Servidores do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e de 16 Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) participaram, nesta segunda-feira (5), do primeiro encontro dos integrantes do Laboratório de Inovação, Inteligência e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Justiça Eleitoral (Liods–JE), instituído pela Portaria TSE nº 747/2020. O Liods-JE é um programa que une o conhecimento institucional, a inovação e a cooperação, com o objetivo de alcançar a eficiência na prestação do serviço público.

No âmbito da Justiça Eleitoral, o programa tem a competência de: promover a gestão dos dados judiciais e administrativos da Agenda 2030; elaborar e implementar plano de ação com soluções conjuntas voltadas à aplicação de inovações que visem simplificar processos e procedimentos de atendimento ao usuário; e incentivar pesquisas, artigos e estudos sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável; entre outros.

Na abertura do primeiro encontro, o diretor-geral do TSE, Rui Moreira, destacou que este momento de pandemia da Covid-19 reitera a necessidade de investimento em inovação. Ele citou a realização da própria reunião virtual para ilustrar que ferramentas impensáveis antes do novo coronavírus estão se tornando cada vez mais comuns e evitando o deslocamento para o cumprimento de suas tarefas.

Leia Também:  TSE realiza audiência pública para aquisição de novas urnas eletrônicas

Deslocamento foi justamente o tema escolhido pelo diretor-geral para destacar como o Liods-JE pode contribuir para a melhoria dos serviços prestados pela Justiça Eleitoral aos cidadãos, candidatos e partidos. Para ele, a Justiça Eleitoral vai melhorar ainda mais a sua imagem quando puder evitar a ida dos interessados aos cartórios para resolver qualquer pendência, além de economizar recursos, tendo em vista o alto custo do atendimento presencial.

O Liods-JE é coordenado pelo secretário de Modernização, Gestão Estratégica e Socioambiental do TSE, Bruno Andrade, que deixou clara a diferença na condução do Liods pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) – que foca em processos jurisdicionais – e pela Justiça Eleitoral – preza pela melhoria dos serviços prestados.

O encontro foi conduzido por Venância Medina, chefe da Seção de Modernização de Serviço ao Eleitor (Semose/Cogeso/SMG). No primeiro momento, os três representantes de cada Regional e do TSE aprenderam a lidar com a ferramenta Miro, que será utilizada durante os trabalhos.

Depois, os integrantes se apresentaram e falaram sobre como podem contribuir para o projeto. A reuniões com todos os representantes estão previstas para ocorrerem trimestralmente, mas os coordenadores já organizam encontros mais frequentes com subgrupos temáticos.

Leia Também:  Veja entrevista com organizador de livro do TSE e USP sobre eleições na Primeira República

GA/LC, DM

Fonte: TSE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jurídico

Clica e Confirma destaca os serviços que podem ser realizados nos sites do TSE e dos TREs

Publicados

em


Já está no ar mais uma edição do Clica e Confirma, o podcast da Justiça Eleitoral. O episódio 43 mostra uma série de serviços oferecidos ao eleitor nos sites dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) de todo o país e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Com essa opção, o interessado não precisa se dirigir a um cartório eleitoral. É possível, por exemplo, tirar o título de eleitor, atualizar os dados no cadastro eleitoral e emitir certidões, como a de quitação eleitoral e a de crimes eleitorais.

Outro assunto no Clica e Confirma desta semana é a assinatura do acordo de cooperação técnica entre o TSE e a Presidência da República para implementar a Identificação Civil Nacional (ICN). O objetivo é promover o fortalecimento de um sistema nacional de identificação com documento único. Segundo o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, a ICN tem dois grandes papéis: “Simplificar a vida dos cidadãos e permitir a conferência dos dados de cada cidadão, evitando fraudes”.

O programa ainda traz as informações da primeira eleição suplementar de 2021 realizada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR). Ao todo, 2.830 eleitores compareceram às urnas em Munhoz de Mello para escolher a nova administração municipal. A votação ocorreu das 7h às 17h, respeitando os protocolos de segurança sanitária, em dois locais de votação.

Leia Também:  Barroso comunica ao Plenário compra de novas urnas eletrônicas

O Clica e Confirma é apresentado pelo jornalista Rimack Souto. Você pode ouvir o Clica e Confirma no Spotify e no Portal do TSE.

PN/LC, DM

Fonte: TSE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA