Mulher

Introdução alimentar: quando incluir alimentos na dieta do bebê

Publicados

em


source

Alto Astral

Introdução alimentar: quando incluir alimentos na dieta do bebê
Reprodução: Alto Astral

Introdução alimentar: quando incluir alimentos na dieta do bebê

Uma dúvida comum entre pais e mães é a partir de quando os alimentos podem ser introduzidos na vida dos filhos, especialmente porque algumas iguarias são amplamente conhecidas por causarem as temidas reações alérgicas .

Segundo experts no assunto, a questão da introdução alimentar é mais simples do que parece, visto que é de extrama importância os bebês terem contato com os alimentos sólidos o quanto antes. Assim, Patrícia Terrível, pediatra humanizada e neonatologista, explica que a introdução alimentar pode ser feita a partir dos seis meses.

Isso porque, como pontua Gabriela Justamante Händel Schmitz, doutora em Ciência dos Alimentos pela Universidade de São Paulo, “quanto mais cedo o organismo tiver contato com alimentos variados, menor a chance de ser desenvolvida uma alergia alimentar”.

Schmitz ainda complementa dizendo que “a partir dos seis meses, quando se introduz a papinha salgada, o bebê deve começar a comer todos os tipos de alimentos, inclusive aqueles potencialmente alergênicos”. Ela explica que um dos fatores de risco à alergia alimentar é justamente a ausência de contato com algumas comidas nessa fase da vida.

A médica corrobora a fala e afirma que a janela imunológica do bebê ocorre entre o sexto e oitavo mês. Por isso, de acordo com ela, essa é a fase na qual “precisamos oferecer os alimentos de potencial alergênico, como ovo, trigo (glúten), peixes e crustáceos, oleaginosas (amendoim e castanhas), e frutas, como banana e morango”.

introdução alimentar
Ao introduzir alimentos na dieta do bebê, não deixe as frutas de lado. / Shutterstock

Mas pode comer de tudo?

“Devem ser evitados alimentos industrializados, principalmente os que contém muito açúcar ou gordura, que não contribuem para a formação de uma microbiota equilibrada e podem conter substâncias que potencialmente induzem à alergia, como conservantes e corantes químicos”, afirma Schmitz. De acordo com a Sociedade Brasileira de Alergia e Imunopatologia (ASBAI), as reações adversas aos conservantes, corantes e aditivos alimentares são raras, mas não devem ser menosprezadas.

Leia Também:  Lua Cheia em Capricórnio

Schmitz ainda acrescenta que “obviamente, para essa fase da vida, existem alimentos proibidos, mas por outras razões”. Alguns exemplos destacados pela especialista são o açúcar (seja branco, mascavo, cristal ou demerara), até 2 anos de idade, e o mel, até 1 ano. Ela explica que a restrição do açúcar é devido aos riscos do desenvolvimento de obesidade e doenças correlacionadas, e também porque a criança pode acabar dando preferência a alimentos doces e deixar de lado os salgados, que fazem parte das principais refeições. Já o mel, pelo risco de conter esporos de Clostridium botulinum – bactéria cuja toxina desencadeia a chamada doença do botulismo infantil. A microbiota intestinal dos bebês, ainda em formação, não é capaz de impedir a germinação dos esporos dessa bactéria.

Você viu?

A pediatra complementa, afirmando: “tudo que for natural é recomendado e indicado”. Segundo ela, se veio da terra está liberado. Terrível ainda destaca a importância de sempre oferecer os 5 grandes grupos para os bebês: arroz ou tubérculos, hortaliças verdes, hortaliças coloridas, leguminosas e proteínas.

Alergias

A doutora em Ciência dos Alimentos explica que “uma alimentação variada, preferencialmente in natura, tem uma influência importante na formação de uma microbiota intestinal equilibrada”. Essa, por sua vez, tem um papel relevante no mecanismo de tolerância aos alimentos potencialmente alergênicos. “A microbiota intestinal atua como uma barreira, evitando a passagem das proteínas alimentares [as responsáveis pela alergia] para a corrente sanguínea, reduzindo a chance de uma reação alérgica”, explica.

Leia Também:  Como ficam os cuidados com os olhos no inverno?

Schmitz destaca que se os pais notarem qualquer reação alérgica no bebê durante a introdução de alimentos novos, além de procurarem ajuda médica imediatamente, devem suspender o alimento o qual eles suspeitam que possa ter causado a alergia. Vale lembrar que a reação alérgica pode ocorrer independentemente da quantidade ingerida do alimento.

Vale salientar que os sintomas de uma reação podem ser locais, como coceira, vômito, dor abdominal e náusea, ou sistêmicos, como urticária, queda da pressão arterial, edema de glote e anafilaxia. “Há casos severos em que o bebê não pode nem tocar ou inalar o cheiro do alimento alergênico, mas esses são mais raros”, afirma Schmitz.

Ainda segundo a doutora da USP, os alimentos que mais causam alergias na população são: leite, ovos, trigo, soja, peixe, crustáceos, amendoim, castanhas e gergelim. Além disso, há cada vez mais casos de crianças alérgicas a frutas. Entretanto, a literatura científica mostra que a alergia alimentar é mais comum em crianças (8%) em relação aos adultos (5%).

Com isso, Terrível ressalta que é muito importante seguir sempre as orientações médicas e estar atento aos sinais de prontidão do bebê – como controle de cabeça e pescoço, sustentação de tronco, sentar-se sem apoio e sem tombar, levar comidas e objetos a boca, movimentos voluntários de língua e lábios e demonstração de interesse quando vê pessoas comendo – antes da introdução alimentar.

Consultoria: Gabriela Justamante Händel Schmitz, doutora em Ciência dos Alimentos pela Universidade de São Paulo e ex-pesquisadora do Centro de Pesquisa em Alimentos (Food Research Center – FoRC), e Patrícia Terrível, pediatria humanizada, neonatologista e idealizadora do projeto Corrente de Amor pelo SUS.

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mulher

Horóscopo do dia: previsões para 25 de junho de 2021

Publicados

em


source
Veja as previsões do seu signo no horóscopo do dia
Marcelo Dalla

Mandala


ÁRIES

A Lua cheia continua em Capricórnio: procure usar a razão e o bom senso, sem medir forças com qualquer pessoa. Não é um bom período para discutir a relação, melhor voltar a atenção para si mesmo. Durante o dia, vale investir na produtividade, com uma postura mais objetiva. No período da noite, Lua e Netuno prometem inspiração, é bom prestar atenção na intuição e nas sincronicidades mágicas. Vale também buscar informações positivas, elevadas. Sintonizar-se com tudo o que traz significado especial para a vida.


TOURO  

Todos estão mais inquietos, as emoções transbordam em tempos de Lua cheia. Evite discussões, releve e procure ceder. Cordialidade, gentileza e diplomacia são fundamentais. Fique atento, muitas situações surgem para mostrar o que pode e deve melhorar em sua vida. Com a oposição entre Vênus e Plutão, observe suas carências, questione valores, emoções, sua capacidade criativa e diplomática para superar-se. Vale buscar atividades e informações que possam elevar seu astral e sua autoestima.

GÊMEOS

Perseverança, estratégia, planejamento e organização são qualidades que ganham destaque. A Lua cheia segue em Capricórnio: bom domingo para traçar planos, estratégias e prioridades. Aproveite para fazer algo que realmente gosta também. Mas evite a pressa, as discussões e as disputas. Procure relaxar, cultivar mais confiança, bem estar, sensibilidade e harmonia. Mercúrio segue em harmonia com Saturno, favorecendo assuntos profissionais. Atitudes mais maduras e compromissadas são muito bem vindas

CÂNCER

Com a Lua cheia em Capricórnio, uma postura mais pragmática e responsável deve prevalecer. É importante interagir com maturidade. Os discursos podem se tornar exaltados, há tendência para reações extremadas. O desafio do período é equilibrar a razão com as emoções, que transbordam. Vênus e Plutão pedem um cuidado maior com os relacionamentos, evite disputas. Ainda bem que no período da noite, Lua e Netuno prometem mais inspiração. Intuições e aprendizados espirituais ficam favorecidos.

Leia Também:  Horóscopo do dia: previsões para 25 de junho de 2021

LEÃO

A Lua segue em Capricórnio, você pode dosar melhor suas ações, com mais realismo, consciência, discernimento e maturidade. Procure perceber se sua fala está crítica ou agressiva. Vênus confronta Plutão: melhor evitar impor seu ponto de vista e repensar verdades estabelecidas. Procure cultivar mais gentileza e solidariedade, esteja aberto para perceber as necessidades de quem ama. Fique atento também aos seus pensamentos e emoções: novas ideias e bons insights estão em pauta.

VIRGEM

Você viu?

Bom período para arregaçar as mangas, encaminhar tarefas, projetos, negociações, fazer algo produtivo. A Lua segue no compenetrado Capricórnio: método, realismo, disciplina e praticidade ganham destaque. Mas evite exagerar nas críticas e nas cobranças. Procure ser generoso em seus julgamentos. Vale também arejar e movimentar as energias de sua casa, livrar-se de algo que está parado há tempos. No período da noite, Lua e Netuno o ajudam a refinar a sensibilidade, favorecendo as artes e os assuntos mais transcendentais da vida.

LIBRA

A Lua cheia segue em Capricórnio, aproveite para organizar melhor suas ideias, estruturar projetos, aproveitar melhor o tempo com algo produtivo. Evite forçar situações, é bom evitar confrontos, principalmente com o sexo oposto. O melhor mesmo é cultivar flexibilidade e autoestima, investir em novos aprendizados e na expansão da consciência. Quanto mais gentileza, generosidade e leveza, melhor. Aproveite o período para atualizar informações, concluir assuntos com mais independência e autonomia.

ESCORPIÃO

Situações doentias nas relações podem ficar mais evidentes com a oposição entre Vênus e Plutão. Reflita sobre suas carências, observe se há controle ou ciúme. A Lua segue no pragmático Capricórnio, você pode elaborar estratégias, organizar a agenda, priorizar assuntos, avaliar os procedimentos para desenvolver seus planos. Procure cultivar generosidade, gentileza e diplomacia. Vale também colocar-se em movimento, evite ficar muito tempo para ou em tarefas repetitivas. Prefira investir nos seus talentos e no que realmente gosta de fazer.

Leia Também:  Descubra como é o cringe de cada signo!

SAGITÁRIO  

A Lua segue em Capricórnio para ajudá-lo a cultivar uma visão mais prática e realista dos fatos. Maturidade, honestidade, profissionalismo e comprometimento são qualidades em destaque. Aproveite para cultivar foco, pesquisar, estudar, aprofundar-se nos temas que mais lhe interessam. Além disso, é importante harmonizar as relações com mais disposição, clareza e abertura para compreender o outro. Sol e Júpiter seguem em harmonia, favorecendo a generosidade, uma visão mais positiva e ampliada da vida.

CAPRICÓRNIO

A fase de limpeza e transformações continua a pleno vapor com a Lua cheia em seu signo. Aproveite para refletir sobre sua relação com os bens materiais. Com o quê vale a pena se comprometer? Mais do que o dinheiro em si, devemos buscar abundância. Saúde, amor, amizade, conhecimento, sabedoria e desenvolvimento espiritual: esta é a verdadeira riqueza. Você também prospera quando ajuda os outros a prosperarem. As parcerias podem passar por momentos de turbulência e ajustes. Procure agir com generosidade e diplomacia.

AQUÁRIO

O período de emoções transbordantes continua. Esteja preparado para ouvir e conciliar opiniões diferentes da sua. A ansiedade e a inquietação devem ser controladas com doses de consciência e maturidade. Cordialidade, pontualidade, gentileza e diplomacia são importantes! A Lua segue em Capricórnio, favorecendo atitudes maduras e comedidas. Você pode colocar em dia tarefas atrasadas, mas é bom reservar tempo para fazer algo do seu agrado também. Ao desacelerar, você pode sentir o que sua intuição e seu coração estão a dizer.

PEIXES

Aproveite que a Lua segue em Capricórnio para cultivar mais realismo e praticidade. O céu também traz aspectos tensos para o período, é melhor cultivar recolhimento, cultivar uma postura tranquila e positiva perante a vida. No período da noite a Lua se alinha com Netuno favorecendo atividades ligadas às imagens, mais sensíveis, solidárias, amorosas e refinadas. As artes e atividades relaxantes são sempre muito indicadas. Tudo o que puder fazer para harmonizar as emoções e refinar seu bom gosto e bem-vindo!

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA