Política Nacional

Hugo Leal, pré-candidato a prefeito do Rio, é o entrevistado na live do Dia

Publicados

em


source
Hugo Leal
Divulgação/O Dia

Hugo Leal é pré-candidato à prefeitura do Rio pelo PSD

Hugo Leal , um dos pré-candidatos à prefeitura pelo Partido Social Democrático (PSD), será a convidado de hoje na série de lives que O DIA está promovendo de forma pioneira sobre as eleições municipais do Rio.

Veja também:  Pré-candidato no Rio, Paulo Rabello de Castro chama Crivella de “melancólico”

O encontro desta quarta-feira vai acontecer novamente às 15h e será conduzido pelo colunista político do DIA Sidney Rezende e também pelo repórter Anderson Justino.

A live será transmitida ao vivo no  perfil do Facebook e no  canal do YouTube do jornal O Dia. A transmissão será simultânea nos dois canais.

Leia mais:  Rio: reabertura pode gerar “explosão” de casos de Covid-19, dizem especialistas

Fique a vontade para interagir e mandar perguntas durante a live. Essa é a hora para esclarecer todas as dúvidas e votar de forma consciente. Somente com informação de qualidade e democracia caminhando lado a lado que se toma a melhor decisão nas urnas.

Leia Também:  Ex-tucano e corintiano: conheça o polêmico ministro do STF Alexandre de Moraes

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Suspeita de plágio em dissertação de ministro da Educação será apurada, diz FGV

Publicados

em


source
Carlos Alberto Decotelli falando ao microfone em sua cerimônia de posse no FNDE
Luís Fortes/MEC

Carlos Alberto Decotelli em sua cerimônia de posse no FNDE

A Fundação Getulio Vargas (FGV) informou por meio de nota neste sábado (27) que vai apurar as  suspeitas de plágio em uma dissertação de mestrado do recém-empossado ministro da Educação, o professor Carlos Alberto Decotelli, de 2008. O apontamento da cópia foi feito em publicação no Twitter pelo economista Thomas Conti.

Segundo Conti, o ministro citou trechos na dissertação idênticos a um relatório do Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul) para a Comissão de Valores Imobiliários (CVM).

“A Fundação Getúlio Vargas vai apurar os fatos referentes à denúncia de plágio na dissertação do Ministro Carlos Alberto Decotelli. A FGV está localizando o professor orientador da dissertação para que ele possa prestar informações acerca do assunto”, informou a instituição de ensino.

Leia Também:  Planalto diz que conceito de essencial é "fluido" pra justificar reaberturas

No Twitter, Conti escreveu que “para quem não tem familiaridade com o mundo acadêmico, […] não se copia e cola trechos escritos por outra pessoa sem deixar claro que é uma citação e de onde vem a citação. Ainda mais em trechos longos assim” ao criticar o ato de Decotelli.

Apesar de ter sido nomeado para o Ministério da Educação há menos de uma semana, essa é a segunda vez que Decotelli gera polêmica por conta de sua vida acadêmica. Isso porque seu título de doutor também está sob questionamentos. 

Em outro tuíte,  o reitor da Universidade Nacional de Rosário, Franco Bartolacci, disse que Decotelli não concluiu o curso de doutorado que ele diz ter. 

Inicialmente, o ministro negou a declaração de Bartolacci e chegou a mostrar certificado de conclusão das disciplinas do doutorado. “É verdade. Pergunte lá para o reitor”, disse Decoletti ao jornal O Estado de São Paulo.

Ao final do dia desta sexta-feira (26), no entanto, Decotelli,  atualizou o seu currículo na plataforma Lattes, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Ele passou a declarar que teve “créditos concluídos” no curso de doutorado, em 2009. Outra mudança que ele foi no campo relacionado ao orientador, no qual ele assinalou “Sem defesa de tese”. 

Leia Também:  Maioria da população considera Bolsonaro pouco inteligente, mostra Datafolha

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA