Segurança

Guarda municipal de Cachoeiro apreende pistola falsa no centro

Publicados

em

 

Na noite desta quinta-feira (14), a Guarda Civil Municipal de Cachoeiro encaminhou, para a delegacia, dois homens que portavam uma pistola falsa, no Centro.

Por volta das 19h30, guardas municipais que estavam em ponto base na rua Bernardo Horta, próximo ao Mercado da Pedra, foram informados, por um passante, que uma dupla estaria de posse de uma arma de fogo, ameaçando pessoas, perto dali, na rua Professor Quintiliano.

Os agentes, então, iniciaram patrulhamento em busca dos suspeitos, conseguindo localizá-los, minutos depois, na Praça de Fátima. Durante a abordagem, a réplica de pistola foi encontrada na cintura de um dos homens.

Após o flagrante, os infratores foram entregues às autoridades de plantão na delegacia regional de Cachoeiro.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Operação 'Caim VI' resulta em 52 prisões em todo o Estado
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

Suspeito de abusar de adolescente em Minas Gerais é preso por policiais civis de Marataízes

Publicados

em

A equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Marataízes prendeu, nessa segunda-feira (25), um homem de 75 anos suspeito de abusar sexualmente de adolescente. Ele estava foragido desde 2012.  O mandado de prisão preventiva expedido pela Comarca de Inhapim, em Minas Gerais, foi cumprido na entrada da residência do detido, localizada na orla de Marataízes.

A prisão foi possível após receber informações de policiais civis da cidade mineira de Santana do Paraíso. Segundo o titular da DP de Marataízes, delegado Renato Perin, durante a prisão o detido se assustou e esquivou-se dos policiais. “Ele chegou a ficar um pouco zonzo e disse apenas que teve um problema na cidade onde morava, mas que o crime tinha sido inventado por terceiros em 2006”, afirmou.

O homem de 75 anos responde pelo crime de estupro de vulnerável e foi encaminhado à Penitenciária de Xuri, onde permanece à disposição da Justiça da comarca de Inhapim.

Renato Perin enfatiza que, caso a população tenha informações sobre a localização de procurados pela Justiça, ela deve entrar em contato com a Polícia Civil pelo Disque-Denúncia 181, ou através do site disquedenuncia181.es.gov.br. “A denúncia é anônima e todas as informações serão apuradas”, garantiu.

Leia Também:  Operação Caim: megaoperação já realizou 118 detenções no Espírito Santo
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA