Política Nacional

Janones aceita conversar com Lula sobre união no 1º turno: ‘Humildade’

Publicado em

O deputado federal André Janones, candidato à presidência pelo Avante
Divulgação

O deputado federal André Janones, candidato à presidência pelo Avante

Nesta sexta-feira (29), o candidato ao Planalto pelo Avante, André Janones , disse ter aceitado o convite do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para conversar sobre uma possível união no primeiro turno das eleições, marcadas para outubro deste ano.

Lula vinha ‘flertando’ com a possibilidade de contar com o apoio do candidato do Avante para a sua candidatura neste ano. 

“Bolsonaro me bloqueou, Ciro não aceitou encontrar comigo, Tebet ignorou por completo minha existência, enquanto aquele que lidera as pesquisas pediu publicamente para conversar comigo. Humildade e democracia andam lado a lado. Convite aceito”, escreveu Janones nas redes sociais.

Na mesma publicação, o petista respondeu e disse que vai ligar para o candidato. “Combinado. Política se faz com diálogo e juntando pessoas pelo bem comum. Vou te ligar.”

Leia Também:  Lira defende lei ampla sobre fake news: 'Tem que ser moderada'

Em entrevista à GloboNews nessa terça (26), Janones revelou já ter se encontrado com Lula — em uma reunião que, até então, estava em sigilo . Na ocasião, de acordo com o candidato do Avante, o petista teria elogiado sua trajetória política e a “teimosia”, mas não pediu que ele retirasse a candidatura da disputa ao Planalto.

Janones, no entanto, afirmou que poderia ter desistido da candidatura caso entendesse que a ação era necessária para uma “luta em favor da democracia” e se algum dos adversários se oferecesse para incorporar suas propostas. Agora, porém, disse estar decidido que levará a disputa até o fim.

A candidatura de Janones foi oficializada pelo partido no último sábado (23) , durante convenção em Belo Horizonte (MG). De acordo com  pesquisa Datafolha divulgada na noite de ontem, Janones aparece com 1% das intenções de voto, junto com Pablo Marçal (Pros) e Vera Lúcia (PSTU).

Leia Também:  Suplicy foi 'agressivo' ao interromper evento petista, diz Mercadante

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política Nacional

Delator da Lava-Jato, Paulo Roberto Costa, morre aos 68 anos

Published

on

Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras
Reprodução: agência senado – 13/08/2022

Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras

Morreu na tarde deste sábado, aos 68 anos, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. A informação foi confirmada ao GLOBO por familiares de Costa. A causa da morte não foi divulgada.

O engenheiro ficou nacionalmente conhecido por ter sido preso no âmbito da operação Lava-Jato, em 2014, e por ter sido delator de supostos esquemas de corrupção na estatal.

Em acordo de delação premiada firmado com o Ministério Público Federal, Costa revelou esquemas de enriquecimento ilícito que beneficiavam políticos. Delatou, entre outros, o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral e a ex-governadora do Maranhão Roseana Sarney. Citou, ainda, nomes como o ex-senador Romero Jucá e o senador e atual ministro da Casa Civil Ciro Nogueira. Todos negaram as acusações à época.

Na ocasião da assinatura do acordo, Costa renunciou a cerca de US$ 23 milhões mantidos em contas na Suíça, à época bloqueados, além de mais US$ 2,3 milhões em Cayman. Na época, o ex-diretor devolveu R$ 79 milhões à Petrobras. Os prejuízos com os esquemas de corrupção foram calculados na ocasião em R$ 1,3 bilhão.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA