Estado

Governo do Estado lança 2ª edição do Programa Centelha no Espírito Santo

Publicados

em

 

Mais investimento para impulsionar o empreendedorismo inovador do Espírito Santo. Foi pensando nisso que o Governo do Estado, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), lançou, na tarde desta quarta-feira (12), a 2ª edição do Programa Centelha no Estado. O lançamento ocorreu em solenidade no Palácio Anchieta, em Vitória, com a presença do governador do Estado, Renato Casagrande, de empreendedores e autoridades capixabas.

O edital da 2ª edição do Centelha ES investe R$ 4,3 milhões na seleção de 50 projetos de negócios inovadores, sendo R$ 2 milhões da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), R$ 1,3 milhão em bolsas de Fomento Tecnológico e Extensão, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e mais R$ 1 milhão da Fapes. Cada projeto contemplado na chamada pública vai receber o apoio financeiro de até R$ 86 mil para desenvolver ideias em negócios de sucesso.

“O Centelha é um importante programa de tecnologia que existe hoje no País, mostrando como as atitudes podem mudar o mundo. A atitude da pessoa de escrever uma ideia, que pode se transformar em um bom projeto e depois numa empresa. Melhorando assim a vida das pessoas e gerando emprego e renda. Ficamos muito felizes que o Centelha I teve mais de três mil ideias registradas, sendo um recorde nacional. Isso mostra que o ambiente de inovação está presente na população capixaba. Inovar não é tarefa apenas de um governo ou de instituição, mas sim de todos que se envolvem neste trabalho. Queremos um Estado cada vez mais competitivo, justo, sustentável, inovador e com desenvolvimento regionalizado”, afirmou o governador Casagrande.

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, lembrou que, desde 2019, o Programa Nacional de Apoio à Geração de Empreendimentos Inovadores (Centelha) vem estimulando a criação de empreendimentos inovadores, já com cases de sucesso no Espírito Santo. “Nesta edição, 50 novos empreendimentos serão contemplados e terão à disposição uma série de benefícios, como recursos financeiros para desenvolver seu negócio, além de capacitações e suporte para alavancar o empreendimento. Além disso, acesso a instituições de ciência, tecnologia e inovação e a incubadoras”, disse.

Leia Também:  Petrobras e Odebretch vão vender 155 milhões de ações da Braskem

Hoffmann destacou ainda o potencial inovador das empresas capixabas, que registram forte interesse e participação no programa. “No Centelha I, o Espírito Santo foi case nacional e registrou 3.556 inscritos, mais que o dobro do que Santa Catarina, que ficou em segundo lugar com 1.500 inscrições”, pontuou.

“É importante ressaltar que esse é um Governo cujo o governador aposta na inovação como uma forma de desenvolvimento econômico do Espírito Santo. Isso sempre ficou claro desde o início da gestão. Nós já tivemos o Centelha I, em 2019, e foi um grande sucesso. Nós fomos o Estado que mais teve submissões de projetos no País e, inclusive, teve uma ampliação, na época, do investimento aprovado pelo Governo do Estado depois de tamanho sucesso. Foi uma demonstração clara do quanto a sociedade capixaba é criativa e só precisa de um incentivo, de um impulso para empreender”, ressaltou a diretora-presidente da Fapes, Cristina Engel.

Para ela, o nome do programa é significativo para o Estado. “O Centelha é exatamente o que o nome diz: uma faísca, uma centelha, um impulso para apostar na sua ideia. E isso não são todos os governos que estão dispostos a fazer. Com o lançamento desse edital, queremos desengavetar e alavancar ideias, e que as pessoas acreditem na inovação como uma forma de desenvolvimento pessoal e também no desenvolvimento do Espírito Santo”, frisou.

Leia Também:  Começa testagem gratuita de HIV nos terminais de Campo Grande e Itacibá

Os interessados podem submeter uma proposta do dia 12 de janeiro a 11 de março de 2022. Nesta primeira fase do edital, 200 projetos serão selecionados. Desse total, 50 chegarão à terceira e última fase da chamada pública. As submissões podem ser feitas no site: www.programacentelha.com.br/es

Quem pode?

Podem participar pessoas físicas ou empresas com faturamento anual bruto de até R$ 4,8 milhões, com até 12 meses da criação, contados a partir do lançamento do edital.

Quais benefícios?

Os empreendedores que participarem terão à disposição um conjunto de benefícios, entre eles recursos financeiros, por meio de subvenção econômica, para desenvolverem seu negócio, além de capacitações e suporte para alavancar o empreendimento. Contarão ainda com acesso a instituições de ciência, tecnologia e inovação e a incubadoras. A iniciativa oferece recursos financeiros de até R$ 86 mil para os 50 projetos contemplados, ao final das três fases.

O que é o Programa Centelha?

O Programa Centelha visa a estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura empreendedora no País.  A iniciativa é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operada pela Fundação CERTI. No Espírito Santo, é executada pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes).

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Governo
Raphael Marques
(27) 98895-0843

Assessoria de Comunicação da Sectides
Ana Luiza Freitas / Gabriela Galvão / Larissa Linhalis
(27) 3636-9707 / 6753 / 1822 / 99949-8105 / 99942-9537 / 98102-0236
[email protected]

Assessoria de Comunicação da Fapes
Samantha Nepomuceno
(27) 3636-1867
[email protected]

 

 

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Governo do Estado divulga a venda de três imóveis públicos localizados em Vitória

Publicados

em


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Gestão e Recursos Humanos (Seger) publicou, no Diário Oficial desta quarta-feira (19), o Edital de Concorrência Nº 001/2022 para a venda, sob o critério de “maior lance ou oferta”, de três imóveis públicos do Executivo Estadual localizados no município de Vitória.

Os imóveis estão distribuídos em dois lotes. O primeiro, com lance inicial no valor de R$ 4.837.000,00, conta com área de terreno de 1.380 metros quadrados, localizada na esquina da Rua Hélio Marconi com a Avenida Carlos Moreira Lima, no bairro Bento Ferreira; além do Edifício Percy, que tem 2º, 3º e 4º pavimentos, com terraço coberto, totalizando 814,70 metros quadrados de área construída e que está localizado à Rua Barão de Itapemirim, no Centro de Vitória.

Já o segundo lote apresentado pelo edital é composto por área de terreno de 2.127,00 metros quadrados, localizada na Avenida Nossa Senhora da Penha, n°455, no bairro Santa Lúcia. O lance inicial para esse imóvel é de R$ 7.333.000,00.

O secretário de Estado de Gestão e Recursos Humanos, Marcelo Calmon, destaca o objetivo da venda dos três imóveis. “Além de arrecadar recursos financeiros para investimentos em projetos, programas e entregas do Governo à população capixaba, a venda possibilitará que novos empreendimentos funcionem nesses locais”, disse.

Poderão participar do processo pessoas físicas ou jurídicas, individualmente ou em grupo, que atenderem a todas as exigências contidas no Edital e seus anexos. O documento na íntegra está disponível nos sites www.seger.es.gov.br e www.portaldepatrimonio.es.gov.br. Os interessados poderão visitar os imóveis disponíveis para venda, entrando em contato pelo telefone (27) 3636-5266 e/ou pelo e-mail [email protected].

A sessão pública para abertura das propostas acontecerá no dia 10 de março, às 10 horas, no auditório do Edifício Fábio Ruschi, situado na Avenida Governador Bley, Nº 236, Centro de Vitória.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Seger
Vitor Possatti Rodrigues
[email protected]

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Petrobras e Odebretch vão vender 155 milhões de ações da Braskem
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA