Carros e Motos

Ford começa a aceitar encomendas do Bronco Sport na Argentina

Publicados

em


source
Ford Bronco Sport: SUV médio chegará do México como primeiro modelo depois que a marca fechou suas fábricas no Brasil
Divulgação

Ford Bronco Sport: SUV médio chegará do México como primeiro modelo depois que a marca fechou suas fábricas no Brasil

A Ford da Argentina começa a aceitar encomendas para quem se interessar pelo SUV médio Bronco Sport, que chegará às lojas no país em abril a partir de US$ 44 mil, o que equivale a cerca de R$ 250 mil numa conversão simples. O carro também será vendido no Brasil na mesma época em que chegará ao mercado argentino.

Vindo do México, o Ford Bronco Sport passa a ser oferecido na Argentina em duas versões. A primeira é a 1.5 EcoBoost Big Bend, de 175 cv e 26,3 kgfm de torque. No sistema de transmissão está incluído câmbio automático, de oito marchas e tração integral. As rodas são de 18 polegadas e, no interior, o sistema multimídia é o Sync3 com tela de 8 polegadas sensível ao toque.

Leia Também:  Desconto em multa de trânsito passa a ser obrigatório

A versão topo de linha do novo SUV médio da Ford é a 2.0 EcoBoost Wildtrack, de 240 cv e 38,1 kgfm de torque, que funciona com câmbio automático de oito marchas (com hastes no volante para trocas sequenciais), tração integral (sem reduzida, mas bloqueio de diferencial central, deixando 50% da força para cada eixo). Mais sofisticado, passa a ter sistema de som de alta-fidelidade da Bang& Olufsen e pintura de dois tons, mas custa US$ 54 mil (ou cerca de R$ 308 mil).

Na linha de acessórios, a Ford vai oferecer itens como barras na capota para ajudar a evar bagagem extra, além de equipamentos próprios para carregar bicicletas e caiaques. bem como engate para reboque, entre outros itens. Todas as versões do Bronco Sport contam com tração 4×4 G.O.A.T, com 5 modos de condução (econômico, esportivo, normal, cascalho e lama).

O Ford Bronco Sport tem 4,38 metros de comprimento, 1,88 m de largura, 1,78 m de altura e 2,67 m de distância entre-eixos. Na comparação com o Jeep Compass nacional, que tem 4,41 m de comprimento, 1,81 m de largura, 1,63 m de altura e 2,63 m de entre-eixos, o Bronco Sport é um pouco mais curto e alto.

Leia Também:  Descubra como são produzidas as cores para a repintura automotiva

O novo SUV da Ford faz parte da nova leva de modelos médios do segmento que chegarão ao Brasil ao longo de 2021 , mesmo com a cotação do dólar nas alturas e durante a forte crise econômica na pandemia, um dos fatores que levaram a marca americana a fechar suas fábricas no País.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carros e Motos

Primeiro Mercedes SL com motor V8 completa 50 anos de história

Publicados

em


source
Mercedes-Benz 350 SL: um dos ícones de esportividade da marca alemã tem uma legião de fãs ao redor do mundo
Divulgação

Mercedes-Benz 350 SL: um dos ícones de esportividade da marca alemã tem uma legião de fãs ao redor do mundo


Poucos carros conseguem sobreviver no mercado por um período de 18 anos praticamente sem sofrer modificações visuais e sem perder o status de ícone. Este é o caso do Mercedes-Benz SL da geração R 107, roadster que completou 50 anos do seu lançamento neste mês de abril.


No Brasil, o Mercedes SL R 107 ficou conhecido como o carro da personagem Jennifer Hart (interpretada pela atriz Stefanie Powers) na série de TV dos anos 1980 “Casal 20”. Descendente direto do lendário 300 SL dos anos 1950, o R 107 era um carro totalmente novo, sendo o primeiro SL com a motorização V8.

Você viu?

Conversível com espaço para apenas dois ocupantes, trazia uma capota rígida removível que complementava a capota convencional de lona. O carro incorporava ainda tecnologias que se tornariam comuns nos automóveis das décadas seguintes, como a carroceria com aços de alta resistência e zonas de deformação programadas e para-brisa fixado por meio de cola.

Mercedes-Benz SL. Foto: Divulgação

Leia Também:  Audi A4 2021 é alternativa sofisticada no meio de um mar de SUVs

Mercedes-Benz SL. Foto: Divulgação

Mercedes-Benz SL. Foto: Divulgação

Mercedes-Benz SL. Foto: Divulgação

Mercedes-Benz SL. Foto: Divulgação

Mercedes-Benz SL. Foto: Divulgação

Mercedes-Benz SL. Foto: Divulgação

Mercedes-Benz SL. Foto: Divulgação


Inicialmente, a única versão disponível era a 350 SL , equipada com um motor 3.5 V8 de 200 cv. Mas posteriormente, a linha iria incorporar também variações de seis cilindros (280 SL e 300 SL) além de motores V8 mais potentes, sendo o maior deles o 5.0 de 245 cv que equipou o 500 SL e trazia um sistema de injeção indireta e mecânica de gasolina com controle eletrônico.

Além de novos propulsores, ao longo de 18 anos de produção o SL R 107 ganhou alguns leves retoques estéticos — como a adoção de novas rodas e spoiler dianteiro e traseiro — e foi atualizado com modificações mecânicas como a suspensão dianteira reprojetada, novos modelos de câmbio e a inclusão de freios ABS, airbag do motorista e cintos de segurança com pré-tensionador.

A produção foi encerrada em agosto de 1989, com um total de 237.287 unidades produzidas na fábrica de Sindelfingen (Alemanha), sendo substituído pelo R 129. Mesmo tendo sido comercializado em uma época de importações proibidas no Brasil, o Mercedes SL R 107 não é um carro tão difícil de ser encontrado por aqui. Certamente ajuda o fato de ter mais de 30 anos de produção, permitindo a sua importação como automóvel antigo.

Leia Também:  Veja cinco versões do Volkswagen Up! que nunca tivemos no Brasil
Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA