Política Nacional

Gleisi critica ‘bravatas e ódio’ em discurso de Bolsonaro; Lula ignora

Publicado em

Gleisi Hoffman, presidente nacional do PT
Reprodução

Gleisi Hoffman, presidente nacional do PT

Apesar de o presidente Jair Bolsonaro (PL) ter novamente atacado o PT  durante a convenção do PL neste domingo (24), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) preferiu ignorar o evento e não rebater diretamente o discurso bolsonarista. Houve tuitaço nas redes sociais para desviar o foco da convenção, mas a militância evitou críticas ao rival e buscou somente exaltar Lula.

Procurado pelo GLOBO, o PT afirmou que Lula e o ex-prefeito Fernando Haddad (PT) não iriam se manifestar sobre a fala de Bolsonaro. Lula é adversário do presidente nas eleições deste ano e aparece como favorito nas pesquisas de intenção de voto. Haddad perdeu para o atual mandatário em 2018 e hoje é pré-candidato ao governo de São Paulo.

A presidente do partido, a deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR), por outro lado, criticou publicamente o discurso. Ela disse que Bolsonaro atacou o Supremo Tribunal Federal (STF) e “ofendeu” a população brasileira e as pessoas surdas. O presidente chamou os ministros do STF de “surdos togados que não ouvem”, durante o evento.

Leia Também:  Bolsonaro diz que não viu Allan dos Santos durante viagem aos EUA

Gleisi também afirmou que os ataques de Bolsonaro são “porque (ele) sabe que não ganha no voto”. No último Datafolha, divulgado em 23 de junho, Lula tinha 47% das intenções de voto no primeiro turno, contra 28% de Bolsonaro. Ao GLOBO, o líder do PT na Câmara dos Deputados, Reginaldo Lopes (PT-MG), chamou o discurso de Bolsonaro de “golpista”. Ele também criticou a convocação feita pelo presidente para manifestações no 7 de Setembro, dizendo que essa “será a última vez” que ele faz isso:

“Com certeza essa será a última vez que ele convoca a nossa gente, porque no dia 2 de outubro ele não será mais o presidente da República e nós vamos conseguir a verdadeira liberdade.”

Fonte: IG Política

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política Nacional

Salman Rushdie: acusado de ataque pode pegar até 25 anos de prisão

Published

on

Escritor Salman Rushdie é esfaqueado durante evento em Nova York
Reprodução

Escritor Salman Rushdie é esfaqueado durante evento em Nova York

O homem suspeito de esfaquear o romancista Salman Rushdie num festival literário em Nova York , na última sexta-feira (12), enfrenta acusações por tentativa de assassinato e agressão, comunicaram autoridades neste sábado (13).

“O indivíduo responsável pelo ataque de ontem, Hadi Mattar, foi formalmente acusado por tentativa de homicídio em segundo grau e agressão em segundo grau”, disse Jason Schmidt, promotor distrital do condado de Chautauqua, em Nova York. “Ele foi indiciado por essas acusações na noite passada e detido sem fiança”.

Filho de libaneses e nascido nos EUA, Matar, de 24 anos, recebeu a acusação por tentativa de assassinato em segundo grau pelo esfaqueamento de Rushdie. A acusação por agressão em segundo grau refere-se ao ferimento aplicado num homem que dividia um palco com o autor no momento do ataque.

De acordo com a lei de Nova York, a tentativa de homicídio pode levar Mattar a até 25 anos de prisão.

Rushdie, de 75 anos , estava na Chautauqua Institution para falar sobre a importância de os Estados Unidos darem asilo a escritores exilados quando foi atacado.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA