Política

Frente Nacional de Prefeitos quer participar do debate eleitoral

Publicados

em

?Queremos contribuir para que os governos locais adotem uma agenda propositiva, que priorize o desenvolvimento das cidades?, explica o prefeito de Cariacica (ES) Helder Salomão.

Por | 01.02.2012


?Queremos contribuir para que os governos locais adotem uma agenda propositiva, que priorize o desenvolvimento das cidades?, explica o prefeito de Cariacica (ES) e vice-presidente para assuntos de Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedor Individual da FNP, Helder Salomão.

Temas como a dinamização das economias locais e oportunidades para pequenos negócios; gestão pública aliada ao empreendedorismo e qualidade ambiental urbana e desenvolvimento sustentável, entre outros, integrarão os painéis a serem desenvolvidos durante o evento.

O foco na micro e pequena empresa é uma das principais estratégias da FNP para estimular o fortalecimento de empreendimentos existentes e novas iniciativas que ajudem a gerar emprego, renda, aproveitando os eventos esportivos que serão realizados no Brasil nos próximos anos, como a Copa do Mundo, em 2014, e os Jogos Olímpicos, de 2016.

?Precisamos preparar o País para estimular o desenvolvimento sustentável e transformar as oportunidades esportivas dos próximos anos em desenvolvimento socioeconômico e ambiental para nossas cidades?, defende o presidente da entidade, João Coser, prefeito de Vitória (ES).

Leia Também:  Governo Dilma e senadores impõem derrota a três estados

O 1º Encontro dos Municípios também pretende reunir em Brasília os agentes de desenvolvimento, figura criada pela Lei Geral da Micro e Pequena Empresa ? até o momento mais de dois mil foram capacitados ?, para que sejam multiplicadores de informações que ajudem os futuros prefeitos a estabelecer uma agenda propositiva a ser implementada ao longo dos próximos anos.

Entre os palestrantes do 1º Encontro dos Municípios estão a economista e socióloga Tânia Bacelar, os jornalistas Luís Nassif e Washington Novaes e o ex-prefeito de Bogotá (Colômbia), Antanas Mockus.

A entidade reúne os prefeitos de todas as capitais de estado e das 245 grandes e médias cidades e de regiões metropolitanas do País (com mais de 50 mil habitantes). A diretoria é integrada, entre outros, pelo prefeito de Vitória (ES), João Coser (presidente), e pelos prefeitos de São Paulo, Gilberto Kassab, e do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, (vice-presidentes).

 

 

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política

Ales tem mutirão contra enfisema pulmonar

Publicados

em

Durante o inverno, aumentam os casos de doenças respiratórias, inclusive aquelas que atingem os pulmões, por causa do resfriamento da temperatura ambiente e da umidade do ar. A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), mais conhecida como enfisema pulmonar, é uma das mais perigosas e nesse período tende a registrar maior incidência entre a população. Para diagnosticar essa e outras doenças, foi realizado o Mutirão da Espirometria nesta quarta-feira (10), no andar térreo da Assembleia Legislativa (Ales). A iniciativa foi do deputado Doutor Hércules (Patri). 

A espirometria é um método de prova de função pulmonar. Um aparelho introduzido na boca avalia o fluxo e a quantidade de ar, medindo a capacidade respiratória dos pulmões da pessoa, através da inspiração profunda e sopro durante seis segundos. 

Para o deputado, esse tipo de mutirão deveria se estender para todo o estado. “A intenção de trazer essa cabine é pra fazer um rastreamento para atender a população que não tem acesso a esse tipo de equipamento”, explicou. 

Para o teste de sopro, foi utilizada uma cabine, o aparelho para medir o índice respiratório, um computador com programa próprio para definir o diagnóstico do paciente, além de profissional para realizar o exame. O paciente recebe um relatório com o diagnóstico e, caso esteja com deficiência respiratória, é orientado a procurar um especialista.

Leia Também:  Iniciativa garante porte de arma para segurança

O dispositivo foi criado pela farmacêutica Boehringer Ingelheim e tem aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
 

Fonte: Assembléia Legislativa do ES

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA