Estado

51º Mapa de Risco Covid-19 – Trinta municípios capixabas estão em Risco Extremo

Publicados

em

 

O Governo do Estado anunciou, nesta sexta-feira (16), o 51º Mapa de Risco Covid-19, que terá vigência desta segunda-feira (19) até o próximo domingo (25). Dos 78 municípios capixabas, 30 municípios capixabas estão classificados em Risco Extremo, 39 em Risco Alto e outros nove em Risco Moderado. Não há municípios classificados em Risco Baixo.

Durante o anúncio do novo Mapa, o governador Renato Casagrande informou que os postos de combustível passarão a ser considerados como atividade essencial, podendo funcionar todos os dias, de acordo com as medidas qualificadas para cada grau de risco. Além disso, as escolas localizadas nos municípios classificados em Risco Alto poderão realizar atendimentos presenciais de forma individual, conforme os critérios a serem estabelecidos pela Secretaria da Educação (Sedu).

Outra mudança será nos dias de funcionamento dos estabelecimentos comerciais e de serviços não essenciais na próxima semana. Em decorrência do feriado de Tiradentes, na próxima quarta-feira (21), esses estabelecimentos poderão funcionar, excepcionalmente, na terça-feira, além de quinta e sexta-feira, como previsto atualmente nas medidas qualificadas.

Leia Também:  Governo do Espírito Santo divulga 54º Mapa de Risco Covid-19

A Matriz de Risco de Convivência considera no eixo de ameaça: o coeficiente de casos ativos por município dos últimos 28 dias, além da quantidade de testes realizados por grupo de mil habitantes e a média móvel de óbitos dos últimos 14 dias. Já o eixo de vulnerabilidade considera a taxa de ocupação de leitos potenciais de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19, isto é, a disponibilidade máxima de leitos para tratamento da doença. A estratégia de mapeamento de risco teve início em abril do ano passado.

O Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) e da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). As decisões adotadas pelo Governo do Estado seguem parâmetros técnicos.

Confira a classificação de todos os municípios capixabas:

RISCO EXTREMO: Águia Branca, Anchieta, Barra de São Francisco, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Colatina, Domingos Martins, Ecoporanga, Guarapari, João Neiva, Linhares, Marataízes, Marechal Floriano, Mimoso do Sul, Montanha, Muniz Freire, Muqui, Pancas, Pedro Canário, Pinheiros, Presidente Kennedy, Rio Novo do Sul, Santa Teresa, São José do Calçado, Serra, Vargem Alta, Viana, Vila Velha e Vitória.

Leia Também:  Ales aprova mais de R$ 2 bilhões em créditos para o governo

RISCO ALTO: Afonso Cláudio, Água Doce do Norte, Alegre, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Apiacá, Aracruz, Atílio Vivácqua, Baixo Guandu, Boa Esperança, Bom Jesus do Norte, Conceição do Castelo, Fundão, Governador Lindenberg, Guaçuí, Ibatiba, Ibiraçu, Irupi, Itaguaçu, Itapemirim, Iúna, Jaguaré, Jerônimo Monteiro, Mantenópolis, Marilândia, Mucurici, Nova Venécia, Piúma, Ponto Belo, Rio Bananal, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São Mateus, São Roque do Canaã, Sooretama, Venda Nova do Imigrante e Vila Valério.

RISCO MODERADO: Brejetuba, Conceição da Barra, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Ibitirama, Iconha, Itarana, Laranja da Terra e Vila Pavão.

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Vacinação contra Influenza para idosos e professores tem início nesta terça-feira (11)

Publicados

em


A segunda etapa da 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza tem início, nesta terça-feira (11), no Espírito Santo. Para esta fase, idosos acima dos 60 anos e professores das Redes Estadual, municipais e privada poderão ser imunizados. Ao todo, a expectativa é que cerca de 650 mil capixabas da população-alvo sejam vacinados, com estimativa populacional, segundo o Ministério da Saúde, de 592.792 idosos acima de 60 anos e 51.171 professores.

Devido à concomitância das ações de vacinação de Influenza e de Covid-19, a orientação é que seja feita primeiramente à aplicação da vacina Covid-19. Além disso, ao público contemplado em ambas campanhas, como é o caso dos professores e idosos, é preciso se atentar ao intervalo de aplicação entre as doses: precisa-se respeitar o intervalo mínimo de 14 dias.

A previsão, segundo o Ministério da Saúde, é que a segunda etapa se encerre no dia 08 de junho. A terceira e última etapa terá início no dia 09 de junho e se estendendo até 09 de julho, e irá contemplar pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; pessoas com deficiência permanente; forças de segurança e salvamento; forças armadas; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso; trabalhadores portuários; funcionários do sistema prisional; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade que cumprem medidas socioeducativas; e população privada de liberdade.

Leia Também:  Espírito Santo fica em 5° lugar no ranking nacional de Oferta de Serviços Públicos Digitais

Continuidade da primeira etapa Influenza

A 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza teve início no dia 12 de abril com a imunização, para a primeira etapa, do público de crianças de seis meses a cinco anos, gestantes e puérperas, indígenas e trabalhadores da saúde.

Devido à baixa cobertura dos públicos contemplados nesta fase, o Ministério da Saúde orientou aos estados que deem continuidade à aplicação até alcançarem a meta preconizada de 90% de cobertura vacinal.

Segundo dados do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações, o Espírito Santo aplicou 184.800 doses da Influenza até a manhã desta segunda-feira (10). Além disso, de acordo com dados do LocalizaSUS, a cobertura vacinal para este público é de: 44% para crianças; 40,5% para gestantes; 48,3% para puérperas; 20,8% trabalhadores da saúde; e 84,1% indígenas.

Informações à imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sesa
SyriaLuppi / Kárita Iana / Paula Lima / Luciana Almeida / Thaísa Côrtes
[email protected]

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA