Política Nacional

“Início da vacinação não é o fim da pandemia”, afirma prefeito do Rio

Publicados

em


source
Prefeito eleito do Rio de Janeiro%2C Eduardo Paes (DEM)
Beth Santos/PCRJ

Prefeito eleito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM)

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes ( DEM ) declarou nesta segunda-feira (18) durante entrevista coletiva que viu com “esperança” o início da vacinação contra o novo coronavírus (Sars-Cov-2), mas ponderou que é apenas “luz no fim do túnel”.

“Obviamente eu queria deixar um recado para todos os cariocas, o início da vacinação não é o fim da pandemia, é literalmente a luz no fim do túnel, então nós continuaremos com as medidas que vínhamos anunciado nas últimas semanas, colocando restrições, fazendo acompanhamento do nível de contaminação das regiões da cidade, fazendo a fiscalização e sempre pedindo a colaboração das pessoas”, afirmou Paes.

O início da campanha de vacinação na capital fluminense está marcada para esta segunda (18), às 17h, no Cristo Redentor , apesar do atraso na entrega das doses do imunizante, que era esperado no Rio às 13h, mas que por problemas logísticos, não foi entregue.

Leia Também:  Lira promete teleconferência com governadores para discutir Orçamento

Você viu?

O prefeito informou ainda que neste primeiro momento, receberá “200 e poucas” mil doses da vacina, o que representa 100 mil pessoas imunizadas na cidade.

Eduardo Paes usou a entrevista para parabenizar o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) pelo empenho pela aprovação da CoronaVac:

“Queira fazer um registro, de congratulações ao governador João Doria a ao instituto Butantan por terem perseguido de maneira muito competente para que tivéssemos a vacina disponibilizada para a população, com muita emoção vimos a monica, aquela enfermeria de sao paulos sendo vacinada ontem, nós sabemos que essa é esperança”.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Sob comando de Arthur Lira, centrão busca afrouxar regras eleitorais e políticas

Publicados

em


source
Sob comando de Arthur Lira, centrão busca 'afrouxar' regras eleitorais e políticas
Reprodução: iG Minas Gerais

Sob comando de Arthur Lira, centrão busca ‘afrouxar’ regras eleitorais e políticas

O deputado federal  Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara e líder do centrão , começou a articular uma reforma política no país. Benefícios aos partidos nanicos e limitar nas ações da Justiça Eleitoral estão entre as prioridades. As informações são do jornal A Folha de S.Paulo .

Na última quarta-feira (24), um grupo de trabalho deu início às conversas por ordem de Lira, que deseja votar as mudanças políticas ainda no primeiro semestre . De maneira paralela, uma comissão especial estudará quais mudanças precisam ser alteradas na Constituição .

Segundo a deputada federal Margarete Coelho (PP-PI) e relatora do roteiro estabelecido pelo grupo de trabalho, a mudanças visam “conter o ímpeto ativista do Poder Judiciário em regulamentar matérias que devem ser previstas em lei em sentido estrito e não em resoluções do TSE (Tribunal Superior Eleitoral)”.


Partidos envolvidos no grupo de Arthur Lira defendem a adoção do sistema eleitoral chamado de ‘ distritão ‘, que consiste em eleger apenas os deputados federais, estaduais e vereadores mais votados . Com isso, a ideia é fortalecer as legendas . No ‘distritão’, os votos depositados em candidatos que não se elegem são desperdiçados .

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA