Carros e Motos

Honda Civic Type R que virá ao Brasil terá motor de 326 cv

Publicados

em


Honda Civic Type-R 2023 terá 326 cv, segundo um suposto catálogo oficial da Honda.
Divulgação

Honda Civic Type-R 2023 terá 326 cv, segundo um suposto catálogo oficial da Honda.

Uma foto supostamente de um folheto de produto para o próximo Civic Type R 2023 da Honda vazou online e sugere que o novo hot hatch produzirá 326 cv de potência aliados ao torque de 42,82 kgfm.

O material foi compartilhado com o site  Tire Meets Road por uma fonte não identificada, portanto, é difícil saber com certeza a legitimidade do folheto, mas alguns clientes japoneses que teriam reservado o modelo teriam confirmado que o esportivo teria mais 10 cv de potência e 2,07 kgfm em relação aos modelos atuais.

Ainda de acordo com o suposto catálogo de apresentação do Type R 2023 afirma que a potência máxima será alcançada a partir das  6.500 rpm , enquanto o torque máximo estará disponível entre 2.600 e 4.000 rpm.

Leia Também:  Barq Rena Max é um scooter elétrico com jeitão de Jaguar

Apesar de prometer que a próxima geração do Civic Type R será mais rápido em qualquer pista do que o modelo anterior, a Honda continua fazendo suspense quando se trata de revelar detalhes sobre o novo e altamente antecipado hot hatch.

A saber, embora tenha prometido que esta geração será mais poderosa que o modelo de saída, ainda não revelou oficialmente o quanto mais poderoso. Tal como acontece com a potência do motor, a Honda também manteve a sete achaves detalhes sobre a engenharia do chassi do novo veículo.

A montadora disse, no entanto, que a carroceria do novo Civic Type R é ‘leve e altamente rígida’ e que a sensação de direção será aumentada por ‘suspensão aprimorada e desempenho de direção’. O hot hatch já conquistou um recorde de volta FWD no famoso circuito de Suzuka, no Japão.

A Honda lançou mundialmente, na segunda quizena de julho a nova geração do Civic Type-R cuja fabricante já havia antecipado que, pela primeira vez, um modelo da linha Type-R será vendido no Brasil.

Quanto aos detalhes técnicos da motorização e desempenho sobre o hot hatch provavelmente serão divulgados mais perto da data de venda do modelo, previstos para acontecer no final de 2022.

Leia Também:  Hyundai HB20 muda a partir do mês que vem. Veja as fotos e detalhes

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carros e Motos

Veja uma coletânea de histórias envolvendo o Jeep Grand Cherokee

Publicados

em

Jeep Grand Cherokee 2011 sobe no palco do Javits Center, em Nova York (EUA), durante apresentação do modelo
Divulgação

Jeep Grand Cherokee 2011 sobe no palco do Javits Center, em Nova York (EUA), durante apresentação do modelo

A criação da fama de um veículo sempre foi um espetáculo à parte. Fazendo um mergulho em fatos da história do Jeep Grand Cherokee é possível entender porque ele é reconhecido como um poderoso SUV. No ano de 2011, por exemplo, eu pude participar da conferência de lançamento do SUV, totalmente renovado.

O evento foi no Javits Center, um grande e famoso centro de convenção em Manhattan, Nova York. Um exemplar prata do Jeep Grand Cherokee veio rodando e subiu, como um astro, as escadas até o palco.

Foi criada toda uma estrutura para suportar os 2,1 mil kg e o 268 cv do modelo. A subida foi facilmente completada e a proposta foi mostrar indoor o funcionamento da suspensão a ar, das rodas independentes e molas helicoidais.

Leia Também:  Seria o JAC E-JS1 EXT o novo carro elétrico aventureiro popular?

Há 44 anos, o nome Cherokee praticamente se tornou uma marca própria. Entretanto, no ano passado, o chefe da Nação Cherokee afirmou que deseja que modelo da Jeep deixe de usar o nome de sua tribo.

A Stellantis , atual dona da marca, afirmou que “o nome foi escolhido cuidadosamente e cultivado durante anos para homenagear o povo nativo americano por sua bravura”.

Outro ponto interessante é que o Grand Cherokee passou sob a direção de grupos distintos. Além da Stellantis, que de quem herdou o nome Jeep, foi administrado pelas marcas Chrysler (montadora original) e Daimler .

Voltando ao presente, a Jeep confirmou que seu próximo lançamento no Brasil será o novo Jeep Grand Cherokee 4xe. Ele tem um sistema híbrido plug-in com uma potência combinada (gasolina e elétrico) de 380 cv e um consumo médio de 23,7 km/l.

Nada mau, mas o preço deve ser superior a R$ 400 mil. Um modelo para poucos mas, com a versão híbrida , representa mais um capítulo da série de histórias do Grand Cherokee .

Leia Também:  Nova Chevrolet Montana chegará em 2023 com mais tamanho e equipamentos

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA