Estado

Governador se reúne com presidente do Senado sobre pautas do Estado

Publicados

em


O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, se reuniu com o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, na manhã desta segunda-feira (22), em Brasília (DF). O encontro tratou dos esforços coletivos para aquisição de novas doses da vacina contra o novo Coronavírus (Covid-19) e também sobre investimentos na malha ferroviária do Estado. Os senadores capixabas Rose de Freitas e Fabiano Contarato acompanharam a reunião.

De acordo com Casagrande, o objetivo da reunião foi somar esforços para a aquisição de doses, por meio do Fórum dos Governadores, para acelerar o Plano Nacional de Imunização. “O presidente Rodrigo Pacheco está muito envolvido no cronograma das vacinas, está ouvindo e tentando ajudar. O debate que estamos fazendo no Fórum dos Governadores é de ajudar, pois muitos governadores têm interesses em adquirir vacinas e colocar essas doses no PNI. O Governo Federal e o Ministério da Saúde querem que o PNI seja controlado por eles e não nos opomos a isso”, relatou Casagrande.

Segundo o governador, o interesse é em encontrar mais vacinas além das que já têm contrato com o Ministério da Saúde. “Se encontrarmos fornecedores e que o Governo Federal não tenha interesse em negociar, nós iremos adquirir. Vacinar o mais rápido possível é fundamental, pois estamos perdendo mais de mil vidas por dia no Brasil. Se conseguirmos adquirir essas vacinas e adiantarmos em 60 dias o PNI, estaremos salvando 60 mil vidas”, disse. 

Leia Também:  Governo do Estado investe mais de R$ 5,5 milhões na agricultura familiar por meio do projeto Compra Direta de Alimentos

Casagrande explicou que as doses compradas pelos governos estaduais seriam entregues ao Ministério da Saúde para que possa ser feita a distribuição a todos os Estados. 

Ainda na reunião, o governador e os senadores capixabas trataram sobre o Corredor Centro-Leste, uma demanda importante para o Estado, que teria sua malha ferroviária interligada com o restante do País, caso sejam realizados investimentos com a renovação da outorga da Ferrovia Centro Atlântica (FCA).

“Está em discussão a renovação da outorga da Ferrovia Centro Atlântica. É a maior malha ferroviária do Brasil e que faz a conexão do corredor Centro-Leste.  Temos interesse em investimentos importantes para Goiás e, em especial, Espírito Santo e Minas Gerais, para que não fiquemos isolados da malha ferroviária nacional. Rodrigo Pacheco é mineiro, conhece bem nossa pauta e queremos que parte dos recursos da outorga seja alocada para fechar esses gargalos, aumentando assim a competitividade da ferrovia”, comentou Casagrande.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Governo
Giovani Pagotto
(27) 98895-0843

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

GOVERNO DO ESPÍRITO SANTO DIVULGA 46º MAPA DE RICO COVID-19

Publicados

em

 

O Governo do Estado anunciou, nesta sexta-feira (26), o 46º Mapa de Risco Covid-19, que terá vigência a partir desta segunda-feira (01) até o próximo domingo (07). Dos 78 municípios capixabas, 41 estão classificados em Risco Baixo e 36 estão em Risco Moderado. Somente o município de Piúma está classificado como Risco Alto.

A Matriz de Risco de Convivência considera no eixo de ameaça: o coeficiente de casos ativos por município dos últimos 28 dias, além da quantidade de testes realizados por grupo de mil habitantes e a média móvel de óbitos dos últimos 14 dias. Já o eixo de vulnerabilidade considera a taxa de ocupação de leitos potenciais de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19, isto é, a disponibilidade máxima de leitos para tratamento da doença. A estratégia de mapeamento de risco teve início no dia 20 de abril.

O Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). As decisões adotadas pelo Governo do Estado seguem parâmetros técnicos.

Leia Também:  Parceria entre Governo do Estado e Ascamves garante cursos do projeto Capacitar para legislar nos municípios

Confira a classificação de todos os municípios capixabas:

RISCO ALTO: Piúma

RISCO MODERADO: Afonso Cláudio, Águia Branca, Anchieta, Aracruz, Baixo Guandu, Boa Esperança, Brejetuba, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Domingos Martins, Ecoporanga, Fundão, Governador Lindenberg, Guarapari, Ibatiba, Ibiraçu, Iconha, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Linhares, Marilândia, Pedro Canário, Presidente Kennedy, Rio Bananal, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São José do Calçado, São Mateus, Vargem Alta, Viana, Vila Pavão, Vila Valério, Vila Velha e Vitória.

RISCO BAIXO: Água Doce do Norte, Alegre, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Apiacá, Atílio Vivácqua, Barra de São Francisco, Bom Jesus do Norte, Castelo, Colatina, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibitirama, Irupi, Itaguaçu, Itapemirim, Itarana, Iúna, Jaguaré, Laranja da Terra, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Mimoso do Sul, Montanha, Mucurici, Muniz Freire, Muqui, Nova Venécia, Pancas, Pinheiros, Ponto Belo, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, São Roque do Canaã, Serra. Sooretama e Venda Nova do Imigrante.

Leia Também:  Governo do Estado anuncia edital para obras na orla de Meaípe
Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA