Mulher

iG Delas realiza live sobre as mulheres 50+ e 60+ da atualidade

Publicado em

Edna Dantas e Cris Pàz participam de live do iG Delas sobre nova maturidade
Portal iG/Divulgação

Edna Dantas e Cris Pàz participam de live do iG Delas sobre nova maturidade

O iG Delas realiza transmissão ao vivo nesta terça-feira (18), às 15h, para falar de nova maturidade, abordando as identidades das mulheres 50+ e 60+ da atualidade. Será abordado o contexto em que essas mulheres estão inseridas socialmente, bem como menopausa, o orgulho dos cabelos brancos, sexo na maturidade e etarismo.

Participam da live a jornalista Edna Dantas, colunista do iG Delas e autora do canal Pirações de Meia Idade, e Cris Pàz, que é publicitária, escritora com oito livros publicados, produtora de conteúdo, palestrante, colunista na Rádio BandNews de Belo Horizonte e apresentadora do podcast 50 Crises.

Entre no canal do  iG Delas no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre universo feminino!

Leia Também:  Puff na decoração: aprenda a usá-lo em diferentes estilos

A live sobre nova maturidade será exibida pelo canal do Portal iG no YouTube a partir das 15h:

Siga também o perfil geral do Portal iG no Telegram !

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mulher

Novo estudo identifica três tipos de orgasmo feminino

Published

on

Os orgasmos receberam o nome de
Ana Melo

Os orgasmos receberam o nome de “onda”, “avalanche” e “vulcão”

Um estudo feito por pesquisadores da Universidade Charles em Praga, na República Tcheca, e do Centro de Saúde Genital e Educação, identificou três tipos de orgasmo feminino: “onda”, “avalanche” e “vulcão”. A descoberta foi publicada na revista científica Journal of Sexual Medicine.

Os nomes se referem à maneira como os movimentos do assoalho pélvico ocorreram durante a preparação para o orgasmo e a liberação da tensão no orgasmo.

Os cientistas caracterizaram como “onda” quando o assoalho pélvico apresenta ondulações ou contrações sucessivas de tensão e liberação no orgasmo. Já a “avalanche” ocorre quando há uma tensão mais elevada do assoalho pélvico com contrações que diminuem a tensão durante o orgasmo. Já o “vulcão” é caracterizado pelo assoalho pélvico permanecendo em uma tensão mais baixa antes de aumentar drasticamente no clímax.

Para o estudo, 54 mulheres usaram um vibrador conectado por Bluetooth, chamado Lioness, detecta a força das contrações do assoalho pélvico em dois sensores laterais, para que esses padrões possam ser analisados.

As mulheres, que realizavam as tarefas em casa, foram instruídas a se masturbarem até chegarem ao orgasmo e desligar o aparelho dois minutos após alcançarem o clímax. As voluntárias repetiram as ações por vários dias. Elas também foram solicitadas a realizar um teste de controle, no qual inseriam o vibrador, mas não se estimularam.

Os resultados apontaram que quase 50% das mulheres (26) tiveram orgasmos de “onda”, enquanto 17 tiveram “avalanches” e 11 tiveram “vulcões”.

Uma descoberta importante foi que cada mulher experimentou consistentemente apenas um dos três tipos. Alguém que tem um padrão de orgasmo provavelmente não será capaz de experimentar nenhum dos outros, embora não tenha sido estabelecido se isso é ou não possível ter outros movimentos do assoalho pélvico ou se isso é apenas menos comum.

Leia Também:  Testamos: suplemento alimentar para o sono

“Estamos fazendo um estudo de longo prazo de mulheres usando o Lioness para ver como esses diferentes padrões de orgamos são experimentados, quais são os níveis de prazer e de onde vem a estimulação que os induz”, disse James Pfaus, professor de neurociência da Universidade Charles e principal autor do estudo, em comunicado.

Entre no canal do iG Delas no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre beleza, moda, comportamento, sexo e muito mais!

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA