Tecnologia

Instagram vai mostrar ainda mais posts de quem você não segue

Publicado em

Instagram terá mudanças no feed
Unsplash/Kate Torline

Instagram terá mudanças no feed

O Instagram e o Facebook vão mostrar ainda mais publicações de contas que os usuários não seguem. A mudança no feed foi revelada por Mark Zuckerberg, CEO da Meta, controladora das redes sociais, durante teleconferência de resultados do segundo trimestre da empresa , na quarta-feira (27).

Zuckerberg afirmou que as publicações recomendadas vão dobrar até o final de 2023, tanto no Instagram quando no Facebook. No Facebook, esse tipo de conteúdo já representa 15% do feed, de acordo com o executivo, número que é ainda maior no Instagram.

“Como a inteligência artificial encontra conteúdo adicional que as pessoas acham interessante, isso aumenta o engajamento e a qualidade de nossos feeds”, afirmou Zuckerberg, que disse que o algoritmo vai recomendar não apenas vídeos, mas também fotos e links, o que seria uma estratégia “única”. “Não acho que as pessoas vão querer ficar restritas a um formato”, disse.

A fala de Zuckerberg faz referência ao TikTok. As mudanças no Facebook e no Instagram estão sendo realizada justamente porque a plataforma concorrente tem feito muito sucesso, roubando usuários das redes sociais da Meta. O TikTok é conhecido por um algoritmo que traz muitos conteúdos recomendados, acertando nas escolhas.

Leia Também:  Twitter perde mais três líderes em meio à negociação com Musk

Caminho contrário

A última grande mudança no algoritmo do Facebook foi em 2018. Na ocasião, porém, o objetivo era o contrário: exibir mais publicações de amigos, familiares e pessoas que o usuário escolhe seguir e interagir.

Na ocasião, Zuckeberg citou um estudo interno para afirmar que o engajamento poderia cair, mas que a companhia estava prezando o bem-estar digital dos usuários. “A pesquisa mostra que, quando usamos as mídias sociais para nos conectarmos com as pessoas de quem gostamos, isso pode ser bom para o nosso bem-estar. Por outro lado, ler passivamente artigos ou assistir a vídeos – mesmo que sejam divertidos ou informativos – pode não ser tão bom”, disse ele, na época.

Agora, em meio a uma crise financeira, a empresa segue o caminho contrário, priorizando o engajamento dos usuários. Como argumento, Zuckerberg alegou que as pessoas não estão mais interagindo com amigos nos feeds, mas sim por mensagens diretas.

Leia Também:  EUA pedem para Apple e Google banirem TikTok das lojas de apps

“Uma tendência social que estamos vendo é que, em vez de as pessoas apenas interagirem em comentários em feeds, a maioria das pessoas encontra conteúdo interessante em seus feeds e depois envia esse conteúdo para amigos e interage lá”, disse, nesta quarta.

Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tecnologia

Google Meet terá compartilhamento de Spotify e YouTube durante chamada

Published

on

Google Meet ganhará novos recursos
Tecnoblog

Google Meet ganhará novos recursos

O Google Meet ganhou muito destaque nos últimos anos, e vai receber alguns recursos extras para deixar suas reuniões mais legais. Com um novo recurso de compartilhamento ao vivo, dá para ouvir músicas no Spotify, ver vídeos no YouTube ou jogar com outros participantes da chamada. É bem parecido com o SharePlay, da Apple.

O recurso faz parte da fusão do Meet com o Duo, o app de videochamadas do Google (que não tem a mesma fama do irmão profissional).

Esse é um processo bem confuso, aliás: o app do Duo vai virar Meet e ganhar os recursos dele, enquanto o Meet vai ser renomeado para Meet Original e posteriormente descontinuado.

Jogos e streaming no Google Meet

Bagunça à parte, alguns novos recursos foram acrescentados. Um deles é este recurso de compartilhamento ao vivo. Ele ainda está em fase beta.

Durante uma chamada, basta tocar nos três pontos, escolher “Atividades” e selecionar uma das opções. Dá para iniciar uma sessão em grupo no Spotify, por exemplo, jogar Uno! Mobile ou Kahoot!, entre outras possibilidades.

Leia Também:  Google Wallet chega para guardar cartões, comprovante de vacina e mais

SharePlay da Apple funciona com produtos diferentes

Compartilhar conteúdo de streaming em uma chamada não é inédito. É isso que o SharePlay da Apple faz.

Ele permite usar o FaceTime para compartilhar conteúdos de apps de streaming. Dentre as opções, estão a Apple TV+, o Disney+ e o HBO Max.

Spotify e YouTube não estão nessa lista, o que conta como um diferencial para o serviço do Google Meet.

O compartilhamento ao vivo teria sido bem interessante durante a fase mais crítica da pandemia de Covid-19, quando regras restritas de circulação estavam em vigor.

Mesmo assim, pode ser útil para empresas que adotaram o trabalho remoto ou para quem tem amigos espalhados pelo país ou pelo mundo.


Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA