Tecnologia

iOS 14 vaza e circula nas mãos de hackers desde fevereiro

Publicados

em


source

Olhar Digital

iOS 14
Unsplash/Taylor Grote

O iOS 14 deve chegar aos iPhones apenas em setembro


O iOS 14 ainda não foi sequer anunciado, o que só deve ser feito durante a WWDC, programada para 22 de junho, mas aparentemente o sistema operacional já está nas mãos de muitas pessoas que não deveriam ter acesso prévio, incluindo hackers e potenciais cibercriminosos.

De acordo com matéria da Vice , uma versão interna do iOS 14 já está circulando pelo menos desde fevereiro. Não há uma confirmação de como isso aconteceu, mas a comunidade de jailbreakers diz que o vazamento é resultado de um desenvolvedor da Apple que perdeu seu iPhone 11 enquanto ele rodava o novo sistema operacional . O aparelho então foi comprado de vendedores chineses por “milhares de dólares” e o software foi extraído.

Leia também: Anvisa aprova eletrocardiograma em Apple Watch, diz site

O resultado disso é que muitos dos segredos que a Apple gostaria de guardar por razões de segurança e por questões comerciais começaram a vazar. O site 9to5Mac , especializado na cobertura da Apple, vinha noticiando vários dos novos recursos do iOS 14 antes do lançamento justamente por ter obtido acesso antecipado ao sistema.

Leia Também:  Samsung pode lançar celular com quase 7.000 mAh de bateria

Da mesma forma, pesquisadores de segurança e cibercriminosos podem usar essas informações para descobrir as vulnerabilidades no sistema operacional, para encontrar potenciais canais de ataque que venham a ainda estar abertos quando o iOS 14 finalmente for lançado.

Detalhes sobre um novo sistema operacional costumam vazar antes do lançamento, e isso é normal. O que não é normal é a antecedência com que isso aconteceu desta vez. Segundo a reportagem, é a primeira vez que isso acontece faltando tantos meses para o anúncio formal do sistema operacional, como informam fontes anônimas.

Leia também: iPad com tela transparente? Confira a patente registrada pela Apple

Vale a pena notar, no entanto, que pelo fato de a versão vazada do iOS 14 datar de dezembro, é bastante possível que a versão final do sistema passe por grandes alterações. Recursos novos podem não ficar totalmente prontos a tempo, ideias podem ser descartadas e potenciais falhas de segurança podem ser corrigidas.

Historicamente, a Apple costuma disponibilizar a primeira versão aberta do iOS durante a WWDC. A edição, no entanto, é bastante instável, direcionada para desenvolvedores que precisam testar seus aplicativos no novo sistema operacional para aproveitar os novos recursos e checar incompatibilidades. Na sequência, vem a primeira versão beta, que já pode ser instalada por qualquer entusiasta; no ano passado, isso aconteceu três semanas após a liberação do sistema para desenvolvedores. Já a edição final é lançada praticamente junto dos novos iPhones , o que costuma acontecer em setembro. 

Leia Também:  Primeira rede de Wi-Fi gratuita é instalada em Heliópolis

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Anonymous acusa TikTok de espionagem: “Delete o aplicativo agora”

Publicados

em


source
TikTok Anonymous
Tarik Haiga/Unsplash

Anonymous acusam TikTok de espionagem


Um perfil no Twitter da  rede de hackers Anonymous acusou o TikTok de fazer espionagem para o governo chinês, e pediu que os usuários excluam o aplicativo


“Exclua o TikTok agora”, diz a publicação. “Se você conhece alguém que o está usando, explica a ele que se trata essencialmente de um malware operado pelo governo chinês executando uma operação de espionagem maciça”.


A publicação foi feita compartilhando o tweet de um desenvolvedor que revelou dados que o TikTok coleta de seus usuários. 

Ao jornal espanhol 20 minutos, o TikTok afirmou que leva muito a sério as alegações feitas, e que está conduzindo uma revisão completa do aplicativo. “Nossa equipe de segurança da informação conduz um processo contínuo para verificar e corrigir vulnerabilidades de segurança. Incluímos empresas de segurança de classe mundial nessas avaliações”, diz a empresa. 

Leia Também:  Aplicativos roubam senhas do Facebook e são excluídos pelo Google; veja a lista

Fase não está boa

A acusação da Anonymous não veio de forma isolada. Na última semana, usuários do iOS 14 encontraram indícios de que o  TikTok estava espionando o que era copiado na área de transferência dos celulares. 

Além disso, o  aplicativo foi banido da Índia  junto com diversos outros apps chineses, em um movimento anti-China observado no país. 

Nesta segunda-feira (06), Mike Pompeo, secretário de Estado dos EUA, disse à Fox que o país está certamente avaliando banir o TikTok e outros aplicativos chineses.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA