Notícias em Geral

Gugu conta história da bebê gerada pela mãe com morte cerebral em Colatina

Publicado em

Por | 00.00.

Fonte Folha Vitória

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Apresentador faz surpresa para o pai da criança e acompanha saída da bebê do hospital  – Foto: Divulgação/Record

Este caso é o único que se tem relato no Brasil. No mundo, são apenas 35 casos. Durante esse período, Vitória Manuela foi mantida viva na barriga da mãe, Rosiele Ferreira Onofre Pires. A bebê nasceu graças ao grande trabalho de uma equipe médica. 

Liberação do hospital

Após três meses da morte cerebral da mãe, Vitória Manuela foi levada para casa

Após três meses da morte cerebral da mãe, Vitória Manuela foi levada para casa
Foto: Reprodução/TV Vitória

Na última sta sexta-feira (07), a empreitada de três meses dos médicos para salvar a vida da pequena Vitória Manuela. A bebê, nascida no dia 18 de agosto com 30 semanas e dois dias, é filha da adolescente Rosiele Ferreira Onofre Pires, que teve morte cerebral em Colatina e foi mantida viva com a ajuda de aparelhos por quase um mês e meio até que a criança tivesse condições de sobreviver fora de sua barriga.

Leia Também:  Mais de 50 serviços de manutenção em 22 bairros de Cachoeiro

De acordo com o Hospital Maternidade São José, onde mãe e filha ficaram internadas, a bebê recebeu alta médica no início da tarde, foi levada para casa pelo pai, Deiso da Silva, pesando 2,37 kg, mais que o dobro de quando nasceu (1,1 kg). 

“Quando ela foi diagnosticada o bebê estava com um peso muito baixo e significava um risco de morte iminente, ele dificilmente sobreviveria naquele momento”, afirmou Fabiana Patrão, uma das médicas que participou do atendimento a mãe e filha.

Entenda o caso

Aos 17 anos, Rosiele deu entrada na maternidade no dia 05 de julho após passar mal em casa, no município de Alto Rio Novo. Segundo familiares, e adolescente sentiu fortes dores de cabeça e acabou desmaiando. 

Ao ser levada para o hospital, foi diagnosticada com um aneurisma que provocou a morte cerebral de Rosiele. Grávida de sete meses, a jovem foi mantida viva por 43 dias com ajuda de aparelhos para salvar o bebê. 

 

Depois da realização da cesariana, os aparelhos que mantinham Rosiele viva foram desligados e a doação dos órgãos da jovem não foi autorizada pela família. “A minha mãe não quis que tirassem nada da minha irmã, nenhum órgão para doação e respeitamos a vontade dela”, disse o irmão da adolescente, Carlos Ferreira Onofre. 

Leia Também:  Ronaldo Fenômeno vem ao ES no sábado para inaugurar de escolinha de futebol

fonte folha vitoria

 

 

COMENTE ABAIXO:

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias em Geral

Procon do ES divulga balanço e telefonia lidera reclamações

Published

on

By

Proteção e Defesa do Consumidor

As principais demandas estão relacionadas a cobrança indevida e descumprimento de contratos.

Por | 06.02.2020

 

Em 2019, a telefonia móvel liderou o ranking de atendimentos no Instituto Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-ES). No mesmo período de 2018, bancos foram o assunto mais demandado. As principais demandas estão relacionadas a cobrança indevida e descumprimento de contratos.

No último ano, 52.204 atendimentos foram realizados pelo Procon-ES. Desse total, mais de 5 mil atendimentos estão relacionados à telefonia móvel. Ocupa a primeira posição do ranking a telefonia móvel, seguida das financeiras, bancos, energia elétrica, telefonia fixa, cartão de crédito, aparelho de telefone, água e esgoto, TV por assinatura e, em décimo lugar, móveis.

Os segmentos que lideraram os atendimentos foram, com 19.961 registros, os assuntos financeiros; seguido por serviços essenciais, com 13.572 queixas; produtos (7.518); serviços privados (4.962); saúde (906); habitação (211) e alimentos (200).

O diretor-presidente do Procon-ES, Rogério Athayde, ressaltou que diferentemente do ranking de atendimento dos últimos anos, que foram liderados por bancos e empresas de cartão de crédito, a telefonia móvel ocupou a primeira posição em 2019.

“Cobrança indevida, incluindo lançamentos de serviços não solicitados na fatura e a mudança unilateral nos contratos com reajuste no valor do serviço são as queixas dos consumidores quando se trata de telecomunicação”, disse.

Leia Também:  Prefeitura de Castelo instala sete pontes de concreto no interior

Para evitar problemas, o consumidor deve ter atenção redobrada antes da contratação de serviços. “É preciso ler atentamente o contrato, tirar todas as dúvidas e só assiná-lo se estiver de pleno acordo com as cláusulas estabelecidas. É preciso sempre conferir os lançamentos cobrados nas faturas. Em caso de dúvidas, procurar o Procon”, afirmou Athayde.

Negociação de dívidas

Rogério Athayde ressaltou ainda que grande parte das demandas de bancos, operadoras de cartões e financeiras estão relacionadas a cobrança indevida e a negociação de dívidas. “No ano de 2019, realizamos 5.261 atendimentos no setor de cálculo e negociação de dívidas do Procon-ES”.

Os atendimentos do setor são realizados de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas, presencialmente na sede do Procon-ES, localizada na Avenida Princesa Isabel, 599, Ed. Março, 9º andar, Centro, Vitória. Também disponibilizamos o mesmo atendimento na unidade localizada no Faça Fácil Cariacica.

Fornecedores

Em relação aos fornecedores mais demandados no Procon-ES em 2019, em primeiro lugar no ranking, está a Vivo, em segundo aparece a concessionária de energia elétrica EDP, seguida do Banco BMG, Telemar, Banco Bradesco, Caixa Econômica Federal, Dacasa Financeira, Banco Itaú, Claro e, em décimo lugar, aparece a Oi Móvel.

Leia Também:  Carnaval será teste para a lei contra a importunação sexual

“A maioria dos atendimentos realizados pelo Procon-ES é solucionado de maneira preliminar, ou seja, sem necessidade de abertura de processo e realização de audiências. Esse número demonstra o alto índice de resolução das demandas que chegam ao órgão e a rapidez com a qual os problemas dos consumidores são solucionados”, informou o diretor Rogério Athayde.

Reclamação

Os consumidores poderão registrar suas reclamações pelo aplicativo Procon-ES (disponível para Android) ou pessoalmente, na sede do Procon Estadual, na Avenida Princesa Isabel, 599, Ed. Março, 9º andar, das 9h às 17 horas, de segunda a sexta. Os consumidores podem procurar ainda a Unidade Faça Fácil, em Cariacica, que atende também aos sábados, até às 13 horas.

Existe também uma plataforma online, do Ministério da Justiça, para o registro de reclamações. Por meio do site www.consumidor.gov.br é possível registrar queixas e solucionar os problemas de consumo diretamente com as empresas em até dez dias.

Para atendimento é preciso que o consumidor tenha disponível o RG (Carteira de Identidade), CPF, além de documentos que possam comprovar a reclamação, como faturas, comprovante de pagamento, contrato, entre outros.

 

 

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA