Estado

Governador entrega obras de infraestrutura e autoriza novos investimentos em Viana

Publicados

em


O governador do Estado, Renato Casagrande, esteve, na noite desta quinta-feira (22), no município de Viana para a inauguração de obras e o anúncio de mais investimentos. Foi entregue à população o novo Parque Linear na Avenida Santa Clara e as obras de drenagem e pavimentação da Avenida Espírito Santo e da Rua Pernambuco, no bairro Arlindo Villaschi. Também foi assinada a Ordem de Serviço para a pavimentação e drenagem de mais 29 ruas em diversos bairros e para a reforma da Praça de Viana Sede.

O total de investimentos do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), ultrapassa R$ 31 milhões no município de Viana. Em sua fala, o governador destacou a parceria do Estado com a Prefeitura desde o seu primeiro mandato. Casagrande também reafirmou o compromisso do Governo com as comunidades de todo o Estado.

“O prefeito Gilson Daniel conclui daqui a dois meses oito anos de mandatos exitosos. No meu primeiro mandato já tivemos uma ótima parceria com o Município, que passou a existir no mapa. Viana deixou de ser uma cidade que, no passado, recebia investimento apenas em unidade prisional para receber obras como um parque linear como este e várias obras de infraestrutura. Nosso compromisso é de buscar soluções para os problemas das comunidades. Estamos vivendo um ano duro, com chuvas fortes que também atingiram Viana e em seguida veio a pandemia. Essa obra dá uma nova cara a comunidade e também dá respeito à população que mora aqui”, pontuou o governador Casagrande.

Leia Também:  Oficina de Turbante vira aula de história e cultura durante Novembro Negro da SEDH

O Parque Linear tem 1.470 metros de extensão, com investimento total de R$ 9.482.554,30. A obra foi realizada em uma extensa área que margeia a avenida, ao longo do canal. As intervenções na Avenida Espírito Santo têm 2.123,50 metros de pavimentação asfáltica, 843 metros de drenagem e mais 890 metros de calçada-cidadã e ciclovia, com investimento de R$ 3.882.372,02.

Já as obras na Rua Pernambuco têm 1,23 quilômetros de extensão e investimento de R$ 2.192.183,83. O território contará também com calçadas cidadãs, sinalização horizontal e vertical. A obra melhorou o acesso à unidade de Pronto Atendimento e proporcionou mais conforto, rapidez e segurança para quem transita no local. 

Durante a solenidade, o governador Casagrande deu Ordem de Serviço para a execução de drenagem e pavimentação de 29 ruas no município de Viana. São obras que beneficiarão a comunidade local, melhorando a qualidade de vida e também a circulação urbana. Um investimento de R$ 15.881.625,63.

O secretário de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Marcus Vicente, destacou que esses investimentos são importantes para o desenvolvimento do município. “Estamos celebrando entregas importantes do nosso Governo, em que focamos na qualidade de vida da população, além de atender a uma aspiração antiga desta comunidade”, enfatizou.   

Leia Também:  35 municípios capixabas estão em risco moderado, diz Mapa de Risco Covid-19

Vias que serão contempladas com as obras de drenagem e pavimentação:

– Bairro Bom Pastor: Rua Bolívar e Rua Buritis;

– Bairro Marcílio de Noronha: Rua Maranhão;

– Bairro Nova Bethânia: Rua Maquart;

– Bairro Areinha: Rua Mato Grosso, Rua Pernambuco, Rua Goiás, Rua Acre, Rua Visconde do Bonfim e Rua Santa Catarina;

– Bairro Caxias do Sul: Rua São Miguel e Trecho da Rua Santa Luzia;

– Bairro Vale do Sul: Rua Xuí, Rua Santa Clara, Rua Jesus de Nazaré, Rua Trindade e Rua Guaporé;

– Bairro Arlindo Villaschi: Rua Santa Lucia, Rua São Pedro, Rua das Laranjeiras, Rua das Azaleias, Rua das Hortência, Rua dos Lírios, Rua das Orquídeas, Rua São Mateus e Rua São Jorge;

– Bairro Jucu: Rua Pascoina CEI e Rua Erwin Baille.  

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Governo
Giovani Pagotto
(27) 98895-0843

Assessoria de Comunicação da Sedurb
Fernanda Magalhães
(27) 3636-5002/ 99661-7588
[email protected] 

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Oficina de Turbante vira aula de história e cultura durante Novembro Negro da SEDH

Publicados

em


Como parte da programação do Novembro Negro da Secretaria de Direitos Humanos (SEDH), na tarde dessa quarta-feira (25), foi realizada uma Oficina de Turbante, no auditório do Palácio da Fonte Grande, em Vitória. Várias servidoras participaram, adquirindo um conhecimento muito além do estilo: tiveram uma verdadeira aula de história da influência da cultura negra no Brasil.

A ideia da Oficina de Turbante foi da gerente de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da SEDH, Edineia Conceição de Oliveira. Ela contou que sempre que se arrumava com o acessório para o trabalho, várias colegas mostravam interesse em aprender.

“Quando estávamos montando a programação do Novembro Negro, me lembrei desse interesse das colegas e resolvi convidar uma profissional para dar a oficina. Assim, além de aprender, todas poderiam entender toda a questão cultural por trás dos turbantes”, explicou Edineia de Oliveira.

A convidada para ministrar a oficina foi a trançadeira Elissangela Gonçalves Ferreira, que também é presidenta da Associação de Trançadeiras/Trancistas do Espírito Santo e do Projeto Multiplicação, além de empreendedora e educadora social.

Leia Também:  Adoção e negritude são temas de live da SEDH na programação do Novembro Negro

“Tudo que colocamos no nosso corpo significa alguma coisa. O turbante representa quem o utiliza, representa a sua identidade. Cada civilização vai utilizando no sentido da sua cultura ou religião. Eu, por exemplo, uso com o significado afro-brasileiro, mas existem também os turbantes de quem frequenta os terreiros de candomblé, que são os ojás. Existem ainda os turbantes da cultura islâmica. Cada amarração tem um significado”, disse Elissangela Ferreira.

A servidora pública Grace Kelly Araujo dos Reis, da Subsecretaria de Gestão Administrativa e Financeira da SEDH, também participou da oficina e compartilhou com os demais seus aprendizados. Ela contou que passou a tomar atitudes para se empoderar enquanto mulher negra, depois que se tornou mãe, e virou uma referência principalmente para a filha. A autoconfiança também melhorou.

“Participar da Oficina de Turbante foi ratificar que conhecimento é a ferramenta mais importante que temos e que nós negros estamos muito além da história assassina da escravização. Aprender que um turbante não se restringe a um acessório que nos deixa mais belas. Foi ressignificar um ‘adereço’, entendendo o quanto de força e reafirmação nele habita. Foi vivenciar a sabedoria transmitida pelas ancestrais”, comentou a servidora.

Leia Também:  Plano de Ações da Região Hidrográfica Litoral Centro-Norte é apresentado a atores sociais e usuários de recursos hídricos

A programação do Novembro Negro da SEDH continua até o dia 30 de novembro. Confira: https://bit.ly/2JccBR7

 

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da SEDH
Juliana Borges
(27) 3636-1334 / (27) 99926-4669
[email protected]

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA