Pet

Gabriela Prioli adota Bolt, cachorrinho com sequelas da cinomose

Publicados

em


source
Gabriela Prioli adota cão com sequela de cinomose
Reprodução/Instagram

Gabriela Prioli adota cão com sequela de cinomose


Gabriela Prioli e o marido, Thiago Mansur, apresentaram o novo integrante da família: Bolt, um cãozinho vira-lata resgatado pelo abrigo de Luisa Mell. A comentarista e apresentadora postou uma foto com o animalzinho e contou sua história.

“Me apaixonei por você assim que te vi nos stories da tia Luisa Mell e fomos te buscar no dia seguinte! Nossa primeira noite foi um sucesso!”. Ela conta que Bolt tem espasmos como sequela de uma cinomose, doença viral canina que pode causar danos aos neurônios.

“Está tudo bem, e a gente já sabia! O escolhemos também por isso (é um charme)! Ele brinca e corre normalmente e agora a gente vai procurar terapias para garantir a ele uma vida ainda melhor!”, disse.


Fonte: IG PET

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Gato encrenqueiro enfrenta serpente na Austrália, assista
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pet

Gatinho se recusa a sair de perto de dono que está lutando contra o câncer

Publicados

em


source
Gato não sai de perto do dono que está com câncer
Reprodução/TikTok

Gato não sai de perto do dono que está com câncer

A história de que gatos não são amorosos já é coisa do passado . Um exemplo disso é Tato, o gato da estadunidense Kelly Nugent, que não sai de perto do pai de sua dona que está lutando contra o câncer. Em um vídeo publicado no TikTok, Kelly conta que o pai está no tratamento para um câncer na medula óssea e que é como se Tato sentisse que ele precisa de um apoio emocional e carinho.

Kelly fala que se mudou para a casa do pai para ajudá-lo em seu tratamento. Em pouco tempo, Tato e o pai dela já haviam se tornado grandes amigos e ficaram inseparáveis. “É a coisa mais que você vai ver porque eu sei que o Tato consegue sentir que alguma coisa está errada e que ele precisa de ajuda”, diz em entrevista ao site Bored Panda.

A dona do bichano fala que o gato e seu pai passam o dia todo juntos. O gatinho dorme no colo do dono e está sempre por perto. Os dois também gostam de brincar com bolinhas e passar um tempo ao ar livre.

O pai de Kelly vai passar por um transplante de medula em junho e ela acredita que o gato tem ajudado no tratamento. “Eu penso de verdade que o apoio emocional do Tato, o carinho e só estar la para o meu pai causou um grande impacto nele”, conclui.



Fonte: IG PET

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA