Entretenimento

Julgamento de Gusttavo Lima é marcado e ele pode perder R$ 20 milhões

Publicados

em


source

Em primeira mão esta jornalista que vos escreve antecipa que a briga judicial milionária entre o compositor André Luiz Gonçalves, conhecido no meio da música como De Lucca, e o cantor Gusttavo Lima, ganha um novo episódio no próximo dia 25. Nesta data será realizado o julgamento virtual do processo em que André pede indenização por danos morais e materiais ao artista.

Leia também: Após críticas, Gusttavo Lima toma atitude radical: “Não farei live”

Gusttavo Lima
Reprodução/Instagram

Gusttavo Lima foi processado por um compositor


O valor da causa, divulgada com exclusividade por esta coluna, é de R$ 20 milhões. Na ação, o compositor alega que Gusttavo Lima utilizou-se indevidamente dos direitos autorais de sua composição Fora do Comum , um dos sucessos na voz do sertanejo. Ele também diz que Gusttavo chegou a fazer promessas sobre novas parcerias que nunca foram cumpridas.

Leia também: Gusttavo Lima bebe demais e expõe vida sexual: “Homem que não chupa é covarde”

O processo , que corre na 30ª Vara Cível de Goiânia, já teve duas audiências de conciliação que terminaram sem acordo. Na última, que aconteceu em novembro do ano passado, André afirma que a defesa de Gusttavo Lima ofereceu um acordo para que ele recebesse R$ 50 mil em 10 vezes de R$ 5 mil, além de uma proposta do escritório do cantor para gravar um disco. Agora, a ação tramita em segunda instância.

Leia Também:  Ney Matogrosso relembra relacionamento a três e revela: "Era viciado em sexo"
Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Cinemas e teatros devem reabrir a partir do dia 27 de julho em São Paulo

Publicados

em


source
cinema
Divulgação

Governo de São Paulo divulga expetativa de reabertura das salas de cinema e teatro

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta sexta-feira (3) os protocolos de reabertura de salas de cinema e teatro . Embora ainda não haja confirmação sobre a data da liberação, a expectativa é de que – na capital do estado – os equipamentos culturais voltem a funcionar a partir do dia 27 de julho. Também já é possível saber quais protocolos de segurança serão necessários.

“O funcionamento está previsto depois que a região tiver estabilidade de quatro semanas na fase amarela, não é um funcionamento imediato”,informou a secretária de Desenvolvimento Econômico do estado, Patrícia Ellen. Inicalmente, o retorno dessas atividades estavam previstos para fase 4 de controle da pandemia. 

A liberação depende o avanço das regioes no Plano São Paulo , esquema que determina os critérios para avanço ou retrocesso das regiões na reabertura econômica. A fase que permite a reabertura de cinemas ocorre na fase amarela, onde atualmente está inserida a capital paulista. Além disso, a decisão final sobre a reabertura de cada serviço depende das prefeituras. 

Leia Também:  Mayra Cardi soube de 16 amantes de Arthur Aguiar: "Não descobri todas"

Nessa fase, serão necessários cuidados específicos com higiene e segurança, como protocolos para público sentado e com distanciamento entre poltronas, capacidade máxima de 40%, funcionamento reduzido de 6 horas, compra antecipada on-line, assentos marcados e suspensão de consumo e venda de alimentos e bebidas.

Além das salas de cinema e teatro, o governo também prevê a liberação de eventos culturais, também sem data definida. “Para os eventos com público em pé, são quatro semanas de estabilidade na fase verde, a previsão seria a partir do dia 12 de outubro”, informou a secretária. 

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA